Top 10

As mais diversas mães dos consoles Nintendo

Amor de mãe é incondicional até nos games. Confira nossa homenagem a essas pessoas tão queridas.

Dia das mães é todo dia, porém, tiramos o mês de maio em especial para homenagear ainda mais essas pessoas que nos dão tanto carinho e amor incondicional. Elas estão em todos os lugares, das mais variadas formas, inclusive nos video games. Seja mãe biológica, adotiva ou de consideração, elas marcam presença na maioria dos jogos que iniciamos em nossos aparelhos. E como forma de homenagear essas pessoas que nos dão tanto orgulho, separamos as mais diversas mães dos games dos consoles da Nintendo.

10. Samantha, Mãe do Blanka – Série Street Fighter



Samantha perdeu seu filho Jimmy ainda pequeno em um acidente de avião. O rapaz, que caiu na região da Amazônia brasileira, sofreu mutações graças a uns experimentos nucleares, perdeu a memória e não voltou para casa. Foi criado por animais e depois por nativos da região, que o apelidaram de Blanka. Ao assistir na TV notícias sobre o torneio Street Fighter, Samantha reconheceu imediatamente o filho quando apareceu, não só pelo instinto materno, mas também pelas tornozeleiras que deu a ele antes do acidente. O reencontro não poderia ser mais emocionante, pois Jimmy a reconheceu imediatamente também.

09. Sindel - Série Mortal Kombat 


A vida de muitas mães e mulheres envolve sacrifícios e sofrimentos, principalmente a de Sindel. Rainha de Edênia, quase um paraíso no universo de Mortal Kombat. Ela não só viu seu reino ser invadido pelo Imperador Shao Khan, como teve seu Rei assassinado. Como se não bastasse, foi forçada a casar com o invasor e ver sua filha convivendo aos trancos e barrancos com o padrasto.

Sem conseguir suportar a situação, em uma última tentativa de frustrar os planos de Khan, Sindel se sacrifica, lançando assim uma barreira que o impede de invadir o reino da Terra. Algo que não resolveu muito, pois através dos torneios Mortal Kombat, Khan consegue invadir o lugar que tanto queria, e de quebra ressuscitar sua “amada” esposa, mas na forma de escrava. Além de servir o Imperador, teve de ver sua filha Kitana ser clonada em um experimento que misturou o DNA da garota com o do "Tarkatan", espécie do Baraka, que deu origem a Milenna.

08. Jun Kazama - Série Tekken


Lutadora oficial de uma organização protetora da vida selvagem, Jun recebeu a missão de prender Kazuya Mishima, contrabandista. Jun se tornou mãe após se relacionar com seu alvo, porém, com sua sensibilidade paranormal percebeu que ele possuía uma ligação com um demônio, o Ogre. Kazuya tentou possuir a criança ainda em sua barriga, mas ela conseguiu evitar que isso acontecesse, porém precisou se refugiar em um lugar distante. Jun deu a luz a Jin Kazama, e sozinha, segurando as pontas como mãe e pai, conseguiu criar o rapaz, que veio a se tornar protagonista da série Tekken.Ogre a localizou e a atacou e no meio do caos, Jun desapareceu e foi tida como morta. Jin sente que sua mãe está viva e parte em busca de encontrá-la.

09. Mães de Treinadores Pokémon

Não é fácil para uma mãe ver seu filho ou filha partir em uma jornada, ainda mais com apenas 10 anos de idade. Porém, as mães dos protagonistas de Pokémon são fortes e sabem que o ritual serve tanto para o, ou a jovem capturar inúmeros monstrinhos e se tornar Mestre Pokémon, como para o desenvolvimento humano desse indivíduo, que quando volta para visitar sua cidade natal, é uma pessoa mais madura e responsável, carregando consigo inúmeras e edificantes aventuras.

06. Mãe do Mini Game “Gamer” - Game Wario 


Filho de banho tomado, barriguinha cheia, hora de curtir aquele jogo bacana no video game com ele. Mas chega uma hora que o jovem rapaz precisa dormir e surge a ordem de ir pra cama, afinal de contas, tem escola no outro dia. Mas se depender do garotinho o game não termina tão cedo.

O mini game “Gamer” do jogo de Wii U Game & Wario consiste em jogar o jogo favorito do rapaz sem que sua mãe perceba. Utilizando de forma criativa as duas telas do aparelho, você joga no Gamepad enquanto fica atento na TV aos movimentos do quarto do garoto. A qualquer sinal da presença da mãe, pressione os botões pra que ele finja estar dormindo. Caso ela perceba, o castigo é garantido. Escapar dos olhos malignos de uma mãe que acaba de ter uma ordem desrespeitada não é tarefa fácil.

05. Mother (Earthbound)

Se tem uma mãe que significa muito para nós, essa é a mãe Terra. Quando o invasor alienígena Giygas chega para dominá-la, um grupo de crianças é escolhido para defendê-la usando poderes paranormais. Mother (Earthbound na américa) é uma série com muitos fãs pelo mundo e desde o Gameboy Advance, que recebeu o terceiro capítulo apenas no japão, a franquia só aparece nos games de Super Smash Bros. deixando assim, muitos órfãos ao redor do globo.

04. Anette Birkin – Resident Evil

Pesquisadora, cientista, bem sucedida e mãe, Anette Birkin viu todo o trabalho de sua vida desmoronar de uma hora pra outra quando os experimentos com o T-Virus, de Resident Evil 2 começaram a dar errado. Seu marido William Birkin, que era um dos principais nomes no projeto de armas biológicas perdeu a cabeça e quando foi acertado por um tiro em um momento de fuga, viu como solução injetar o vírus em seu próprio corpo. Ouvindo seu instinto materno Anette pediu para que a filha Sherry Birkin ir para o lugar mais seguro da cidade de Racoon, a delegacia. O único porém era que o lugar não estava tão seguro assim e a garotinha passou por maus bocados. Ainda bem que Claire Redfield estava por perto pra não deixá-la sozinha e desamparada.

03. Bowser – Série Super Mario

Recentemente, Shigeru Myiamoto revelou em uma entrevista que ele era a mãe de Bowser Jr. o querido filho de Bowser da série Super Mario. Mas sabemos que mãe mesmo é aquela que cria, educa e dá todo o seu amor para os filhos, correto? Como criador, e um dos líderes de uma das maiores empresas de games do mundo, Myiamoto não tem muito tempo disponível e participa apenas de longe deste processo, deixando a cargo de Bowser, o papel não só de Pai, como de Mãe também. O vilão pode parecer bruto, cheio de ideias malignas para sequestrar a Princesa Peach e se tornar rei do Reino dos Cogumelos, mas quando se trata da criação de seu filhote, todo carinho é pouco. Sempre atento a quantas horas seu pupilo está jogando o novo Nintendo Switch, Bowser mostra que seu coração de Paizão/Mãezona está acima de qualquer maldade já feita.

02. The Boss – Metal Gear Solid 3: Snake Eater


A Mãe das Forças Especiais deu a luz a um menino em meio à guerra. O garoto foi levado pelos Philosophers, restando apenas a cicatriz em formato de cobra deixada pela cesariana realizada em meio ao caos, como lembrança de sua maternidade. Anos depois ela conheceu um rapaz de 15 anos, Jack, que se tornaria Naked Snake e passou a treiná-lo. The Boss desenvolveu e passou para Snake a técnica CQC (Combat Close Quarter ou Combate à Curta Distância em tradução livre). Ela não era apenas mentora de Naked Snake. Existia uma relação de amor maternal com seu pupilo que extrapola qualquer laço biológico. Por conta disso, não foi fácil para ele vê-la se juntar aos inimigos e se tornar sua principal rival em Metal Gear Solid 3: Snake Eater. Ao revelar suas verdadeiras intenções ao final do game, que incluía ser eliminada pelas mãos de Naked Snake, The Boss se torna a verdadeira heroína, que traiu sua pátria por um bem maior. Ninguém nunca saberá e nem poderá saber de seu real sacrifício, a não ser seu filho de criação e pupilo, Jack.

01. Mother Brain - Série Metroid


Inteligência Artificial, Mother Brain foi criada pela raça alienígena Chozo. Quando Zebes, planeta local deles foi invadido por Ridley e Piratas Espaciais, a Cérebro Mãe percebeu o potencial de se unir a eles se voltando contra seus criadores no intuito de retomar a ordem de todas as coisas. A causa pode ser nobre, mas destruir tudo para reiniciar do zero pode não ser uma solução muito agradável para quem vive nesse universo, não é mesmo? Usando os Metroid, espécie também criada pelos Chozo, ela quase consegue atingir seus objetivos, porém, a mercenária Samus Aran chegou para atrapalhar seus planos e comprar uma briga que dura até hoje.

Como toda boa lista, vários nomes ficaram de fora. Diz aí nos comentários qual a sua mãe favorita dos Games dos consoles Nintendo.

Revisão: Pedro Franco
Flavio Maciel escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook