Blast from the Past

Lamborghini American Challenge: o “Velozes e Furiosos” esquecido do Super Nintendo

Um game que fugia da simplicidade da maioria dos games de corrida 16 bits, mas ofuscado pelas grandes empresas.


 Os jogos de corrida eram febre na era 16 bits, contando com títulos como Super Mario Kart (SNES), Rock’n Roll Racing (SNES), Biker Mice from Mars (SNES), entre outros. Todavia, o título de maior sucesso no Brasil no que diz respeito a corridas de rua é o Top Gear (SNES), acompanhado de seus dois sucessores Top Gear 2 (SNES) e Top Gear 3000 (SNES). Essa febre levou a Titus France a produzir o seu próprio game de corrida em 1994: o Lamborghini American Challenge (Multi), que se tratava de um upgrade do jogo Crazy Cars III (DOS) lançado para os computadores em 1992.

Acertaram na receita!

Lamborguini tem visual e jogabilidade muito similares aos de Top Gear, o que é um ponto positivo, no sentido de que a mecânica funcionava muito bem para o Super Nintendo. O objetivo do jogo era basicamente correr em rachas clandestinos com uma Lamborghini Diablo e ganhar dinheiro sujo com as apostas. O game permitia ao jogador escolher entre três motoristas: Pam, que usava uma Lamborghini Diablo amarela; Joe com a Diablo de cor preta; e Sly usando o modelo prata do carrão. A escolha dos motoristas era simplesmente estética, ao passo de que na prática não alterava em nada a experiência de jogo entre os personagens.


Outro elemento positivo presente no game é sua trilha sonora viciante e muito bem arranjada. Trata-se de uma OST toda trabalhada no estilo jazz fusion, que combinava com seu contexto e o conceito de luxo presente nos carros do game.

Complexidade a frente de seu tempo

O game não se limitava a simples corridas sem elementos extras na experiência de jogo. Lamborghini obrigava o jogador a administrar o próprio dinheiro, escolhendo o quanto queira apostar nas corridas e utilizando-o com a finalidade de manutenção do veículo após os rachas. Além desse detalhe, há um elemento bastante raro nos jogos de corrida de sua época: perseguições policiais. O jogador, ao passar em velocidades elevadas próximo a viaturas e radares, era instantaneamente perseguido por carros das autoridades policiais, tendo que se livrar dos mesmos durante a corrida.


Um “Velozes e Furiosos” esquecido?

Ao lado de Super Chase H.Q. (SNES), Lamborghini se tornou um dos poucos jogos a trabalhar com a ideia de corridas ilegais com perseguições policiais no Super Nintendo. Os jogos que utilizaram esse conceito só fizeram sucesso no mainstream após o lançamento do filme Velozes e Furiosos seguindo basicamente a mesma receita do longa-metragem, a exemplo de Need For Speed Underground (Multi), Need for Speed Most Wanted (Multi) e Midnight Club Street Racing (PS2/GBA).


Muitos fatores, além de seu lançamento anterior ao sucesso de seu conceito, fizeram com que o cartucho Lamborghini American Challenge ficasse guardado nas gavetas, como o fato de ter sido ofuscado pela Kemco com seu game de sucesso, o Top Gear.


Lamborguini American Challenge (SNES) ainda é um game excelente dentro de sua proposta e de seu tempo, e que conta com uma trilha sonora inigualável. Um game que vale a pena ser revisitado pelos gamers oldschool, e para aqueles que ainda não conhecem, vale a experiência de um protótipo de ideias para jogos de corrida tão famosos nos dias atuais.

Revisão: Diego Franco Gonçales
Ramon Mulin escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook