Blast Log

Pokémon Stadium – Parte Final - A batalha contra a Elite Four

Acompanhe a última parte desta jornada pelo Gym Leader Castle


Depois de vencer Giovanni, último líder de ginásio e chefão da Equipe Rocket, chegamos àquele momento em que o coração acelera e a nostalgia bate ainda mais forte: a batalha contra a Elite Four. O desafio consiste em enfrentar uma sequência de cinco batalhas contra os treinadores mais poderosos do game e o nosso rival, tendo como objetivo chegar ao topo do Hall da Fama.

A primeira batalha foi contra Lorelei, Mestre Pokémon do tipo gelo e água. Escolhi Starmie, Raichu e Alakazam. Lorelei iniciou a batalha com Cloyster, que após levar um Thunder de Starmie, se autodestruiu com Explosion, colocando os dois Pokémon para fora da batalha.

A disputa seguiu com Raichu contra Jynx, que apesar de ser um Pokémon forte, viu-se em desvantagem contra a velocidade de Raichu e foi derrotado. Por sorte, ela não usou seu Articuno, enviando Lapras como seu último Pokémon, que não foi páreo para o Pokémon elétrico.

Começa o sufoco

Em seguida enfrentamos Bruno, que utiliza Pokémon lutadores e do tipo pedra. O time do adversário é barra pesada: Onix, Hitmonchan, Hitmonlee, Machamp, Golem e Rhyhorn. Não foi nada fácil enfrentá-lo, especialmente contra Rhyhorn, que detonou Starmie com um único golpe. A batalha foi vencida com um trabalho em equipe entre Alakazam e Nidoking, já que tive de variar entre eles durante a batalha. 

Essa equipe dá trabalho
Agatha é uma das personagens mais sinistras do mundo Pokémon. Se você lê o mangá como eu, sabe do que estou falando. Aqui em Stadium, seu time é composto por Pokémon fantasmas e venenosos. Ou seja, foi uma luta complicada pelos golpes de Haunter que fizeram Arcanine dormir, e Gengar que deixou Raichu confuso, sobrando para Alakazam a tarefa de salvar a partida. Mas o pior ainda estava por vir, porque a batalha seguinte foi contra Lance, o integrante mais forte da Elite Four.

Lance é conhecido por seu Aerodactyl. O Pokémon possui golpes como Hyper Beam e Sky Atack que tiram muita vida. Mas em Stadium, ele não foi o único problema. Na minha batalha, Lance também usou Lapras, que atacou com Confuse Ray e Thunderbolt – se minha Starmie pode usar um golpe elétrico, por que Lapras não poderia, não é? – e Dragonair. Com muito suor, venci a batalha utilizando Raichu, Starmie e Alakazam. 

Após derrotá-lo, recebi uma chave para acessar o andar seguinte do castelo. É hora de enfrentar nosso rival.

O rival nos aguarda

O time que ele utiliza nesta batalha varia de acordo com a versão do game que utilizamos para transferir nossos monstrinhos. Como não utilizamos esse recurso, lutaremos contra o time reservado para Pokémon de aluguel: Exeggcutor, Slowbro, Ninetailes, Clefable, Electabuzz e Pinsir. 

Como nossa equipe, os Pokémon do rival são de tipos variados. Fiquei em dúvida de qual trio escolher, mas acabei apostando em Arcanine, Starmie e Raichu. 

A batalha começou com Arcanine contra Pinsir. O adversário tinha fraqueza contra fogo, porém, não cedeu ao primeiro Fire Blast de Arcanine, respondendo com Seismic Toss. Ambos ficaram com pouco HP, porém, vencemos Pinsir repetindo o golpe no turno seguinte.

O rival enviou Ninetailes. Arcanine estava frágil, então o retornei para a Poké Ball e mandei Starmie. O Pokémon adversário era do tipo fogo, porém, possuía o golpe Dig. Starmie conseguiu derrotá-lo, porém, devido a esse golpe, também não estava apta a durar muito na batalha final.

Seu último Pokémon foi Slowbro. Continuei com Starmie, que tirou o máximo de HP que pode com Thunder. Foi seu último suspiro, pois Slowbro acabou com ela de forma brutal com Earthquake

Mas isso não foi um problema. Nessa hora já estava comemorando a vitória, pois ainda contava com Raichu, que atacou com Thunderbolt e acabou de vez com Slowbro, enviando nosso rival para fora do nosso caminho. 

A despedida do castelo

Ufa! Assim batemos o Gym Leader Castle. Vou confessar a você, leitor, que essa não foi a única vez que lutei contra a Elite Four para escrever este artigo. Contar apenas com Pokémon de aluguel para se arriscar em um game claramente feito para ser jogado com Pokémon que você cuidadosamente treinou em seu Game Boy, escolhendo cuidadosamente os seus golpes, não foi nada fácil. 

De início, comecei escolhendo Pokémon de acordo com a área do ginásio que iria enfrentar, mas logo percebi que essa ideia não daria certo. As listas de golpes dos Pokémon de aluguel não são previsíveis. É comum se deparar com um Pokémon de um determinado tipo que não possui um golpe poderoso que estávamos esperando.

Por esse motivo, encontrei-me em uma situação em que tive de dedicar um tempo maior para escolher quais Pokémon entrariam para o meu time. Por sorte, pude escolher alguns de meus favoritos, como Arcanine e Starmie. Essa última foi de uma ajuda sem tamanho por ser um Pokémon de água com um poderoso golpe elétrico. Nidoking, por sua vez, não teve muitas chances de usar seus chifres, mas fez bem seu papel em ser um Pokémon neutro para emergências.

Agora que colocamos nossa marca no Hall da Fama, tirarei férias dos monstrinhos e partirei para aventuras em outros mundos nintendistas. Para você que acompanhou desde a primeira parte, muito obrigado por acompanhar essa jornada! Até a próxima. 

Revisão: Vinícius Rutes Henning




Bruno Bonatto escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook