Os últimos 10 anos nas plataformas Nintendo contados pelas manchetes do NB

Muitas coisas aconteceram na Nintendo nos últimos dez anos. Vamos relembrar algumas das principais notícias pelos olhos dos nossos redatores.


Quando falamos em tecnologia, no período de meses, é possível observar e até mesmo participar de mudanças grandiosas. Com a Nintendo não poderia ser diferente. Desde a troca de presidentes, que impactaram diretamente nos rumos da empresa, desde falhas até sucessos de consoles — Wii U e Switch, respectivamente —, nenhuma dessas notícias que moldaram a história da Big N passaram despercebidas aos olhos de nossos redatores. Vamos, nesse artigo, recordar algumas dessas manchetes:

“Morre, aos 85 anos, Hiroshi Yamauchi, antigo presidente da Nintendo” 



Por Jameson Sheen, em 19/09/2013

“Posso garantir para você que eu, assim como muitos redatores do GameBlast, nos lembramos bem dessa figura e é realmente muito triste passar a notícia de seu falecimento. Yamauchi nasceu em 1927 e trouxe consigo uma personalidade forte, mão de ferro e até visto como arrogante por algumas pessoas. Era como aquele ‘avô à moda antiga’, sempre severo e brigão, mas no fundo você podia saber que ele estava certo. E por falar em avô, foi seu avô, Fusajiro Yamauchi, quem fundou a Nintendo em 1889. No entanto, foi Hiroshi que transformou a empresa no que ela é hoje.”

“Um ano de vida do Wii U: altos e baixos, lições e dilemas para o futuro de um console que ainda procura seu lugar ao sol”



Por Alex Sandro de Mattos, em 18/11/2013

“Há exatamente um ano, em 18 de novembro de 2012, o Wii U chegava às lojas norte-americanas e estreava, até então, sozinho uma nova geração de consoles domésticos com a promessa da Nintendo em inovar — mais uma vez — a forma de se jogar videogame. Após um bom início, o Wii U não emplacou como o esperado, não seguiu os passos do seu antecessor, sofreu com baixas vendas, poucos lançamentos e falta de apoio de third parties".

"Após um período ruim, o console tem mostrado sinais de recuperação. Com títulos excelentes, aliado ao corte de preço e uma campanha ativa da Nintendo para promovê-lo com bundles especiais, esse final de ano será crucial para o futuro do Wii U. O que a Nintendo tem a aprender com esse primeiro ano de vida de seu pupilo e quais fatores devem ser observados para os próximos meses?”.

“Após atrasos e cancelamentos, Nintendo encerra atividades no Brasil”



Por Sérgio Estrella, em 09/01/2015

“A Nintendo, que viveu sua era de ouro no Brasil com a representação da Gradiente, chegou a ter um ótimo período enquanto era representada pela Gaming do Brasil, com lançamentos nas datas ocidentais, eventos, e até o Nintendo Showcase, que apresentou o Wii U nacional em São Paulo para o público e jornalistas. A Nintendo também chegou a participar da Brasil Game Show 2012. Desde então, tivemos diversos problemas em seus serviços, como a questão nunca resolvida sobre os cartões de crédito nacionais, o eShop do Wii U que nunca foi lançado, e a completa falta de interesse em produzir seus consoles e jogos no país, iniciativa já tomada pelas concorrentes Sony e Microsoft.”

“Quatro anos de um sucesso: relembre a trajetória do Nintendo 3DS”



Por Ana Krishna Peixoto, em 26/02/2015

“Anunciado durante a E3 em junho de 2010, o Nintendo 3DS foi lançado no dia 26 de fevereiro de 2011 no Japão. Completando hoje seus quatro anos de vida, pode-se dizer que o portátil se tornou o melhor amigo de muitos jogadores que sempre fazem questão de levá-lo a todos os lugares, a fim de fazer um StreetPass aleatório pelo caminho ou até mesmo passar o tempo enquanto aguarda em uma fila. Com uma vasta biblioteca de jogos já lançados e outros que ainda estão a caminho, o 3DS se tornou um dos maiores sucessos da Nintendo.”

“Satoru Iwata: um jogador, um desenvolvedor, um presidente”



Por Alex Sandro de Mattos, em 13/07/2015

“Senhor Iwata, entenda que você não será esquecido, somos gratos por suas contribuições na indústria de jogos. Entenda que seu legado será visto nos próximos anos da Nintendo, com o NX, o projeto de Qualidade de Vida, a parceria com a DeNA para games em smartphones, o licenciamento de IPs para outras mídias e futuros jogos. Entenda que nós sentiremos sua falta nos Nintendo Directs, do "directly to you" e de seu carisma. Entenda que queríamos esse "velho de 55 anos de idade" apresentando novidades o tempo todo. Entenda que nós não entenderemos porque você partiu tão cedo... Por favor entenda.“

“NX não é uma nova versão do Wii, diz novo presidente da Nintendo”



Por Leandro Eidi Umezu Batista, em 03/12/2015

“Tatsumi Kimishima, novo presidente da Nintendo, falou em entrevista sobre o passado e o futuro da empresa, incluindo a decisão de lançar aplicativos para celulares e o futuro console com o nome provisório de NX".

"Segundo Kimishima, a Nintendo tem como objetivo aumentar o número de pessoas que têm contato com suas propriedades intelectuais. Para isso, a estratégia é aumentar a frequência na qual elas são vistas, seja através de parques temáticos, mercadorias, ou até mesmo apenas imagens ou interações visuais com as franquias. Isso também inclui a criação de aplicativos para smartphones.”

“Pokémon GO (iOS/Android) é lançado no Brasil”



Por Farley Santos, em 03/08/2016

“Depois de muita espera, finalmente Pokémon GO foi disponibilizado no Brasil. O aplicativo, que foi lançado no começo de julho nos Estados Unidos, está disponível para dispositivos iOS e Android. Hoje mais cedo a desenvolvedora Niantic já tinha indicado estar trabalhando para lançar rapidamente o jogo no território brasileiro — foi bem mais rápido do que esperávamos."

"Pokémon GO pode ser baixado gratuitamente na App Store e Google Play Store. Encontrou um PokéStop em local inusitado? Ou viu algum monstrinho raro? Compartilhe conosco suas descobertas.”

“Super Mario Run (iOS) é um passo na direção certa”



Por Renan Greca, em 20/12/2016

“Super Mario Run chega para mostrar que a Nintendo ainda sabe muito bem fazer um jogo divertido aproveitando-se de um sistema completamente distinto do tradicional. Ao evitar um modelo de monetização por microtransações, Miyamoto e companhia conseguiram minha simpatia — com certeza, irei revisitar o jogo com certa frequência durante as próximas semanas. Seria muito preferível se fosse possível jogá-lo sem depender de internet, mas, enfim, um jogo bom não deixa de ser bom por algo assim. Para nós brasileiros, inclusive, este é o primeiro jogo do Mario jogável completamente em nosso idioma nativo, como já havíamos visto em Miitomo.”

“Nintendo Switch ultrapassa a marca de 10 milhões de unidades vendidas”



Por Vinícius Veloso, em 12/12/2017

“O Switch já pode ser considerado um grande sucesso de vendas. Em pouco mais de nove meses, o console híbrido ultrapassou a marca de 10 milhões de unidades comercializadas. A informação foi divulgada pela conta oficial da Nintendo of America no Twitter."

"Se continuar neste ritmo, a expectativa é que a plataforma supere o número de vendas do Wii U (14 milhões) poucos dias depois de completar um ano de vida, em março de 2018."

“Novo presidente da Nintendo promete balancear originalidade e flexibilidade”



Por Alex Sandro de Mattos, em 26/04/2018

“Durante a conferência sobre os últimos resultados financeiros, foi anunciado que Tatsumi Kimishima deixará a presidência da Nintendo. A partir de 28 de junho deste ano, o cargo será ocupado por Shuntaro Furukawa, de 46 anos de idade, 22 anos mais jovem que Kimishima."

"A mudança promete ser uma nova era para a Nintendo. Formado na Universidade de Waseda, Furukawa trabalhou dez anos na Alemanha. Ingressou na companhia japonesa em 1994, atuando na divisão de marketing global e no conselho administrativo da The Pokémon Company. Ele passou a liderar a divisão de planejamento corporativo da Nintendo em 2015, contribuindo para o desenvolvimento de softwares e participando da criação do Switch.”

Por fim…

Muita coisa aconteceu ao longo dos dez anos do Nintendo Blast. É possível perceber que todas as manchetes citadas impactaram significativamente os rumos da empresa japonesa. E, por incrível que pareça, muitas das projeções não aconteceram da forma que eram esperadas. Mas entre altos e baixos, é inegável o impacto histórico e mercadológico recente da Nintendo no mundo dos consoles.

Revisão: Arthur Maia
Sérgio Damico Júnior escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook