Blast from the Past

Dragon Ball Advanced Adventure (GBA) traduz com perfeição a dinâmica da primeira fase do mangá

Relembre conosco as aventuras do jovem Goku em busca de seu desenvolvimento nas artes marciais.


Passei uma boa parte da minha infância lendo pilhas de edições do mangá de Dragon Ball. Sempre fui fascinado por ambas as fases da obra – que a versão animada e, consequentemente, a editora Conrad dividiram em DB e DBZ. Mas se fosse para apontar uma como preferida, sem dúvidas escolheria a primeira.


A história da infância e a juventude de Goku é repleta de aventuras temperadas com humor e personagens carismáticos. Um prato cheio de inspiração para games baseados no título. Porém, por muito tempo, não foi degustado como deveria.

Enquanto Dragon Ball Z possui excelentes títulos para todos os consoles, a fase clássica possui poucos – que, em sua maioria, poderiam ser mais divertidos. Dentre estes poucos, o que traduz melhor as aventuras do jovem Goku é Dragon Ball Advanced Adventure, lançado em 2004 para GBA.

Trata-se de um game de plataforma, com elementos de beat em’ up e luta, em que o jogador controla Goku por quase toda a fase clássica do mangá. A narrativa parte desde o encontro do herói com Bulma até a luta final contra Piccolo Daimaoh, deixando de lado apenas a batalha contra Piccolo Jr.
O início de uma grande amizade

“Vamos desvendar as esferas do dragão...”

O enredo é bem próximo ao do mangá original, mas faz algumas alterações em nome do gameplay (e da economia). Dentre as mudanças estão o fato de Goku nunca ter seu rabo cortado. Em nenhum momento podemos controlá-lo em sua forma de gorila, além de não ser possível jogar os momentos protagonizados por outros personagens – apesar de muitos serem controláveis após a primeira finalização. Fora estes detalhes, esta é a adaptação mais fiel de Dragon Ball em um game desse gênero. Até mesmo a batalha contra Oolong foi adaptada – e você pode jogar a aventura toda com ele!

“É força para lutar, é Dragon Ball...”

Discípulo e mestre se enfrentam
Um dos pontos altos do título é o fato do gameplay variar de acordo com o momento que está sendo representado da história. Em momentos de aventura, como a fuga do castelo de Pilaf e a invasão de Goku à torre da Red Ribbon, temos um beat em’ up. Quando o herói persegue Oolong transformado em foguete, temos uma luta nos ares na clássica nuvem voadora. Nos treinamentos com os mestres Kame e Karin, temos alguns minigames. Mas o prato principal está no sistema de batalha, que ganha uma encorpada em lutas um contra um após o treinamento com o mestre Kame.

Em lutas comuns, contra capangas ou chefes menos importantes, o jogador pode fazer combinações com socos, chutes e usar seu poder especial, o lendário Kamehameha. O bastão mágico também é um importante aliado ao longo do jogo. Com ele é possível atingir inimigos aéreos, atacar vários capangas ao mesmo tempo, além de devolver as balas dos vilões armados que vão em sua direção. Se a situação apertar, também é possível fazer uma combinação do rodopio do bastão mágico com o Kamehameha, resultando em um poderoso golpe.

Já nas lutas sérias, o jogador tem de focar em defender os golpes inimigos, quebrar suas defesas e levá-los ao ar para um golpe mais poderoso.

“São tantas maravilhas para descobrir...”

A vizinhança de Goku é cheia de perigos
Em termos visuais, este é um dos games mais bonitos baseados nesta fase do mangá. Os artistas capricharam na animação, que consegue transmitir o feeling da série. Isto pode ser notado principalmente nas lutas um contra um.

O modo aventura pode ser finalizado em poucas horas. Entretanto, o game oferece diversos extras que incentivam o replay. Dentre estes, destacam-se o modo “ONE-ON-ONE”, que seria o equivalente ao modo “Arcade” dos jogos de luta, e o modo “EXTRA”, que é liberado após o jogador concluir o game uma vez, permitindo que ele revisite os cenários e acesse áreas que estavam bloqueadas para pegar novos itens. Neste último, são liberados vários personagens do game para serem controlados, inclusive vilões como Piccolo Daimaoh.
A batalha contra a Red Ribbon chega aos ares
Com gameplay dinâmico, animações fluídas e uma imensidade de personagens jogáveis, Dragon Ball Advanced Adventure para GBA pode ser considerado o melhor game baseado nas estórias da infância de Goku. Porém, apesar da fidelidade, o título não substitui a leitura do mangá ou a apreciação do anime, sendo indicado para fãs carentes por um bom jogo de Dragon Ball – sem Z.

Revisão: Vinícius Fernandes
Bruno Bonatto escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook