Um Pokémon Open World "é uma possibilidade", segundo Junichi Masuda

Um mundo aberto de aventuras Pokémon está a caminho?


Não é difícil encontrar admiradores de games estilo Open World, ou seja, mundo aberto, nos dias atuais. Referências marcantes de jogos como The Legend of Zelda: Breath of the Wild (Switch/Wii U) e The Elder Scrolls V: Skyrim (Switch) são provas de como o gênero de aventura expandiu-se ao longo dos anos de indústria. Nesse viés, você já parou para analisar como seria um jogo de Pokémon nesse estilo?


Muitos imaginam um game assim, correndo em um vasto e belo mundo com Pokémon selvagens e podendo desencadear batalhas se aproximando dos Pokémon, que responderiam às suas ações em tempo real, assim como um rebanho de animais poderia. Será que isso, de fato, poderia acontecer?

Em uma entrevista recente, a Eurogamer colocou essa questão ao diretor da Game Freak, Junichi Masuda, mencionando jogos como Breath of the Wild e Super Mario Odyssey (Switch) como exemplos comparativos. Sua resposta foi naturalmente vaga, mas a possibilidade é totalmente existente. Confira a resposta:

Bem, você sabe, em geral, eu sempre quero encarar novos desafios e tentar fazer novas coisas com Pokémon. Você sabe que é uma questão diferente se os jogadores realmente gostarem desse estilo de jogo, mas na verdade você sabe, coisas como configurar um AI (Inteligência Artificial) para que você conheça Pokémon do mundo real, ou maneiras diferentes de apreciar o jogo, eu sempre estou pensando em como abordar a série Pokémon de um aspecto diferente. Então, nesse sentido, isso é sim uma possibilidade.
Paulo Vinícius é estudante e apaixonado por games desde seu primeiro contato com Duck Hunt e Ice Climbers do nintendinho em 2002. Fanático por Pokémon e admirador de diversas franquias, reúne seu tempo livre para escrever e tentar colocar suas séries em dia. Está no Facebook e Instagram.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook