Estúdio de animação Illumination comenta sobre planos para filme de Super Mario Bros.

Segundo coprodutor do filme, a adaptação da franquia para as telonas está sendo desenvolvida com prioridade e pode chegar aos cinemas em 2022.


No início do ano, a Nintendo anunciou que havia fechado uma parceria com o estúdio de animação Illumination Entertainment, conhecido por franquias como Meu Malvado Favorito e Minions, para a produção de um filme baseado em Super Mario Bros.. Em entrevista à publicação especializada em entretenimento Variety, Chris Meledandri, fundador do estúdio, comentou sobre a produção do longa-metragem.


Meledandri, que também é coprodutor da película, afirmou que adaptar o jogo para a linguagem cinematográfica é uma tarefa ambiciosa. "O desafio é pegar coisas que são muito ralas em sua forma original e achar profundidade que não comprometa o que gerações de fãs amam sobre Mario, mas que também pareça orgânico para a iconografia e que sustente uma estrutura de três atos", ele disse.

Para superar estes obstáculos, a produção conta com o apoio de Shigeru Miyamoto. Segundo o cineasta, o criador da franquia Super Mario está no centro do desenvolvimento do filme. Ele ressalta que raramente viu adaptações para o cinema levarem tanto em consideração as opiniões do criador original como nesse caso.

A entrevista também lembrou do filme Super Mario Bros., de 1993, conhecido por sua baixa qualidade. Apesar de dizer que este filme sofreu problemas por não envolver os desenvolvedores dos jogos no roteiro, o produtor disse que aprecia que esta primeira adaptação não tenha dado certo. Sobre a oportunidade de fazer uma nova leitura da série para as telonas, ele diz que "é mais excitante ou mais digno do que simplesmente fazer outra versão de um filme que já foi feito incrivelmente bem de início".

Meledandri reforçou que o filme de Super Mario Bros. está sendo desenvolvido com prioridade e que pode chegar aos cinemas em 2022.

Fonte: Variety
Daniel Morbi é jornalista, analista de mídias e entusiasta dos games desde que conheceu Pokémon Azul no Game Boy Color quando criança. De lá para cá, dedicou-se a plataformas Nintendo, apesar de se aventurar no Xbox e no PC ocasionalmente. É capaz de demorar anos para zerar um jogo e tem mais games do que consegue jogar. Você pode encontrá-lo no Facebook e, futuramente, em outras redes sociais, quando ele tiver coragem para alimentá-las.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook