Perfil

Dr. Mario, curando sua febre ou calafrios desde 1990

Há quem diga que ele também cura esquisitice


Mario deve ser um dos personagens com mais profissões, ao lado do Seu Madruga. Originalmente um encanador, nosso amado bigodudo já apareceu em diversos games como piloto de kart, cozinheiro, treinador de animais, dono de parque de diversões, empreiteiro, além de profissional em diversos esportes que pratica: golfe, basquete, futebol, baseball, tênis, etc.



Mas com certeza uma das suas especializações mais inusitadas é o seu diploma em medicina. Quem poderia imaginar que aquele gordinho italiano, sujo de graxa e que só entrava pelo cano, teria a paciência e dedicação necessárias para cursar os seis anos da faculdade (dez, se contar com as greves) e se tornar um pesquisador especializado em vírus?.

It’s-a me, Dr. Mario!

A primeira aparição de Mario com um jaleco foi em 1990 no primeiro game da franquia de puzzle: Dr. Mario, para o saudoso Nintendinho e o primeiro Game Boy. Nele o próprio doutor sabe que ninguém espera vê-lo dessa forma, como pode ser conferido no manual do jogo (tradução livre):
“Olá a todos! Eu sou o Mario. Como estão? Durante os últimos anos estive envolvido em alguma aventuras bem agitadas. Agora, acreditem ou não, estou trabalhando no laboratório de pesquisas sobre vírus, no hospital do Reino dos Cogumelos. Hoje estou prestes a começar minha pesquisa, como sempre.”

E não é que o “bigode” é um ótimo pesquisador? A sua maior invenção é fruto dos resultados de seus estudos: as Megavitaminas. Graças a elas somos capazes de exterminar os vírus tricolores (nada a ver com futebol) que aparecem na franquia: Vermelho - responsável por febre, Azul - causador de calafrios e Amarelo - que transforma pessoas em formas estranhas ou mesmo em outras espécies.

Para quem não conhece a franquia, Dr. Mario é uma série de quebra-cabeças onde o jogador deve alinhar as Megavitaminas com os vírus da mesma cor para fazê-los desaparecer, em uma jogabilidade que lembra bastante Tetris. Quando todos os vírus do nível são exterminados o estágio é concluído.

Plantão Médico -  Por onde anda o Dr. Mario?

A última vez que vimos o doutor em ação contra os vírus foi em 2015, no game Dr. Mario: Miracle Cure (3DS), apenas um ano depois de descobrirmos que seu irmão também tem um diploma em Dr. Luigi (Wii U). Entretanto, a Nintendo recentemente anunciou Dr. Mario World, que será lançado para Android e iOS em algum momento entre junho e setembro deste ano. Então, logo você poderá combater vírus na tela do seu smartphone.
Enquanto isso, Dr. Mario faz uns freelas como combatente em Super Smash Bros Ultimate (Switch). Afinal, nada mais normal do que o doutor sair pra dar uns sopapos na hora do almoço, não é mesmo? Na verdade, o pesquisador já faz parte da seleção de lutadores desde o segundo game da franquia: Super Smash Bros. Melee (GC), pulando apenas o game seguinte: Super Smash Bros. Brawl (Wii), pois estava de plantão provavelmente.

Na série de luta da Nintendo Dr. Mario é um “echo fighter” de Mario. Isto significa que ele é um personagem parecido, mas com sutis diferenças em sua jogabilidade e performance. No caso de Dr. Mario ele é mais forte, porém mais lento, arremessa Megavitaminas ao invés de bolas de fogo ‒ mudança também visível no seu Final Smash ‒ além de diversos ajustes e detalhes estéticos mais discretos.
Seja combatendo doenças ou personagens icônicos do mundo dos videogames, Dr. Mario é uma encarnação marcante do mascote da Big N e também uma das poucas oportunidades de vê-lo sem o seu característico chapéu vermelho.

Você já jogou algum game da franquia?
Lutou com Dr. Mario em Smash?
Nos conte nos comentários a sua experiência com o maior (e único, não fosse por Dr. Luigi) profissional de medicina do Reino dos Cogumelos!

Revisão: Pedro Franco

Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook