AI: The Somnium Files (Switch) será lançado mundialmente no dia 25 de julho

Novo jogo do diretor de Zero Escape, Kotaro Uchikoshi, coloca o jogado na pele de um detetive que pode investigar os sonhos das pessoas através de seu olho artificial.

Durante a GDC 2019, a Spike Chunsoft anunciou a data de lançamento de AI: The Somnium Files. O jogo de investigação criminal criado e dirigido por Kotaro Uchikoshi (Zero Escape) será lançado mundialmente para Nintendo Switch, PC e PS4 no dia 25 de julho.


A empresa descreve o jogo da seguinte forma:
Em uma Tokyo de um futuro próximo, o detetive Kaname Date investiga um caso de um misterioso serial killer. Date precisa investigar tanto as cenas dos crimes como sonhos em busca de pistas. Da mente de Kotaro Uchikoshi (criador de Zero Escape), com design de personagens de Yusuke Kozaki (NO MORE HEROES, série Fire Emblem), uma excitante aventura de detetive neo-noir está prestes a acontecer.

HISTÓRIA
Em uma noite chuvosa de novembro, o corpo de uma mulher é encontrado em um parque de diversões abandonado, montado em um cavalo do carrossel. Ela tinha sido esfaqueada múltiplas vezes, e seu olho esquerdo foi arrancado.
Kaname Date do departamento de polícia metropolitano chega na cena. Ele reconhece a mulher. De repente, ele escuta um barulho advindo de dentro do carrossel.
Ele invade a coluna central do carrossel e encontra uma jovem garota. Em suas mãos, ela carrega um furador de gelo ensanguentado...
Apesar de ainda não ter mostrado o gameplay, a Spike Chunsoft afirmou que deve revelá-lo em trailers em breve. Sabe-se que o protagonista pode utilizar seu olho artificial para investigar os sonhos das pessoas em busca de pistas dos crimes e que os cenários oníricos podem tomar formas diferentes de acordo com quem está sendo investigado.

Fonte: Gematsu

é formado em Comunicação Social pela UFMG e costumava trabalhar numa equipe de desenvolvimento de jogos. Obcecado por jogos japoneses, é raro que ele não esteja com um videogame portátil, sua principal paixão desde a infância.

Comentários

Google
Disqus
Facebook