Stage Select

The Legend of Zelda - Link's Awakening: Koholint Island, a ilha dos sonhos

Venha conosco em um tour de aventuras por paisagens paradisíacas (Atenção: contém spoilers de todo o enredo do jogo).


Seja bem vindo à Ilha Koholint, população: um punhado de pessoas, uma coruja, alguns outros animais e um monte de monstros. Surgida diretamente dos sonhos do grande Wind Fish (peixe do vento), este paraíso tropical possui diversos pontos turísticos altamente recomendados para o aventureiro à deriva. Venha curtir seu naufrágio com a gente e conheça tudo que nossa ilha tem a oferecer!


Sua primeira parada será inconsciente na praia e com a boca cheia de areia, sem contar outros locais em que a bendita cisma de entrar. Lá você será recebido pela nossa guia local: Marin, que fará o favor de lhe levar até a Vila Mabe para se recuperar da turbulenta chegada à Koholint. Quaisquer objetos que forem encontrados próximos de si na praia serão devolvidos por Tarin, pai de Marin, que parece ter um gosto peculiar por nomes que rimam.


Primeiras paradas: Monte Tamaranch, Caverna Tail e Pântano Goponga

A primeira coisa que irá chamar a atenção será o grande Monte Tamaranch, posicionado em local de destaque na cadeia de montanhas Tal Tal. Inconfundível não somente pela sua altura, mas também pelo gigantesco Ovo do Wind Fish que repousa em seu topo. Cartão postal de Koholint, esta será a parada final do nosso tour. Mas antes, precisamos curtir as demais atrações e coletar todos os oito Instrumentos das Sereias no caminho.

Agora, sob os cuidados do nosso guia Coruja, você será direcionado à Caverna “Tail” (me recuso a traduzir), um labirinto repleto de quebra-cabeças e inimigos onde está localizado o primeiro instrumento: o Violoncelo da Lua Cheia. Irá encontrar alguns rostos conhecidos por lá. Nossos amigos Goombas vieram diretamente do Reino dos Cogumelos para fazer um freela de verão neste labirinto.

A próxima parada é o Pântano Goponga, um excelente lugar para passear com o seu Chain Chomp de estimação. Aqui fica localizada a Gruta da Garrafa, nosso segundo labirinto, onde você irá encontrar o Berrante da Concha. Não muito longe também temos o cemitério. Cuidado onde pisa e não toque nas lápides, pois os zumbis e fantasmas não gostam de ser perturbados. Não desejamos que você se torne um residente permanente do local.

Segure as pontas para as Campinas Ukuku, o Castelo Kanalet e a Vila Animal

Saindo da Gruta da Garrafa é hora de conhecer as Campinas Ukuku, a maior região da ilha e pela qual nossos visitantes passam diversas vezes nas idas e vindas de nosso tour. Ao sul dela você encontrará a casinha de Richard, ex-membro da realeza que foi enxotado de seu castelo quando seus servos piraram na batatinha. Inclusive, este é o seu próximo destino: o Castelo Kanalet.

Antigo lar do Príncipe Richard, o local agora é dominado por monstros (incluindo mais Goombas freelancers) e é parada obrigatória para os nossos visitantes que não temem uma morte lenta e agonizante nos calabouços da construção. Após encarar os perigos de lá basta seguir para o próximo labirinto, a Caverna da Chave, onde encontrará o terceiro instrumento: o Sino do Lírio do Mar.

Para os mais puristas, guardamos uma surpresa: você pode encontrar a sua própria ocarina escondida pela ilha! Uma cortesia da “Koholint Travels”. Procure bem pois ela será extremamente importante para avançar pelo nosso tour. Por falar nisso, a próxima parada é a Vila Animal, cujos habitantes poderiam muito bem ter saído de um jogo Animal Crossing. Todos aqui são apaixonados pela linda voz da nossa guia Marin.


A seguir: Deserto Yarna, Túnel do Pescador e o Mambo do Manbo

Chegou a hora de ser parte do show! Pegue a sua ocarina e acompanhe o canto de Marin na canção tema de Koholint: A Balada do Peixe do Vento. De quebra, isso irá despertar a morsa que bloqueia o caminho para o Deserto Yarna, um lugar inóspito e repleto de perigos onde algum estagiário achou que era uma boa ideia esconder a chave do próximo labirinto.

Para refrescar um pouco do calor do deserto, nosso tour vai até uma cachoeira na base da cadeia de montanhas Tal Tal. Escondida atrás dela está a belamente adornada entrada do Túnel do Pescador, onde você pode adquirir um par de pés-de-pato que facilitam a habilidade de nadar e encontrar, por fim, a Harpa do Surfe.

Com seus novos calçados vale dar uma passada na caverna do peixe Manbo, nosso chefe do setor de “achados e perdidos”. Ele irá lhe ensinar uma canção, no gênero musical do Mambo, óbviamente, para tocar na ocarina e se teletransportar de volta à caverna ou para fora de labirintos. Muito útil caso você se perca durante o tour.


Uma pausa para relaxar e depois: a Casa do Fantasma e a Baía de Martha

Cansado de aventuras, monstros, correr para salvar a própria vida e outras emoções exclusivas do nosso tour por Koholint? Não se preocupe. Foi pensando nisso que nossa equipe preparou algumas atividades relaxantes para o aventureiro cansado. Você pode pescar na Vila Mabe, fazer um passeio de jangada ou curtir uma clássica máquina de garra com diversos prêmios, inclusive uma pelúcia do Yoshi!

Não é incomum que um fantasma local comece a assombrar nossos visitantes. Caso isso venha a acontecer, não se assuste, basta levá-lo até sua antiga casa de frente para o oceano e depois de volta ao seu exclusivo túmulo isolado, para um digno descanso. Uma recompensa aguarda aqueles que forem camaradas com o fantasminha.

Para prosseguir com o roteiro principal, prepare-se para mais água. O próximo labirinto fica no meio da Baía de Martha (nenhuma relação com a mãe do Superman… nem do Batman). Sua entrada é inconfundível e faz jus ao nome de Boca do Peixe-Gato. Lá dentro você irá encontrar a Marimba do Vento, nosso quinto instrumento.


Próximas paradas: Santuários da Face, a canção de Mamu e a Torre da Águia

Para o próximo labirinto você precisa ir no seu “irmão menor”, por assim dizer. O Santuário da Face do Sul é um rápido desafio contendo a chave e uma inscrição muito especial direcionada ao aventureiro que chegou até aqui no nosso tour: a revelação de que toda a Ilha Koholint irá desaparecer no instante em que o Peixe do Vento despertar. Então aproveite bem o seu passeio, pois é literalmente uma experiência única.

Com a chave em mãos, o seu próximo destino é o Santuário da Face, o sexto labirinto e local de repouso do Triângulo de Coral, mais um dos Instrumentos das Sereias. Sem mais delongas,  nosso tour vai lhe levar para um rápido quebra-cabeças baseado em placas. Apenas siga as setas até encontrar a caverna de Mamu, mais um membro musical da nossa equipe. Ele irá lhe ensinar uma nova canção para a ocarina, com poderes misteriosos.

De volta à Vila Mabe, o seu novo repertório musical terá o papel de ressuscitar um belo franguinho azul. Segurando bem firme você pode planar por longas distâncias e chegar a pontos até então escondidos de Koholint. Dentre eles, a Torre da Águia, o sétimo labirinto e local do próximo instrumento: o Órgão da Calma do Entardecer.


Chegamos ao fim: Pedra da Tartaruga, leve uma lembrancinha e o despertar.

Ao extremo oeste da cadeia de montanhas Tal Tal fica a Pedra da Tartaruga, o maior e mais traiçoeiro labirinto do nosso tour. Dentro você irá encontrar o oitavo e último instrumento: o Tambor do Trovão. Finalizada essa parte do passeio é chegada a hora do show de encerramento em um local mais do que especial: o próprio Ovo do Peixe do Vento. Mas antes...

Não se esqueça das lojas espalhadas por Koholint, repletas de souvenirs, como poções, flechas, bombas e tudo mais que um aventureiro precisa na sua luta pela sobrevivência. E se você optou pelo nosso pacote de viagem “DX”, não deixe de revelar as fotos do passeio. Caso você ainda tenha o seu Yoshi de pelúcia, essa é a última oportunidade de desapegar e fazer uma série de trocas em busca de um prêmio ainda maior: o Bumerangue.

Agora suba ao topo do Monte Tamaranch, toque a Balada do Peixe do Vento com a sua ocarina e assista os oito Instrumentos das Sereias completarem o show. O ovo finalmente se abre para o seu desafio final: você deverá encarar o pesadelo do Peixe do Vento, uma criatura capaz de mudar de forma  e que irá testar todas as suas habilidades. Isto é, a menos que você tenha o Bumerangue. Aqui em Koholint esta arma simples possui o poder de canhões.


Até mais... e obrigado pelos peixes!

Com a derrota suada (ou suave) do pesadelo, Koholint já era. Agradecemos a sua presença e esperamos que tenha comprado souvenirs o bastante para toda a família e amigos. Não se esqueça de segurar firme enquanto toda a realidade é distorcida ao seu redor.Você se encontrará novamente à deriva nos destroços de seu barco. Acima de si, o próprio Peixe do Vento voa em direção ao horizonte, agradecido por ter posto um fim aos seus pesadelos.

Não fique triste ao lembrar dos amigos feitos na ilha: Marin, Tarin, os animais… Todos eles viverão eternamente em sua memória e no carinho de seu coração, pois a amizade verdadeira transcende distâncias e até mesmo dimensões. E lembre-se que você poderá vê-los novamente e reviver todo o nosso tour ainda esse ano, com o lançamento do remake de The Legend of Zelda: Link’s Awakening para Nintendo Switch.
Revisão: André Carvalho

Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook