Animal Crossing: New Horizons (Switch) foi adiado para não sobrecarregar os desenvolvedores

Decisão de postergar o lançamento foi tomada com o objetivo de não submeter a equipe de produção a jornadas de trabalho abusivas.



O adiamento de Animal Crossing: New Horizons foi uma das poucas notícias ruins que recebemos durante a conferência da Nintendo na E3 2019. Originalmente previsto para esse ano, o game será lançado somente em 20 de março de 2020. A explicação dos motivos que levaram a essa decisão veio de Doug Bowser, novo presidente da Nintendo of America. Segundo o executivo, será necessário mais tempo para evitar que a equipe de desenvolvimento seja obrigada a cumprir jornadas de trabalho abusivas.


"Para nós, um dos principais lemas é que colocamos sorrisos nos rostos das pessoas e falamos disso frequentemente. É a nossa visão. A nossa missão, diria. Para nós, isso aplica-se aos nossos próprios funcionários. Temos de garantir que eles tenham um bom equilíbrio entre trabalho e vida", disse Bowser ao responder pergunta sobre o crunch — termo usado para se referir a épocas com carga de trabalho elevada — na indústria de videogames.

"Um dos exemplos disso é que não lançaremos no mercado um jogo antes de estar pronto. Acabamos de falar do atraso de Animal Crossing. É realmente importante termos esse equilíbrio no nosso mundo. É algo do qual nos orgulhamos", complementou.

Fonte: Eurogamer

É jornalista e obcecado por games (não necessariamente nessa ordem). Seu vício começou com uma primeira dose de Super Mario World e, desde então, não consegue mais ficar muito tempo sem se aventurar em um bom jogo. Diretor de Redação do Nintendo Blast.

Comentários

Google
Disqus
Facebook