Top 10

“Its dangerous to go alone!”: Os melhores equipamentos de The Legend of Zelda

Para salvar Hyrule da escuridão, Link precisa de muito mais que uma espada e escudo.


Na série The Legend of Zelda diversos são os elementos que tornam a jornada de Link uma aventura inesquecível: personagens carismáticos, uma história envolvente e a eterna luta do bem contra o mal. No entanto, parte da diversão presente na série Zelda se deve a variedade de equipamentos encontrados pelo herói ao longo do jogo. Além da espada e escudo, os itens trazem um estilo de fantasia medieval único, que moldam a imagem de The Legend of Zelda desde o primeiro lançamento em 1986.


A escolha dos equipamentos abaixo foi feita, principalmente, com base na versatilidade que eles promovem, ou seja, a capacidade de oferecer mais de uma função além da principal. No entanto, alguns itens foram considerados como hors concours (fora do concurso), por serem muito superiores se comparado a qualquer outro. Entre eles estão: a Master Sword, a Ocarina of Time e a Fierce Deity Mask. Apesar disso, tanto os itens abaixo listados, quanto os que ficaram de fora, simbolizam experiências que marcaram qualquer jogador de Zelda.

10 - Spinner 

Encontrado no Arbiter’s Ground, em The Legend of Zelda Twilight Princess, esse item traz uma experiência de gameplay completamente diferente do visto na série. Assim como todos os equipamentos descobertos em dungeons, seu uso é essencial para a travessia da fase, permitindo Link cruzar areias movediças e girar engrenagens. Apesar de não ser um item focado no combate, o Spinner trouxe para os jogadores uma das batalhas mais memoráveis para os fãs da série Zelda, na luta contra o boss Stallord. A única maneira de ferir o esqueleto gigante, durante a primeira parte da batalha, é atacando as vértebras da coluna com o item, em um estilo parecido com um pinball.


9 - Thunderspear

The Legend of Zelda Breath of the Wild trouxe para a série mecânicas completamente novas, assim como a maneira que os equipamentos são utilizados. Entre os diversos novos itens incluídos está a Thunderspear, uma lança elemental que contém o trovão da Thundra Plateau. Na última grande aventura de Link as lanças são alguns dos melhores itens para se usar em combate, por permitir causar dano a uma distância segura. No entanto, a thunderspear torna-se a melhor opção entre suas contrapartes por ter a capacidade de paralisar os inimigos, fazendo-os derrubarem as armas que estiverem carregando.


8 - Remote Bomb 

As bombas são itens de extrema importância no universo Zelda, aparecendo em praticamente todos os jogos da série. Com a possibilidade de escolher entre dois formatos (redondo e quadrado), as Remote Bomb alteraram completamente o uso desse item clássico, com a presença de mecanismos em templos que exigem o formato adequado para serem ativados.

Outro elemento que torna as bombas em The Legend of Zelda Breath of The Wild tão importantes é o seu uso em combate. Um momento em que isso é evidente é na DLC Trial of the Sword em que o jogador deve concluir uma série de desafios com os itens que encontra durante as fases, e por haver poucos equipamentos para coletar, as bombas ganham um destaque a mais na aventura.


7 - Beetle

O Beetle foi incluído em The Legend of Zelda Skyward Sword com o objetivo de ampliar a experiência do Wii Motion Plus. O item, que mais se parece com um drone primitivo, possibilita o jogador explorar locais inalcançáveis por Link, permitindo descobrir os segredos dos cenários.

O uso do Beetle varia conforme a criatividade do jogador, podendo ser usado como substituto das flechas e até mesmo para distrair inimigos distantes. No entanto, ao longo do jogo o item recebe um upgrade, tornando-se o Hook Beetle, que permite pegar itens e trazer de volta para Link. Além disso, o Hook Beetle pode ser usado para derrotar inimigos ao segurar bombas e soltando-as próximo a eles, como se fosse um mini avião de guerra.


6 - Flameblade

Este item não está na lista pelo dano que causa nos inimigos, que já não é muito alto, nem pela sua aparência luminosa, mas por ser um dos melhores itens de sobrevivência em Breath of The Wild. Na última aventura de Link, uma das principais inovações foi como a mudança climática afeta diretamente o personagem. Em Goron City, por exemplo, a temperatura é tão elevada que a maneira mais razoável para sobreviver ao clima é usando um equipamento à prova de calor. No entanto, como um dos principais objetivos do jogo é a exploração, muitos dos segredos se encontram nos lugares mais distantes, e nessa nova Hyrule quanto mais longe, mais frio fica.

 Entre as maneiras mais habituais usadas pelos jogadores para escalar os picos mais elevados está o de preparar comidas que aquecem o corpo e a barriga de Link. No entanto, usar um equipamento elemental tem uma função parecida, assim como as outras armas que produzem fogo, a Flameblade pode aquecer Link sem a necessidade de usar uma roupa para o frio ou comer algo para aquecê-lo. Além disso, esses itens excluem a necessidade de ter que carregar as pedras para criar uma fogueira, bastando apenas golpear a lenha.


5 - Mirror Shield

Espadas e escudos, é difícil imaginar um jogo de estilo medieval sem esses dois elementos. Assim que Link inicia a sua aventura esses são os primeiros equipamentos que ele encontra durante a jornada. Com o passar do jogo, o herói encontra versões superiores desses itens que facilitam ou equilibram o combate contra os inimigos: a Master Sword e o Hylian Shield. No entanto, em alguns jogos da série há o Mirror Shield, um escudo que tem a capacidade de defesa idêntica ao famoso Hylian Shield, mas que também permite refletir qualquer tipo de feixe de luz.

Apesar desse escudo ter sido incluído em diversos jogos da série, foi em Ocarina of Time que sua função teve mais importância. Na batalha contra Twinrova, a boss do Spirit Temple, a única maneira de derrotá-la é usando a capacidade do Mirror Shield de armazenar a energia, por alguns segundos, refletindo o dano contra ela. A maneira criativa e divertida de se usar um equipamento, recém descoberto na dungeon, para derrotar as supostas mães de Ganondorf tornou o item e a batalha em momentos inesquecíveis da série.


4 - Magic Cape

A Magic Cape é um item que só fui saber da existência anos depois de ter zerado A Link to the Past, pois ele é de difícil acesso e que não interfere em nada na história principal. A função da capa mágica é, basicamente, tornar Link imune a todos os efeitos externos. Com apenas uma sombra à mostra (vista apenas pelo jogador), nenhum inimigo pode ver e, consequentemente, atacar o herói (será que J. K. Rowling se inspirou nesse Zelda para criar os elementos da saga Harry Potter?). O mesmo se aplica para as armadilhas espalhadas por Hyrule que, enquanto a capa estiver sendo usada, não machucará o Link. No entanto, um item tão útil acaba sendo perigoso, pois drena a quantidade de magia rapidamente enquanto está sendo usado.


3 - Din's Fire

Quem já passou por situações desesperadoras em Ocarina of Time sabe o quanto Din’s Fire pode ser bem útil, pois esse item mágico queima todos os inimigos ao redor de Link o que, na grande maioria das vezes, acaba derrotando-os. Apesar de ter um efeito idêntico ao do Bombos Medallion de A Link to the Past, o Din’s Fire tem algumas características que tiraram o seu antecessor da lista. Primeiramente, a animação que aparece ao usar o item transmite a sensação de que o poder da deusa Din realmente pode derrotar qualquer inimigo que estiver por perto. Em segundo, a possibilidade de acender velas… Apesar de parecer um motivo bobo, em Ocarina of Time muitos segredos só são revelados acendendo tochas, e o jogador tem a opção de acertar uma flecha de fogo no ponto exato ou usar o Din’s Fire, sem se importar com a mira ou em gastar munição.


2 - Double Clawshot 

Assim como muitos dos melhores itens de The Legend of Zelda, a Clawshot foi introduzida em A Link to the Past, conhecido na época como Hookshot, tornando-se um dos principais equipamentos de Link desde então. No entanto, em Twilight Princess um dos itens mais úteis do arsenal do herói se tornou um dos mais divertidos de se usar. No jogo, primeiramente é encontrado em Lakebed Temple a Clawshot, que é utilizada desacompanhada até o jogador alcançar a dungeon City in the Sky, onde o item recebe um upgrade, tornando-se a double Clawshot.

Um paradigma de Zelda é de que um item encontrado na dungeon deve ser utilizado ao seu máximo, e em City in the Sky não é diferente, onde é possível utilizar a double Clawshot em diversas situações. Na épica batalha contra Argorok, o boss de City in the Sky, Link deve se prender em diversas plataformas até atingir o dragão pelas costas, fazendo com que o herói do crepúsculo se pareça com alguns super-heróis de quadrinhos.


1 - Goron Mask

Em The Legend of Zelda Majora’s Mask é possível encontrar ao todo 24 máscaras (sendo 21 opcionais), que permitem Link assumir diversas habilidades como, por exemplo, correr mais rápido e se tornar invisível para a sociedade. No entanto, três máscaras são obrigatórias para avançar na história que, por sua vez, transformam o herói em três raças conhecidas na série: Deku, Goron e Zora. Cada uma das máscaras dá a Link habilidades únicas que permitem interagir com diversos elementos espalhados por Termina.

 Apesar de cada raça trazer experiências completamente diferentes, a Goron Mask é a que mais se destaca das três. Diferentemente do mar, há muito o que se explorar nos campos de Termina, tendo muito chão para rolar em alta velocidade como um Goron. Além disso, quando Link está na pele do falecido Darmani III, ele pode ganhar espinhos que ferem qualquer inimigo que estiver no caminho. Outro elemento interessante dessas máscaras em Majora’s Mask é a capacidade de mudar a maneira como o mundo interage com Link: quando se é um Goron, por exemplo, muitos personagens começam a tratá-lo com mais respeito, recebendo até cantadas da mulher que trabalha no Treasure Chest Shop.


Algum equipamento marcou a sua jornada e ficou de fora? Deixe nos comentários.  

Revisão: Vinícius Fernandes
Fontes: Zeltik, Zelda Wiki e Zelda Dungeon 

Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook