O caminho até o Gigantamax: a evolução das mecânicas de batalha dos jogos core de Pokémon

Entre erros e acertos, as novas mecânicas de batalha revolucionaram como jogamos Pokémon.



Pokémon é uma das maiores e mais consagradas franquias da Nintendo. O sucesso é tanto, que todos os jogos lançados se tornam million sellers em pouquíssimos dias, isso quando não alcançam a marca ainda no dia de seu lançamento. Mas como é possível que este sucesso seja mantido após tantos jogos? A resposta é simples: além do carisma dos pequenos monstrinhos, a cada geração, a Gamefreak nos traz novidades que modificam e revolucionam a maneira como jogamos seus games.


As novidades inseridas a cada geração são diversas, porém, as mais impactantes são as relacionadas às mecânicas de batalhas, que entre erros e acertos, tentam proporcionar novas e divertidas experiências aos jogadores e, assim, dar novo fôlego à série.


Recentemente, com o anúncio de Pokémon Sword and Shield (Switch), fomos mais uma vez introduzidos a novas mecânicas de batalha, chamadas Dynamax e Gigantamax, que ao deixar os monstrinhos gigantes e, em alguns casos, mudar sua aparência, prometem revolucionar a maneira como batalhamos ao lado de nossos companheiros Pokémon. Se as mecânicas serão bem aceitas pelos jogadores, bastará o tempo para nos dizer.

Enquanto Sword/Shield não chegam, que tal relembrarmos as principais novidades relacionadas às mecânicas de batalhas que foram introduzidas ao longo da série dos queridos monstrinhos? Prepare sua mochila, carregue-a com muitas potions e revives que já estamos partindo para uma aventura. Que Celebi nos guie nessa viagem no tempo ao longo das gerações Pokémon!

O início – Pokémon Red/Blue


No início da franquia, as batalhas eram muito mais simples do que temos hoje, apenas um Pokémon contra o outro, trocando ataques entre turnos, sendo que os tipos do Pokémon, o tipo do ataque e os status dos monstrinhos determinavam o dano a ser cometido, o dano recebido e a ordem de ataque.

Tipos Metálicos e Noturnos, Itens de Batalha – Pokémon Gold/Silver


A segunda geração trouxe, como principal novidade, a introdução de novos tipos de Pokémon: Metálico e Noturno, que vieram para corrigir um dos principais problemas da primeira geração - o desbalanceamento dos jogos, principalmente em relação ao tipo Psíquico, que era extremamente poderoso. Além disso, foram introduzidos itens que, quando equipados pelos Pokémon, poderiam aumentar o dano causado por determinados ataques, em função do seu tipo ou até mesmo dar a vantagem de prioridade de ataque, entre outros efeitos; alterando a dinâmica das batalhas.

Batalhas em Dupla, IV/EV, Naturezas, Habilidades e Climas – Pokémon Ruby/Sapphire


A terceira geração foi muito aclamada entre os jogadores, trazendo mudanças profundas às mecânicas da franquia. A primeira é relacionada aos atributos (status) dos Pokémon, influenciados pelas naturezas, IVs e EVs. As naturezas são características fixas dos Pokémon que determinam quais atributos do monstrinho serão priorizados. Existem 25 naturezas, sendo 5 neutras e 20 que aumentam um determinado atributo enquanto diminuem outro. Já os IVs e EVs determinam os valores máximos que os atributos de um determinado Pokémon poderão alcançar. Habilidades foram adicionadas e agora cada espécie de monstrinho possui características únicas: alguns podem absorver dano de determinados tipos de ataques, se tornar imunes a outros ou até mesmo ter seus atributos temporariamente modificados em determinadas situações; entre outras habilidades. Os diversos climas também alteraram as dinâmicas das batalhas ao fortalecer / enfraquecer determinados tipos de ataques. Além de todas as novidades citadas, agora era possível realizar batalhas em duplas de Pokémon (2 vs 2).

Classes de Movimentos – Pokémon Diamond/Pearl


Em Pokémon Diamond/Pearl os movimentos dos monstrinhos foram divididos em 3 classes: “Físicos”, “Especiais” e “Outros”. Movimentos da classe “Físicos” têm seu dano influenciado pelo atributo “Ataque” (de quem executa) e “Defesa” (de quem recebe o ataque). Enquanto movimentos da classe “Especiais” têm seu dano influenciado pelo atributo “Ataque Especial” (de quem executa) e “Defesa Especial” (de quem recebe o ataque). A classe “Outros” agrupa movimentos como os de suporte, buffs, regeneração de HP, dentre outros.

Batalhas em Trio – Pokémon Black/White


Pokémon Black/White trouxeram a possibilidade de realizar batalhas em trios de Pokémon (3 vs 3), nas variações Rotation Battle (em que três Pokémon são enviados ao mesmo tempo para a batalha, mas apenas o Pokémon central poderia receber ataques, sendo possível rotacionar a plataforma de batalha e trocar o Pokémon central) e Triple Battle  (em que todos os monstrinhos podiam ser atacados a qualquer momento).

Mega Evolução e tipo Fada – Pokémon X/Y

Pokémon X/Y trouxeram umas das mecânicas de batalha mais aclamadas até então: as Mega Evoluções, que possibilitam que certos Pokémon evoluam temporariamente (até o final da batalha ou até serem derrotados), aumentando atributos, alterando a aparência, habilidades e até mesmo os tipos dos monstrinhos, tornando-os muito poderosos. Para que isso fosse possível, o Pokémon precisava estar segurando itens específicos para cada espécie. Além disso, o tipo Fada foi introduzido para balancear ainda mais as vantagens e desvantagens dos tipos de monstrinhos existentes no game.

Z-Moves – Pokémon Sun/Moon


Os Z-Moves, introduzidos em Pokémon Sun/Moon, são movimentos incrivelmente poderosos que só podem ser utilizados uma vez por batalha. Para ser ativado, é necessário que o personagem tenha um Z-Ring e o Pokémon tenha equipado um Z-Crystal, sendo que há um Z-Crystal para cada tipo Pokémon e o monstrinho deve possuir, no mínimo, um movimento do mesmo tipo do cristal a ser equipado.



De volta ao presente, com os olhos voltados para o futuro: Dynamax e Gigantamax – Pokémon Sword/Shield


Pokémon Sword/Shield estão prestes a serem lançados em 15 de novembro. Ainda não sabemos quais serão todas as mecânicas a estarem presentes no jogo, mas já conhecemos duas grandes mecânicas, batizadas de Dynamax e Gigantamax. Com elas, os Pokémon poderão se tornar gigantes temporariamente, por três rodadas, e todos seus movimentos se transformarão em golpes especiais chamados Max Moves. No caso do Gigantamax, além de ficar gigante, os raros Pokémon que podem sofrer esta transformação terão suas aparências alteradas e terão acesso a um movimento exclusivo de cada espécie, denominado G-Max Move. Tanto Dynamax quanto Gigantamax, necessitarão que a personagem tenha uma Dynamax Band equipada.
Não sabemos se estas novas mecânicas serão bem aceitas pelos jogadores, ainda mais por estarem substituindo as Mega Evoluções e os Z-Moves, que, ao que tudo indica, não estarão presentes nestes jogos. A resposta para esta questão caberá apenas ao tempo nos dizer. Como todo bom fã, torcemos para que as mecânicas sejam bem implementadas e nos tragam ótimas experiências com o game, revolucionando como jogamos Pokémon e como nos divertimos com os monstrinhos que mais amamos.

Estão ansiosos para a chegada de Pokémon Sword/Shield? O que acharam das mecânicas de Dynamax e Gigantamax? Conte-nos nos comentários.


Revisão: Jorge Neto

Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook