Eastward (Switch): confira o trailer de revelação e mais detalhes sobre a história do jogo

O jogo promete muitos mistérios, diálogos bem humorados e uma história comovente.

A publicadora Chucklefish e a desenvolvedora Pixpil, responsáveis por Eastward, anunciaram que o jogo chegará ao Nintendo Switch no ano que vem, depois que o título teve seu trailer de revelação incluso na apresentação Nintendo Indie World.


Além do trailer, também foi publicado um resumo oficial sobre a história do jogo e algumas de suas principais características. Confira:

Eastward é um lindamente detalhado e carismático jogo de aventura com elementos de RPG dos desenvolvedores indie, estabelecidos em Shangai (China), Pixpil.

Em uma sociedade em colapso de um futuro não muito distante, a população humana encolhe para um número tão baixo como nunca antes. Com o mundo ao seu redor caindo em ruínas, um esforçado mineiro chamado John acaba resgatando uma garota chamada Sam de uma instalação secreta subterrânea. Após fugir da cidade, essa inusitada dupla embarca numa jornada emocionante para descobrir a verdade sobre as origens da garota e o mistério por trás das criaturas sinistras que invadiram as cidades da região, devorando tudo e todos em seu caminho.

Inspirado pelas animações japonesas dos anos 90, o mundo vibrante da Eastward é trago à vida pela combinação de técnicas inovadoras de iluminação 3D e um estilo artístico pixelado-retro muito carismático.

Características do jogo:
Descubra o mundo maravilhosamente esquisito de Eastward. Embarque em trens e viaje nas ferrovias que cruzam esse país em decadência, fazendo paradas para explorar suas cidades populosas, campos inexplorados e florestas sombrias.

Afugente monstros bizarros e chefões ferozes com armas à sua escolha, seja uma arma de fogo, um lança-chamas ou até a sua velha frigideira de confiança.

Alterne o controle entre John e Sam para resolver quebra-cabeças nos ambientes e abra seu caminho em calabouços formidáveis, se separando para abrir passagens secretas ou se mantendo juntos enquanto exploram paisagens perigosas.

Conheça personagens peculiares com uma variedade de personalidades, ao mesmo tempo em que imerge em uma aventura com uma história comovente, recheada de diversão e humor excêntrico.

Tudo isso acompanhado de uma maravilhosamente animada trilha sonora composta por Joel Corelitz (Hohokum, The Unfinished Swan, The Tomorrow Children, Gorogoa), como produção de áudio do estúdio irlandês Hyperduck Soundworks (Dust: An Elysian Tail, Kigdom Rush)

Por enquanto é isso. E é com grandes expectativas que ficamos no aguardo de mais informações sobre essa carismática aventura e torcendo para que o tempo voe e 2020 chegue logo.




Estudante de Letras, apaixonado por vídeo-games e música. Gosta de conversar sobre hobbies em comum, receber dicas e recomendações e de capturar monstrinhos de bolso enquanto explora Hyrule.

Comentários

Google
Disqus
Facebook