Pokémon Championships Latin America 2020: valeu a pena visitar?

Participamos do evento e contamos tudo o que rolou por lá.

Entre os dias 15 e 17 de novembro de 2019, na cidade de São Paulo (Brasil), aconteceu o Pokémon Championships Latin America 2020. Tivemos a oportunidade de participar desse evento e trazemos para vocês as nossas impressões, compartilhando um pouco das experiências vivenciadas. Bora ficar atualizado sobre o que rolou por lá?

Acesso e Check-in

O torneio ocorreu no Centro de Eventos Pro Magno, localizado no Jardim das Laranjeiras, bairro de São Paulo (Capital). Ao chegar no local, logo após a porta principal, já era possível ver a área de check-in, onde os visitantes eram recebidos por uma equipe de credenciamento muito gentil, que, rapidamente, realizavam os cadastros e conferências necessárias para a liberação das credenciais de acesso. Vale destacar que era fácil encontrar falantes de diversas outras línguas (como inglês e espanhol) entre os membros da organização do evento, facilitando a comunicação com os visitantes estrangeiros. Ponto para a organização do evento!


Tendo recebido as credenciais de acesso, os visitantes eram direcionados ao primeiro andar do pavilhão. Passavam pela área de segurança, com revistas e detectores de metais, e tinham acesso ao espaço, não muito grande, reservado para o evento de Pokémon.

Áreas do Evento



Murais de fotografia

Foram montados espaços com banners do torneio e dos Pokémon para que os visitantes pudessem tirar fotografias e registrar a presença no evento.

Costumer Service

Existia uma área em que os visitantes poderiam obter informações sobre o evento, tais como mapa do pavilhão, programação dos torneios, regras de participação, entre outras.

First Step

Sem dúvida alguma, essa área foi a principal atração para os espectadores do evento (e uma das únicas além do torneio em si). Nela era possível ter um primeiro contato com o Pokémon TCG (Trading Card Game), onde, com o auxílio da staff, os visitantes eram incentivados a montar um deck inicial, que poderia inclusive ser levado embora, tudo isso gratuitamente. A visita ao espaço era dividia em 4 momentos (steps):
  • Estação Pokémon
Na primeira estação, os visitantes poderiam selecionar 16 dos seus Pokémon favoritos dentre as centenas de cartas disponíveis. Preferencialmente, os Pokémon selecionados deveriam pertencer ao mesmo tipo (energia). O maior desafio era conseguir encontrar todas as cartas da linha evolutiva de um Pokémon. Nunca até então as habilidades de garimpo dos visitantes foram tão colocadas à prova como ali. Depois de uns bons minutos de buscas (ou hora, como no meu caso), seguia-se para a próxima estação.

  • Estação Treinadores
Nessa estação os visitantes poderiam escolher 28 cartas de treinador, que agrupavam itens, energias especiais e cartas de apoiadores. Também havia uma quantidade enorme de cartas disponíveis para serem garimpadas e selecionadas. Contudo, a busca nesta estação não levava tanto tempo quanto na anterior. Concluída essa etapa, seguia-se para a próxima estação.


  • Estação Energia
Nesta estação os visitantes recebiam 16 cartas de energia de acordo com o tipo de deck montado (tipo dos Pokémon selecionados). Com isso, completavam-se as 60 cartas do deck e os visitantes poderiam avançar para a próxima fase da visita ao espaço.
  • Explicação das regras e como jogar TCG
Na estação final, os visitantes eram apresentados as regras e estratégias básicas do jogo. Ali, podiam praticar um pouco com a assessoria dos membros da staff. Nada como aprender na prática, não é mesmo?

Ao concluir o treinamento, duas surpresas aguardavam o agora jogador: primeiro, o recebimento de uma moeda especial para ser utilizada em suas partidas. Segundo, como toda boa escola, havia a formatura, que presenteava o jogador com o Certificado Oficial de Treinador Pokémon! Nada como presenciar o nascimento de novos mestres Pokémon!

Side Events e Prize Wall

Além do torneio principal, eram realizados torneios paralelos [Side Events] entre os visitantes (mediante pagamento para inscrição, na maioria dos casos). Os vencedores adquiriam pontos que poderiam ser acumulados e utilizados na troca por brindes.  Por Arceus! E que brindes! Um mais lindo que o outro! Indo desde pelúcias, à blisters, caixas para armazenamento de cartas e outros. Qualquer fã Pokémon iria à loucura com estes brindes!

Kids Area

Para os pequeninos, havia um espaço de recreação, onde eles poderiam brincar, assistir Pokémon e realizar diversas outras atividades enquanto seus pais descansavam um pouco nas poltronas localizadas na entrada desta área.

Lounge / Charging Zone

Um dia tudo chega ao fim. Nossas baterias de celulares, Switch e outros devices sabem muito bem disso e não são exceção. Já prevendo isso, foi montado um aconchegante lounge, repleto de puffs, onde os visitantes poderiam descansar, enquanto deixavam seus aparelhos carregando e renovando as forças para mais uma rodada de evento. Graças à Zapdos!

Alimentação

Assim como nossos aparelhos, também precisávamos repor as energias. Para isso, foi montada uma área de alimentação, com diversas opções de comidas, como lanches, tapiocas, chocolates, bebidas e outros snacks.


Competition Area

Por último, mas não menos importante, havia a área do torneio principal. No centro do espaço, havia um palco com duas mesas, uma para TCG (à esquerda) e outra para VGC [Video Game Championship] (à direita) – destinadas à liga Master. Ambas eram gravadas, sendo suas partidas transmitidas por meio da internet, no canal oficial de Pokémon no YouTube e na Twitch, recebendo, inclusive, narração e comentários nessas mídias digitais. Abaixo, encontram-se as gravações das partidas transmitidas pelo YouTube:







Também haviam muitas mesas destinadas às ligas Junior e Senior, dispostas à direita e à esquerda do palco principal da liga Master.



No VGC, foram utilizados os jogos Pokémon Ultra Sun/Ultra Moon como base para o torneio, sendo permitido inclusive o uso de lendários. Para TCG, foram permitidas as cartas de Sun & Moon – Cosmic Eclipse Expansion, Sun & Moon – Ultra Prism e Black Star Promo SM94 em diante.

Para que os espectadores pudessem ver detalhes das partidas, haviam dois telões, um à direita e outro à esquerda do palco, reproduzindo as partidas que aconteciam no centro, porém, sem comentários, narração e até mesmo som! Com isso, acompanhar as partidas presencialmente acabava sendo um pouco tedioso. O evento todo era silencioso demais, ao menos para quem acompanhava ao vivo, diretamente do pavilhão.



Indo aos resultados, o primeiro lugar de VGC foi alcançado por James Baek (Jamesspeed1); seguido por Javir Valdes (IRNemesis) na segunda posição; e por Eric Rios (Riopaser) e Juan Salerno (Juanfi) em terceira/quarta posição.



Para TCG, a primeira posição ficou com Robin Schulz e a segunda com Bryan De Vries.



Após as premiações, encerrava-se oficialmente essa edição do Pokémon Championships Latin America.

Veredito: Valeu a pena visitar esse evento?

Definitivamente sim! Todo bom fã de Pokémon precisa, ao menos uma vez, vivenciar pessoalmente a experiência de participar de um torneio oficial, mesmo que seja apenas como espectador. A possibilidade de conhecer pessoas que compartilham de um interesse em comum, no caso a paixão por essa franquia e seus produtos, é muito legal e certamente marcante, possibilitando, inclusive o surgimento de novas amizades (como no meu caso). É claro que houveram pontos negativos, como o espaço pequeno em que o evento foi realizado, poucas atrações (atividades) para os espectadores visitantes e a baixa interação do público com o torneio em si, devido a ausência de narração e comentários no espaço físico do evento (uma vez que isso abrangeu apenas as mídias digitais). Contudo, esses pontos negativos não diminuem a experiencia que foi proporcionada pelos organizadores. O evento foi muito bem organizado como um todo, o ambiente era extremamente familiar e acolhedor, sendo possível de ser frequentado por todas as faixas etárias sem maiores preocupações. Assim, recomendamos a participação de todos em futuras edições.





Se você participou desse evento, comente abaixo como foi sua experiência, estamos curiosos para saber!

Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook