Pokémon GO (Mobile): confira o que foi encontrado sobre as Mega Evoluções na última atualização

Grupo PokeMiners descobriu possíveis novidades sobre a entrada do sistema no jogo.


Pouco sabemos sobre as Mega Evoluções em Pokémon GO (Mobile). As informações da sua chegada ao jogo não foram compartilhadas pela Niantic, que aparenta estar protegendo o tesouro de especulações. Embora o mistério, o sistema Mega já foi confirmado inclusive pela própria Nintendo.


Recentemente, no update 0.185 do jogo, um grupo de mineradores de dados encontrou alguns detalhes escondidos no que aparentava ser apenas mais uma simples atualização. No entanto, o PokeMiners trouxe um conteúdo que não estava visível e que envolve o sistema das Mega Evoluções.

Para relembrar, esse modo surgiu na sexta geração da série. Sua mecânica, que opera nas batalhas, afeta os poderes dos Pokémon envolvidos, dando um impulso nos status de quem pode se transformar. Sua inclusão no jogo de celular promete reconfigurar o conceito das batalhas.

Ao que tudo indica, as Mega Evoluções terão um sistema de Mega Energia, que pode ser similar ao conceito de doces já presente. Nas primeiras buscas pelos dados, houve a menção de Candy para a Mega Evolução. Contudo, a mudança de nome foi feita para Energy, pensada talvez para não causar confusões entre os dois conceitos.

O composto de energia será usado para Mega Evoluir os Pokémon. Cada monstrinho terá sua própria energia, que poderá ser adquirida em Mega Reides, tarefas de pesquisa e missões. O nível de amizade do treinador com o Pokémon influenciará no gasto de energia para realizar a evolução. De acordo com os rumores, as novas reides serão diferentes, inclusive tendo suas próprias músicas e novos compartilhamentos de poder entre os Pokémon presentes.

Os mineradores também encontraram o termo Quest na pesquisa, o que pode significar que haverá missões relacionadas ao processo de Mega Evolução. A busca revelou uma pesquisa especial para Beedril e sua Mega Evolução. Quanto aos outros monstrinhos, foi especulado que os primeiros contatos do jogo com a mecânica se dará com o trio de iniciais de Kanto.

O método de Mega Evolução deve ser temporário, implicando que os Megas serão revertidos ao seu estado normal depois de um tempo. Estima-se que o tempo inicial será de duas horas. Os Pokémon terão um aumento em seu poder, mas, ainda não se sabe em qual escala.

O sistema contará com suas próprias animações, tanto para evoluir, quanto no retorno ao estágio normal. No display dos monstrinhos, teremos informações específicas, como PC, nome e um determinado número na Pokédex, podendo essas formas terem suas entradas próprias na biblioteca.

Mais detalhes sobre essa extração de dados podem ser conferidas nas postagens do PokeMiners, que também tratam de outras adições do update ao jogo. Não custa reforçar: os dados ainda não são oficiais. Embora isso tenha sido encontrado nos sistemas da atualização, tudo ainda pode ser mudado pela Niantic antes do lançamento dessa função. As informações estão em constante renovação, afinal, nada disso é garantido.

A expectativa é grande para a chegada das Mega Evoluções. Embora incertas, essas informações divulgadas podem nos ajudar a conter a empolgação por essa implementação. Afinal, é apenas uma questão de tempo para o sistema chegar ao Pokémon GO.


Fonte: PokeMiners

Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.


Disqus
Facebook
Google