Jogamos

Análise: A Hero and a Garden (Switch): uma jornada de penitência e crescimento pessoal

Mistura de visual novel com clicker conta a bela história de um herói derrotado.

Desenvolvido por npckc, A Hero and a Garden é uma curiosa mistura de visual novel e clicker na qual um herói derrotado é forçado a cuidar de um jardim. Pensado como um jogo curtinho e despretensioso, ele consegue ainda assim oferecer uma grata surpresa com sua bela história sobre penitência, aceitar as diferenças e crescimento pessoal.

Mais do que um herói, uma pessoa

Lendas sobre uma princesa presa na torre de uma terrível bruxa circulavam. Com sua bela voz, ela encantava os humanos que se aproximavam do local, mas nenhum tinha coragem de salvá-la. Um dia, um herói apareceu, derrotando os vários monstros que se encontravam em seu caminho para poder alcançar a torre, mas ele foi derrotado antes de concluir seu objetivo.

Na pele desse herói, o jogador fica preso em um jardim. Para poder se livrar da maldição da bruxa, ele terá que colher frutos, vender para os monstros que moram na região e usar o dinheiro arrecadado para reconstruir o vilarejo que ele mesmo arruinou. Afinal, os monstros também têm suas próprias vidas e muitos deles foram atingidos pelo ataque.
 
Conforme trabalha no lugar, o protagonista tem a oportunidade de avaliar os seus atos, entender melhor a situação daqueles monstros a quem atacou e até mesmo repensar na sua vida. Trata-se de uma jornada de crescimento pessoal em que o pequeno “herói” tem a chance de compreender os seus erros, pagar por eles e se tornar em uma pessoa melhor, capaz de aceitar as diferenças entre indivíduos.

Mesmo com uma narrativa simples, é gratificante a forma como o herói aprende mais sobre a vida daqueles a quem atacou e tem um crescimento perceptível. Nesse sentido, o jogo faz um trabalho de desconstrução de alguns clichês de fantasia para criar uma situação muito fácil de associar com a vida real. Pessoalmente, meus olhos inclusive encheram de água em alguns momentos por eu ter me afeiçoado bastante aos personagens e às situações relatadas.

Cuidando do jardim

Além da narrativa, outro aspecto importante do jogo é o seu gameplay como clicker. A Hero and a Garden segue a seguinte estrutura: clique nas frutas do jardim, venda, converse com o cliente para receber o pagamento e use o dinheiro para pagar os consertos. Essas ações devem ser repetidas algumas vezes até acabar a maldição, com taxas progressivas de vendas de frutas até chegar a 100 de cada.

Assim como a narrativa, esse trecho de jardinagem também é simples. O jogador pode clicar na tela para coletar uma fruta ou usar os botões específicos de cada arbusto (Y, X, B, L ou R). Cada arbusto pode carregar no máximo três frutas, sendo possível coletá-las todas de uma vez através dos cestos.
 

Conforme a narrativa avança, novos arbustos são adicionados até que o jardim tenha cinco pontos de coleta. Vale destacar que uma vez feita a missão de entregar 100 unidades de uma mesma fruta, não será mais vantajoso colhê-la, já que a única forma de avançar na história e obter dinheiro é concluindo as tarefas indicadas.

Cada arbusto segue um ritmo de geração de frutas diferente e não é possível acelerá-los de nenhuma forma. Vale destacar que o jogador conta com um morceguinho para auxiliar na tarefa, mas ele é bastante devagar, sendo mais natural não esperá-lo.
 
A tarefa de cuidar do jardim é simples e tediosa, representando bem a maldição do herói, mas também acaba não sendo um forte atrativo. Outro aspecto negativo é que o jogo é curto demais e não oferece incentivos para ser rejogado por não haver praticamente nenhuma variação na história ou nas missões que precisam ser concluídas além de mudanças de ordem.

Visualmente, o título conta com artes em estilo desenho infantil. Elas são coloridas e fofas, ajudando a dar uma boa leveza ao contexto ao mesmo tempo em que remete a fábulas nas quais o jogo é claramente inspirado. Momentos especiais da história, como os múltiplos finais (obtidos com base na última escolha do jogador), são apresentados como quadrinhos menores na tela.

Um mundo surpreendentemente cativante

 
De forma geral, A Hero and a Garden é um jogo curto e simples. Uma combinação de visual novel com clicker que mostra um mundo cativante com poucos personagens, oferecendo uma narrativa surpreendentemente envolvente e desenvolvida rapidamente. Se por um lado o gameplay é tedioso, por outro é uma obra que fiquei muito feliz de ter a oportunidade de conferir e que acho que vale a pena ser jogada para quem busca apenas uma pequena experiência narrativa casual.

Prós

  • Personagens curiosos;
  • Trama bem desenvolvida em curto tempo;
  • Estilo visual colorido e fofo que remete aos desenhos infantis de fábulas;
  • Possibilidade de alternar entre controles de toque e botões quando quiser.

Contras

  • Gameplay clicker simples e tedioso;
  • Experiência bem curta e sem variações que incentivem o fator replay.
A Hero and a Garden — Switch/PC/PS4/XBO/Mobile — Nota: 7.5
Versão utilizada para análise: Switch
Revisão: Davi Sousa
Análise produzida com cópia digital cedida pela Ratalaika Games


é formado em Comunicação Social pela UFMG e costumava trabalhar numa equipe de desenvolvimento de jogos. Obcecado por jogos japoneses, é raro que ele não tenha em mãos um videogame portátil, sua principal paixão desde a infância.


Disqus
Facebook
Google