Jogamos

Análise: Doki Doki Literature Club Plus! (Switch) continua a surpreender com seu conteúdo extra

Além dos gráficos melhorados, as novas histórias paralelas dão mais profundidade às personagens.

analise doki doki literature club plus switch monika fourth wall

Desde seu lançamento gratuito para PC em 2017, Doki Doki Literature Club — também conhecido por DDLC — passou a ser referência não apenas pela quebra da quarta parede, mas também pelas reviravoltas em sua trama. Agora também disponível para donos de consoles, Doki Doki Literature Plus! expande a experiência já proporcionada pelo jogo base com histórias paralelas e outros conteúdos desbloqueáveis, conferindo à visual novel certo fator de rejogabilidade.

Conteúdo não apropriado para crianças e pessoas sensíveis

Apesar de ter um visual bonito, colorido e chamativo, DDLC sempre teve como primeiro foco o terror psicológico. Embora a versão original possua um breve aviso quanto ao conteúdo do jogo, mais detalhes deveriam ser conferidos em seu site oficial, deixando o jogador no escuro quanto aos conteúdos apresentados durante a jogatina caso ele ignorasse essa instrução.

DDLC+, contudo, dá a opção de o jogador não apenas ler uma versão completa do aviso assim que uma nova campanha for iniciada, como também a possibilidade de habilitar spoilers sempre que um dos temas abordados for aparecer durante a jogatina. Dessa forma, por mais que os avisos quebrem um pouco a dinâmica da trama, as pessoas ficam totalmente cientes do que acontecerá a seguir.

analise doki doki literature club plus switch content warning

Bem-vindo ao Clube de Literatura novamente!

DDLC+ não adiciona nenhuma novidade ao jogo base, mas traz inúmeras melhorias em termos de gráficos, que agora suportam a resolução de 1080p HP, e configurações de jogo, cujas principais novidades são a adição de outros idiomas (incluindo o português brasileiro) e a possibilidade de habilitar spoilers para aviso de conteúdo.

O plus no nome não é à toa: os novos conteúdos desbloqueáveis estendem de modo significativo a jogatina, com destaque especial para as histórias paralelas (side stories). Desbloqueáveis conforme se avança em cada rota da visual novel, essas seis pequenas narrativas, divididas em duas partes cada, contam um pouco mais sobre as personagens antes dos acontecimentos em DDLC, conferindo a elas mais profundidade e até mesmo novas interpretações — em outras palavras, Sayori, Natsuki, Yuri e Monika deixam de ser meros estereótipos coloridos de tropos existentes em animes e mangás.

Os outros conteúdos adicionais desbloqueáveis, como artes conceituais e CGs extras, embora também atrelados a ações feitas durante a campanha atual, garantem certo valor de rejogabilidade a DDLC. Existem também alguns bônus que são obtidos ao manipular arquivos do jogo, mas isso será explicado no tópico a seguir.

A transição do PC para os consoles

A principal dúvida que eu tinha em relação ao port para consoles era referente à manipulação dos arquivos do jogo, algo essencial para completar a visual novel. Para minha surpresa, DDLC+ conta com uma “emulação” de sistema operacional próprio (e fictício) no qual é possível acessar as mais diversas pastas relacionadas ao conteúdo do jogo.

Por mais que muitos arquivos não possam ser abertos ou manipulados logo de cara, cumprir certos requerimentos os deixa acessíveis. No geral, esses documentos são apenas easter eggs, mas bastante interessantes por transportar o jogador ainda mais para o universo de DDLC.


A “emulação” é ainda mais completa ao permitir que o jogador ouça a trilha sonora em um tocador próprio — este, vale mencionar, possibilita a criação de lista de reprodução com as músicas favoritas, além de também reproduzi-las aleatória e continuamente. Além disso, o jogador ainda pode usar as artes e CGs desbloqueadas como papéis de parede para a área de trabalho virtual.

Por fim, vale destacar que a versão para Switch conta com total suporte à tela sensível ao toque, deixando a jogatina mais agradável de certa forma. Nenhum problema em gráfico ou de performance foi identificado tanto no modo portátil quanto no modo TV.

analise doki doki literature club plus switch reset virtual machine

Just Monika?

Para quem tem curiosidade de conhecer ou revisitar uma das melhores experiências metalinguísticas dos últimos anos, Doki Doki Literature Club Plus! traz não apenas o jogo base na sua íntegra, mas também diversos conteúdos extras desbloqueáveis, conferindo certa rejogabilidade à visual novel. Contudo, é necessário frisar que o conteúdo original não foi alterado e, mesmo com os inúmeros avisos presentes durante a jogatina, deve ser evitado por pessoas que não se sintam confortáveis com os temas apresentados. Uma coisa é certa: a imersão está melhor do que nunca.

Prós

  • Gráficos melhorados;
  • Fator de rejogabilidade garantido com os conteúdos extras;
  • Dez opções de idiomas, incluindo o português brasileiro;
  • Opção de habilitar aviso quanto ao conteúdo durante a jogatina;
  • Total suporte à tela sensível ao toque do Switch;
  • Ótima pedida para quem não conhece o jogo original.

Contras

  • Jogabilidade repetitiva devido à falta de pistas para desbloquear os conteúdos adicionais.

Doki Doki Literature Club Plus! — Switch/PC/PS5/PS4/XBX/XBO — Nota 9.0
Versão utilizada para análise: Switch

Revisão: Thais Santos
Análise produzida com cópia digital adquirida pela redatora



Também conhecida como Lilac, não consegue viver sem música. Livros e quadrinhos fazem parte de sua biblioteca. Adora filmes, jogos, animações e experiências culinárias, sobretudo doces. Prefere ser chamada por Ju.


Disqus
Facebook
Google