Vem aí

Prévia: 13 Sentinels: Aegis Rim (Switch), um dos jogos mais aclamados de 2020, ganha sua versão híbrida

O jogo que se transformou em um cult no PS4 promete ganhar fãs também no Switch.

13 sentinels aegis rim switch

Com uma pontuação média de 85 pontos no Metacritic — e um 10 redondinho no GameBlast —, 13 Sentinels: Aegis Rim se destacou no PS4 por conseguir fazer com que uma aparente salada mista se transformasse em uma refeição completa. O jogo, que mistura visual novel e estratégia em tempo real, também presta suas homenagens ao gênero sci-fi e agora poderá ser aproveitado no Nintendo Switch.

Eu, você e um robô gigante

Criaturas gigantescas e monstruosas sempre marcaram presença na ficção científica, especialmente no Japão. Conhecidas como kaijus pelos nipônicos, elas são o foco em 13 Sentinels, ameaçando a vida dos moradores de uma pacata cidade. Com um quê de Neon Genesis Evangelion, 13 jovens são escolhidos para pilotar os misteriosos Sentinels, robôs gigantes que representam a única esperança da humanidade.

Apesar de ser uma temática vastamente explorada em diversas mídias, o não-mais-exclusivo de PS4 consegue surpreender ao fragmentar a história em 13 narrativas, cada qual sob a perspectiva de um protagonista. É justamente aqui que mora um dos pontos altos do jogo: a trama brinca com a ideia de loops temporais, sendo que, para avançar na aventura, é preciso acompanhar esse vaivém entre protagonistas até que todas as peças do quebra-cabeça se encaixem em seus devidos lugares.

13 sentinels aegis rim switch

Essa fragmentação também explora outros conceitos de ficção científica, como os clássicos viagem temporal e universos paralelos. Não é de se negar que 13 Sentinels aposte em uma alta dose de leitura durante a jogatina — felizmente, o jogo conta conta com dublagem integral em japonês e inglês —, mas também apresenta um combate que faz jus ao termo “em tempo real” ao colocar o jogador para controlar seis personagens simultaneamente enquanto enfrenta hordas e mais hordas de kaijus.

A cereja do bolo dessa ação estratégica fica por conta da composição dos times. Além de cada um dos Sentinels ter seus próprios pontos fortes e fracos, sendo indicados para lidar melhor contra determinados tipos de monstrengos, usar os mesmos personagens repetidamente acarreta a impossibilidade de eles serem usados em combates posteriores, graças à penalidade chamada Brain Overload.

Contudo, tudo isso não basta para dizer que a fórmula realmente deu certo. A jogatina só fica completa com a unicidade visual de 13 Sentinels, com belíssimas artes em 2D que conseguem ilustrar de modo único o que se passa na trama.

13 sentinels aegis rim switch

13 adolescentes e o futuro da humanidade

13 Sentinels: Aegis Rim, antes um exclusivo para PlayStation 4, chega ao Switch para somar à biblioteca do console híbrido. É difícil não se impressionar com essa mistura de estilos única e belamente ilustrada que conta uma história ainda mais singular e fortemente baseada em clássicos da ficção científica. Se o jogo já fez bonito uma vez no PS4, os vídeos promocionais já divulgados prometem o mesmo nível estético no Switch — agora só nos resta ver para crer.
13 Sentinels: Aegis Rim — PS4/Switch
Desenvolvimento: Vanillaware
Gênero: aventura, estratégia, visual novel
Lançamento: 12 de abril de 2022
Expectativa: 5/5
Revisão: Davi Sousa

Também conhecida como Lilac, é fã de jogos de plataforma no geral, especialmente os da era 16-bits, com gosto adquirido por RPGs e visual novels ao longo dos anos. Fora os games, não dispensa livros e quadrinhos. Prefere ser chamada por Ju e não consegue viver sem música. Sempre de olho nas redes sociais, mas raramente postando nelas. Icon por 0range0ceans
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google