Presidente da Nintendo comenta sobre transição para próximo hardware após Switch

De acordo com Shuntaro Furukawa, a empresa está realizando ações para fazer uma transição suave para a próxima geração.

Imagem de Shuntaro Furukawa, presidente da Nintendo, segurando um Nintendo Switch

A Nintendo publicou, nesta quarta-feira (11), a transcrição da sessão de perguntas e respostas realizada entre Shuntaro Furukawa, presidente da empresa, e investidores após a divulgação dos resultados financeiros para o ano fiscal encerrado em março de 2022.


Embora uma tradução oficial ainda não tenha sido disponibilizada, o contribuidor do site VGC, Robert Sephazon, transpôs para inglês um trecho da conversa em que Furukawa comenta sobre a transição para a próxima geração de consoles após o Nintendo Switch.

Segundo o executivo, a companhia vê que um de seus maiores obstáculos será fazer uma transição suave entre o Switch e o próximo hardware, visto a experiência da passagem do Wii para o Wii U e do Nintendo DS para o Nintendo 3DS.

Para conter perdas de consumidores, a Big N planeja "construir relacionamentos de longo prazo" com consumidores, usando experiências fora dos jogos eletrônicos.

Confira as palavras de Furukawa traduzidas por Sephazon:
"Nós já anunciamos uma porção de nosso planejamento de softwares que serão lançados até a próxima primavera [japonesa]. Diferentemente do passado, nós continuamos a ter uma grande variedade de jogos a serem lançados, mesmo após cinco anos de lançamento. Isso é porque o Nintendo Switch teve um lançamento suave, permitindo que focássemos todos os nossos recursos de desenvolvimento em uma única plataforma.

No entanto, a questão de saber se seremos capazes de fazer uma transição tão suave do Nintendo Switch para a próxima geração de hardware é uma grande preocupação para nós. Baseado em nossas experiências com o Wii, Nintendo DS e outros hardwares, é muito claro que um dos principais obstáculos é como fazer uma transição fácil de um hardware para o próximo.

Para ajudar a aliviar esse risco, estamos focando em construir relacionamentos de longo prazo com nossos consumidores. Enquanto continuaremos a lançar novos softwares para Nintendo Switch, também providenciaremos serviços que usam Contas Nintendo e outras IPs fora de softwares de jogos. Pretendemos que isso ajude a criar um impacto duradouro com nossos clientes.”

Nesta terça-feira (10), a Nintendo revelou que o Switch alcançou a marca de 107,65 milhões de unidades vendidas em todo o mundo.

Fonte: VGC


Jornalista, analista de mídias e entusiasta de games desde que jogou Pokémon Azul no Game Boy Color nos anos 90. De lá para cá, tenta aproveitar ao máximo todos os consoles no pouco tempo que a vida adulta permite. Se não está escrevendo para o Blast ou demorando anos para zerar um jogo, está no Twitter (@DanielMorbi) e no Instagram (@daniel.skm)


Disqus
Facebook
Google