Dicas e Truques

Pokémon Stadium (N64): Melhor time para vencer a Poké Cup

Veja quais são os monstrinhos de bolso ideais para superar os desafios da competição mais nobre de Pokémon Stadium.

Pokémon Stadium é conhecido por trazer o universo Pokémon para o plano tridimensional e marcou sua geração. A possibilidade de jogarmos com os bichinhos alugados dentro do jogo trouxe uma camada de profundidade no sentido de não obrigar o jogador a comprar duas ou três versões para se divertir, como é feito nos dias de hoje.

Isso significa que cada competição presente no game pode ser desfrutada por qualquer pessoa que tiver sua cópia, não precisando das versões Red/Blue para “zerar” os torneios. É evidente que se você tivesse os jogos do Game Boy, a dificuldade era significativamente menor, já que podíamos usar Pokémon com movimentos melhores.

Após o anúncio do lançamento de Stadium para o pacote adicional do Nintendo Switch Online, muito se falou sobre o acesso às versões Red/Blue para permitir essa integração entre os jogos, porém não foi isso que aconteceu.

Desse modo, temos que nos contentar com os Pokémon alugados, que não são nada bons, mas dão conta do recado. A seguir, traremos a melhor equipe para vencer a Poké Cup, torneio utilizado como referência para competições da época. Boa leitura!

Poké Cup

O torneio Poké Cup possui um conjunto de regras diferente das demais competições de Stadium. Aqui, os Pokémon estão no Lv.50, e caso você importe suas crias dos cartuchos de Game Boy, monstrinhos até o Lv.55 podem ser usados; no entanto, o trio selecionado não pode ultrapassar o Lv.155 (50+50+55).


Este torneio conta também com quatro divisões: Poké Ball, Great Ball, Ultra Ball e Master Ball, sendo o primeiro o nível mais fácil e o último mais difícil. Essa característica treina o jogador de certa forma, ao ponto de, quando chegar na categoria Master, já estar acostumado com as mecânicas do jogo e com os movimentos dos Pokémon.

Dodrio

Figurinha carimbada na primeira geração, o avestruz de três cabeças é muito potente e se encaixa em praticamente qualquer equipe. Seu principal trunfo era Tri Attack, do tipo NORMAL.

Na primeira geração, o tipo do golpe é o que determina se o Pokémon usaria Attack ou Special como base para cálculo de dano. O tipo NORMAL, assim como FLYING, usava Attack, e como Dodrio é conhecido por sua velocidade e ataque físico, temos em mãos uma arma poderosa.


Ainda, suas opções de suporte são Agility e Reflect, permitindo o aumento de velocidade (e de quebra chance crítica), e também aprimorar as defesas de sua equipe por cinco turnos, algo crucial nessa geração.

Hitmonlee

Nosso batedor físico será Hitmonlee. Equipado com High Jump Kick — sem o dano de recuo absurdo ao errar que temos hoje — e Mega Kick, golpe do tipo NORMAL que arredonda a cobertura neutra. No passado, vários tipos de golpes nos monstrinhos não era algo comum, e Hitmonlee é o clássico exemplo disso.

Muito forte no setor ofensivo (físico) e o mais rápido entre os Pokémon do tipo FIGHT, Hitmonlee só não causava dano na linha evolutiva de Gastly. Sendo assim, se o adversário possui resistência ao tipo FIGHT, com certeza não terá ao tipo NORMAL.


Infelizmente, as defesas baixas e pouco HP reduzem sua efetividade em batalhas longas, ou seja, aquelas que duram mais do que cinco turnos. No entanto, nas três primeiras categorias, Hitmonlee é excelente e será muito bem usado.

Starmie

É praticamente impossível imaginar um time de Pokémon alugados no Stadium sem considerar a estrela do mar. Starmie é muito bem balanceada e possui movimentos potentes para ameaçar grande parte dos Pokémon de Kanto.

Seja na ofensiva ou absorvendo golpes por seus colegas, Starmie se sobressai inclusive pelo fator tipos: a combinação WATER/PSYCHIC é muito boa, especialmente pelo segundo, dominante na primeira geração.


Para você ter uma ideia do potencial de Starmie, este Pokémon tem acesso a Surf e Thunder nesse formato, já que o moveset é ligeiramente alterado entre as copas do game. Surf é poderoso e carrega STAB, enquanto Thunder permite que Starmie supere outros Pokémon do tipo WATER, além de ter 30% de causar o efeito PARALYZE.

Jynx

Mais um Pokémon que não pode faltar em uma melhor equipe, considerando o universo da primeira geração de Pokémon. Jynx é usada na melhor equipe para as versões Red/Blue, FireRed/LeafGreen (tanto para Venusaur como Charizard como inicial), Prime Cup do Stadium e agora para a Poké Cup.

Mas, o que torna Jynx tão incrível? Simples: golpes fortes, dois tipos maravilhosos ofensivamente e atributos condizentes com a sua proposta. A combinação ICE/PSYCHIC é extremamente dominante em Kanto, tendo à sua disposição Ice Punch e Psychic como opções.


Agora, não pense que Jynx é apenas um Pokémon ofensivo. O adversário está em vantagem? Lovely Kiss nele!  Graças à mecânica (roubada) de SLEEP na primeira geração, quando um Pokémon é colocado para dormir e acorda, não pode atacar no turno em que desperta. Antigamente, acordava-se em um turno para se mover no outro. Use e abuse disso.

Jolteon

Você deve estar se perguntando: se Starmie tem Thunder, por que ter um Pokémon do tipo ELECTRIC? A resposta está na distribuição de atributos. Como dissemos anteriormente, o dano é calculado com base no tipo. Crítico é baseado na velocidade. Qual Pokémon é rápido e possui bom Special? Jolteon!

A evolução elétrica de Eevee é um dos monstrinhos mais rápidos de Kanto, perdendo apenas para Electrode e empatando com Aerodactyl. Isso é muita coisa. Hoje não parece tanto, mas naquela época, Jolteon era muito bom.


O que o difere dos demais Pokémon do tipo ELECTRIC é a capacidade de superar os monstrinhos do tipo GRASS com o movimento Pin Missile. Na primeira geração, muitos dos Pokémon de grama também eram do tipo POISON, e como o tipo BUG possui vantagem contra ambos, com três ou quatro acertos podemos nocautear um Vileplume.

Persian

O gato persa de Kanto conquistou sua posição em virtude das mecânicas de dano crítico da primeira geração. Calculado com base na velocidade do monstrinho, o dano crítico era bem presente, e como Persian pode aprender Slash, um movimento que possui chance maior de aplicar o efeito, temos 100% de chance e com STAB, já que ambos são do tipo NORMAL.

Nenhum outro monstrinho nessa regra consegue replicar esse cenário, tornando Persian um Pokémon muito valioso para finalizar partidas, ou seja, assim que os adversários estiverem com pouco HP ou a luta se estendeu demais, deixando-os prejudicados, com certeza Slash irá finalizá-los sem problemas.


Ainda, seu moveset contém Bubble Beam, golpe do tipo WATER para vencer Golem e Rhydon, resistentes a Slash. Vale lembrar que Persian não deve ser usado como fonte primária de dano, pois suas defesas não são boas e pode ser facilmente nocauteado.

Esperamos que com esta equipe você consiga derrotar os treinadores da Poké Cup e ficar um passo mais próximo para liberar o Round 2, onde o nível de dificuldade é consideravelmente elevado.

Sentiu falta de algum Pokémon na equipe? Acredita que outros monstrinhos de aluguel poderiam aparecer? Deixe seu comentário e vamos conversar sobre o tema!
Revisão: Davi Sousa

Fã de carteirinha da franquia Pokémon desde os oito anos de idade, teve seu primeiro contato com os monstrinhos de bolso no Game Boy Color e de lá para cá, são mais de 25 anos de alegria. Fanático por vídeo-games, gostaria de poder jogar mais tempo do que trabalha.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google