Os melhores jogos das Tartarugas Ninja já lançados para consoles Nintendo

Aproveite o lançamento do novo filme e reveja os jogos da franquia que marcaram os consoles da Nintendo.



Leonardo, Raphael,Michelangelo e Donatello. Quando juntos, esses nomes representam um símbolo maior até mesmo do que os artistas renascentistas que os inspiraram.

Criadas em 1984 por Kevin Eastman e Peter Laird, as Tartarugas Ninja tornaram-se um marco notável na cultura pop. Emergindo em uma época em que a cultura asiática estava em alta devido aos filmes de artes marciais e, posteriormente, com o lançamento da primeira série animada, denominada Teenage Mutant Ninja Turtles, em 1987, seus criadores também incorporaram ao quarteto de irmãos alguns elementos da cultura hip-hop, como a prática do skate, as expressões usadas pelos personagens e até mesmo referências a movimentos sociais, incluindo a famosa frase Turtle Power, com o objetivo de aumentar a visibilidade da série animada.

Durante os anos 80, filmes como Karate Kid solidificaram a imagem do ninja na mente popular e rapidamente essa figura foi transportada para os jogos, incluindo a série Ninja Gaiden, Shadow of Ninja e Ninja Crusaders, lançados no NES. Com o sucesso comercial da série animada e dos brinquedos licenciados, não demorou muito para que as Tartarugas Ninja também ganhassem adaptações para as plataformas da época.

No dia 31 de setembro, estreou o novo filme das Tartarugas Ninjas, intitulado As Tartarugas Ninja: Caos Mutante, que já nasceu como um sucesso, contando com um elenco estelar composto por Jackie Chan, Seth Rogen, John Cena, Ice Cube e Giancarlo Esposito. Como uma modesta homenagem a este ícone cultural, apresentamos neste artigo alguns dos melhores jogos da franquia já lançados nos consoles da Nintendo, buscando não só mostrar os títulos que se enquadram nessa categoria, mas também alguns que acabaram se destacando, seja por sua jogabilidade ou gráficos.



Teenage Mutant Ninja Turtles (NES)

Lançado em 1989 para o NES, este foi o primeiro jogo integrante do universo das Tartarugas Ninja. Na trama, April foi sequestrada pelo Destruidor, líder do Clã do Pé e arqui-inimigo das tartarugas, assim como de seu pai adotivo, o rato mutante conhecido como Mestre Splinter. Em decorrência desse acontecimento, o quarteto composto pelas tartarugas inicia uma busca por sua amiga nas ruas da cidade de Nova Iorque.

O jogo se destaca por alternar entre um mapa urbano simples (lembrando os antigos Dragon Quest e Final Fantasy) que, em determinados pontos, possibilita ao jogador entrar em fases de plataforma 2D. Um ponto positivo é a inclusão de um elemento raro nos jogos da franquia: a opção para alternar entre as tartarugas a qualquer momento, cada uma delas possuindo sua própria barra de vida e seu estilo de combate exclusivo.

Teenage Mutant Ninja Turtles IV: Turtles in Time (SNES)

Considerado pelos fãs como a quintessência do potencial de um jogo para as Tartarugas Ninja, Turtles in Time é um jogo de ação side-scrolling lançado em 1991. Inicialmente, o título estreou nos arcades, mas, devido ao seu sucesso, acabou recebendo uma versão para o SNES.

Na trama, o Destruidor rouba a Estátua da Liberdade e, ao tentar evitar esse acontecimento, as Tartarugas são transportadas em uma viagem através do tempo, alternando entre fases situadas no passado e no futuro. Turtles in Time é um jogo que envelheceu de forma admirável, levando em consideração a sua simplicidade (em grande parte devido ao seu gênero) e também a beleza de seus cenários.

Neste jogo, os jogadores podem selecionar apenas uma tartaruga; no entanto, até quatro jogadores podem participar da mesma campanha. As animações de Turtles in Time ainda se destacam nos dias de hoje, especialmente em momentos frenéticos em que os inimigos são arremessados em direção à tela.

Teenage Mutant Ninja Turtles: Tournament Fighters (SNES)

Em um movimento parecido com aquele de popularização da cultura asiática, principalmente o repentino fascínio do Ocidente por artes marciais, surgiram também os jogos de luta como Street Fighter e Mortal Kombat. Lançado em 1993 para SNES, Teenage Mutant Ninja Turtles: Tournament Fighters é um jogo que possui como objetivo apenas surfar nessa mesma onda dos jogos de luta, porém, apostando em personagens já conhecidos.

Além de Leonardo, Rafael, Michelangelo e Donatello, o jogo contava com alguns poucos personagens disponíveis para se jogar. Por não ter uma história propriamente dita e contar com pouca variedade de personagens, sendo alguns destes totalmente desbalanceados, Tournament Fighters acabou caindo no esquecimento pela maior parte dos fãs. 




Teenage Mutant Ninja Turtles III: Radical Rescue (Game Boy)

Tendo tanto história quanto mecânicas parecidas com o primeiro jogo de SNES, Radical Rescue foi lançado em 1993 para Game Boy. Entretanto, desta vez temos um metroidvania em que, para avançar em determinadas áreas, precisamos trocar de personagem e utilizar habilidades únicas de cada tartaruga, todas remetendo a alguma habilidade utilizada por Samus em jogos da saga Metroid. Leonardo perfura blocos quebradiços ao criar uma broca com suas katanas, Rafael se esconde em seu casco para se infiltrar em espaços apertados, Michelangelo gira seus nunchakus para que se transformar em uma espécie de helicóptero e Donatello pode usar seu bastão para se apoiar e escalar paredes.



Teenage Mutant Ninja Turtles (GameCube)

Em 2003,as Tartarugas Ninja receberam uma nova animação, com traços maduros, mas que ainda se destinava ao público infantil. No mesmo ano, era lançado para os consoles da sexta geração, incluindo o GameCube, o jogo intitulado como Teenage Mutant Ninja Turtles.

Trata-se de um beat ‘em up 3D, que, mesmo tendo uma jogabilidade repetitiva e com pouca variedade de inimigos, tem como principal destaque os gráficos em cel shading. A trama do jogo é a mesma da animação lançada no mesmo ano

Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder's Revenge (Switch)

O mais recente desta lista, Shredder's Revenge foi lançado em 2022, desenvolvido pela mesma equipe responsável pelo sucesso Streets of Rage 4. O jogo segue a mesma fórmula de Turtles in Time, permitindo que até seis jogadores participem  da mesma sessão.

Além de Leonardo, Rafael, Michelangelo e Donatello, o jogo oferece a possibilidade de jogar com Mestre Splinter, April e Casey Jones.


Recuperando o passado

Com o passar dos anos, inúmeros jogos foram lançados para a franquia, que, de certo modo, passou algum tempo esquecida em meio à febre dos filmes de herói. Nos últimos anos, tanto suas histórias em quadrinhos quanto seus jogos têm sido resgatados graças ao lançamento da HQ The Last Ronin, mostrando um futuro distópico quanto ao lançamento do próprio filme Caos Mutante no último dia 31 de agosto.

Isso mostra o quanto as Tartarugas Ninja são um grande nome da cultura pop e que, por um bom tempo, ainda estarão no imaginário de todos os seus fãs. Vale lembrar que, recentemente, todos os seus jogos das eras 8 e 16-bits foram resgatados na coletânea Teenage Mutant Ninja Turtles: The Cowabunga Collection (disponível na Nintendo eShop), além de algumas versões que ficaram apenas nos arcades. Como adição para esses jogos, alguns deles receberam um modo online e cooperativo local. 

E você? Tem algum jogo favorito das Tartarugas Ninja nos consoles da Nintendo que não apareceu na lista? Conte para nós!

Revisão: Juliana Paiva Zapparoli

Estudante de Letras e desenhista amador. Adorador fervoroso de Dragon Quest e Breath of Fire. Estranhamente influenciado pela cultura do hip-hop.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google