Vem aí

Prévia: Super Mario Bros. Wonder (Switch) promete tradição com novidade

Wonder é o primeiro Mario em 2D após mais de uma década.



Super Mario Bros. Wonder
é o principal lançamento da Nintendo e de seu mascote no fim de ano, sendo o primeiro jogo de plataforma em duas dimensões do Mario após mais de uma década. Nesta prévia, discutimos como estão nossas expectativas pré-lançamento em relação ao título, principalmente levando em conta a fatiga que a série New nos deixou com os games tradicionais de plataforma do encanador.

O velho novo



New Super Mario Bros. U (Wii U/Switch) foi o último jogo em 2D de Mario e o quarto título da subsérie New, que teve seu início no Nintendo DS. Apesar de bastante sólida e sem grandes problemas, esta linha de games trouxe uma certa sensação de cansaço aos jogadores após muitos títulos em seguida e com pouca inovação, o oposto do que é geralmente aplicado aos Marios 3D.

Cada aventura era muito parecida com a anterior em diversos aspectos, desde o estilo de arte até os temas das fases. Em geral, o primeiro mundo era composto por grama, o segundo o deserto, o terceiro a praia tropical, etc. Isso pode ter inspirado a Nintendo em criar Super Mario Maker (Wii U), já que dar a habilidade aos jogadores de criarem seus próprios estágios serviria como uma solução temporária a um possível esgotamento de ideias dos desenvolvedores.




Super Mario Bros. Wonder parece ter levado toda essa sensação e criticismo ao seu favor. Desde seu anúncio, o título demonstra trazer uma aventura de plataforma tradicional do encanador, mas com a vontade de evoluir a jogabilidade e distingui-lo do marasmo da subsérie New.

A nova jornada de Mario em duas dimensões ainda parece utilizar muito das bases de seus antecessores, como o multiplayer de até quatro jogadores, ao mesmo tempo que traz novas ideias. A impressão que temos é que o time esteja tentando fazer o que Super Mario Odyssey fez com a jogabilidade “collect-a-thon” dos títulos 3D: aproveitar da base de Super Mario 64 e Super Mario Sunshine (GC) para criar algo único e melhor que seus predecessores.

Uma enorme trupe de personagens



A lista de novidades conhecidas até o momento é grande! O enredo, que continua básico como a qualquer Mario, é um pouco diferente dado à presença da Princesa Peach no elenco de personagens jogáveis. A trama inicia-se no Reino das Flores, onde o Príncipe Florian está realizando uma cerimônia junto aos nossos heróis, quando Bowser repentinamente aparece e interage com uma flor misteriosa, transformando-se em um castelo voador com poderes de alterar a realidade por onde passa e espalhar o caos.

O elenco de personagens é grande: teremos a possibilidade de jogar com Mario, Luigi, Peach, Toad (Azul e Amarelo), Toadette, Daisy (pela primeira vez!), Nabbit e até mesmo Yoshi. Diferente de jogos como Super Mario Bros. 2 (NES) ou New Super Mario Bros. U Deluxe, no entanto, desta vez todos os personagens possuem as mesmas habilidades e são controlados de forma igual.


A exceção à essa regra fica com Nabbit e Yoshi. Nabbit herda sua configuração da série New e é completamente imune a qualquer dano, porém ao custo de não conseguir usar potencializadores. Yoshi funciona da mesma maneira, mas ainda mantém algumas de suas particularidades, como seu salto flutuante e sua língua que pode engolir e cuspir inimigos ou objetos.

Esses personagens podem ser utilizados em jogatina cooperativa de até quatro jogadores simultâneos, porém somente de forma local. A novidade fica por conta de que não há colisão entre os heróis como havia nos jogos da série da New, o que certamente deve deixar a aventura menos caótica.

Embora o multiplayer cooperativo tradicional esteja presente apenas no modo local, Wonder trouxe formas de jogatina online. Ao conectar na internet, é possível visualizar outras pessoas jogando o jogo ao mesmo tempo que você e interagir de forma mais passiva com elas, como compartilhando itens ou revivendo jogadores.



Além disso, é possível deixar “estandes” pelos estágios conforme você joga. Um jogador, ao morrer, pode voltar à vida automaticamente ao interagir com um estande, o que os torna interessantes de serem colocados próximos a locais difíceis de atravessar. Essas interações mais passivas lembram um pouco os sistemas de Dark Souls (Multi), em que há a possibilidade de colocar dicas ou visualizar brevemente como outros jogadores estão jogando a mesma seção que você.

Flores por todo lado

As estrelas do show, no entanto, são as flores fenomenais! Elas são o mesmo artefato que Bowser estava procurando no começo da aventura e possuem a habilidade de causar efeitos a quem as toca e ao seu redor. Estão espalhadas por todo o Reino Flor e possuem o objetivo de trazer variedade aos estágios.


Os efeitos ao tocar uma flor fenomenal em uma fase podem variar desde criar vida aos canos até a alteração da perspectiva do mapa. Além disso, algumas delas podem transformar o herói em um Goomba ou até em uma pedra, da mesma forma que ocorrem as transformações por captura de inimigo de Mario Odyssey. A intenção é que os efeitos das flores sejam únicos entre os estágios e deixem a aventura muito mais inesperada.

Outro elemento introduzido em Wonder que pode alterar como o jogador atravessa uma fase são as insígnias de habilidade. Uma delas pode ser equipada por estágio e pode adicionar algum movimento extra ao catálogo de movimentos do herói, como um salto de escalada ou o uso de um hookshot. Inclusive, várias habilidades que antes eram exclusivas de personagens, como o pulo flutuante de Luigi, tornaram-se insígnias e podem ser utilizadas por qualquer personagem.


As insígnias podem ser desbloqueadas conforme o jogador faz progresso na campanha ou então compradas em uma loja utilizando moedas roxas. Quando fizer isso, um estágio de tutorial deve ser realizado para desbloqueá-las totalmente, e lá você não estará sozinho: flores falantes pelo mapa te ajudarão a dominar a habilidade.

Inclusive, estas flores estão espalhadas por todo o jogo. Elas são totalmente dubladas e comentam a aventura conforme você progride pelas fases, seja dando dicas ou apenas deixando o ambiente menos solitário. Felizmente, caso você ache-as irritantes, há a opção de desabilitar suas falas.

Lembrando a nós brasileiros que as flores também falarão português! Super Mario Bros. Wonder será o primeiro jogo principal do encanador a ser totalmente localizado em português brasileiro, continuando os recentes esforços da Nintendo de localização de certos jogos para a nossa língua materna.

Um fenômeno



Super Mario Bros. Wonder parece o ar fresco que os jogos 2D de Mario precisavam e talvez seja o empurrão para equipará-los ao mesmo patamar dos jogos em 3D do encanador. Com um elenco de personagens atualizado, multiplayer, novas habilidades e as surpresas das flores fenomenais, nossas expectativas para essa nova aventura não poderiam ser maiores.

Super Mario Bros. Wonder — Switch
Desenvolvimento: Nintendo
Gênero: Plataforma
Lançamento: 20 de outubro de 2023
Expectativa: 5/5

Revisão: Vitor Tibério

Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google