FRONT MISSION 2: Remake (Switch): primeiro vídeo do guia do jogador apresenta as regras básicas do combate

Guia em vídeo para o remake explica as mecânicas, condições, tipos de ataque e AP.

A Forever Entertainment divulgou o primeiro vídeo de um Guia do Jogador para Front Mission 2: Remake. Nele, é possível aprender as regras básicas do combate do remake do clássico RPG tático já disponível no Switch desde o dia 5 de outubro.

Front Mission é uma série de jogos da Square Enix que se passam em um universo futurista no qual robôs gigantes são usados como máquinas de guerra. A Forever Entertainment conseguiu os direitos para refazer e relançar jogos da franquia nos sistemas modernos, tendo o Switch como prioridade de lançamento.

Front Mission 2: Remake traz de volta um clássico do PS1 que acompanha as perspectivas de um grande conflito na região de Alordesh, que está sendo tomada por um exército revolucionário. Alternando entre as perspectivas de Ash e Lisa, o jogador tem a chance de ver o conflito de perto.

O vídeo apresenta a seguinte descrição:

Front Mission 2: Remake é um RPG tático baseado em turnos com gameplay estendida e engajante. O cerne do gameplay gira em torno do posicionamento estratégico e das lutas dinâmicas de Wanzers.

Em batalha, você tem três tipos de ataques à sua disposição.

  • Ataques de curta distância com rifles, pistolas e lança-chamas.
  • Ataques corpo-a-corpo usando luvas, punhos, maças, e outras armas de curta distância.
  • E golpes de longa distância com lançadores de foguetes.

O sistema de Pontos de Ação (AP) é uma funcionalidade que abre novas possibilidades de ação em combate. No começo do jogo, cada personagem começa com 7 AP por turno e cada ação tem o seu próprio custo de AP. A sua precisão e evasão durante ataques são influenciadas pela quantidade de AP que você tem naquele momento, com AP maior aumentando um pouco as estatísticas, e com o AP mais próximo de zero reduzindo-as. Preste atenção no seu AP para determinar quantas ações você pode realizar em um dado turno.

Todo Wanzer é composto por quatro componentes únicos: Corpo, Pernas, Braço Esquerdo e Braço Direito. Às vezes pode ser mais vantajoso desabilitar uma parte específica de um Wanzer inimigo, efetivamente incapacitando-os em vez de destruir a unidade inteira.

Quando um dos braços é destruído, as armas montadas naquele braço se tornam inoperantes. Se as pernas forem destruídas, a mobilidade do Wanzer é reduzida significativamente para se mover apenas um quadrado por turno. Finalmente, eliminar o componente Corpo removerá o Wanzer da batalha totalmente.

Durante a batalha, Wanzers podem ser afetados por vários efeitos de status que reduzem significativamente o seu potencial de combate. Essas desvantagens podem afetar enormemente a sua performance no campo de batalha, então se esforce para ativá-las nos inimigos sempre que possível.

Aproveite todas as oportunidades e empregue a sua tática preferida para assegurar a vitória em batalha.

Caso queira saber um pouco mais sobre o jogo, confira a nossa análise.


é formado em Comunicação Social pela UFMG e costumava trabalhar numa equipe de desenvolvimento de jogos. Obcecado por jogos japoneses, é raro que ele não tenha em mãos um videogame portátil, sua principal paixão desde a infância.


Disqus
Facebook
Google