INAZUMA ELEVEN: Victory Road (Switch) é adiado para 2024 com beta test em março e legendas em português

RPG de futebol recebeu dois novos vídeos na nova apresentação da Level-5.

Em sua nova apresentação de hoje (29/11), a Level-5 anunciou que INAZUMA ELEVEN: Victory Road teve o seu lançamento adiado de 2023 para 2024. Apesar da mudança de planos, a empresa revelou que um beta test será realizado mundialmente em março permitindo que os jogadores tenham um gostinho do jogo antes do lançamento e possam contribuir com feedback para os últimos ajustes da produção.

Outra novidade inesperada foi a revelação de que o jogo contará com legendas em português do Brasil, além de inglês, espanhol, italiano, francês, alemão, chinês (simplificado e tradicional) e japonês. Esta será a primeira vez que um jogo da franquia pode ser jogado na nossa língua.

INAZUMA ELEVEN: Victory Road é o mais novo título da franquia multimídia da Level-5 que foi iniciada em 2008 com um jogo de DS e uma série de TV lançada no Brasil como "Super Onze". O novo jogo acompanha a história de Unmei Sasanami, um garoto que queria largar o futebol, mas acaba recuperando a sua paixão pelo esporte graças aos amigos do colégio Nagumohara. Agora ele precisará se esforçar para reerguer o clube de futebol e tentar derrotar os campeões supremos do colégio Raimon.

Além do modo história, será possível usar vários times do passado. Ao todo, serão 4500 personagens de toda a história da série, o que a empresa afirma incluir literalmente todos que estavam presentes anteriormente exceto algumas colaborações de jogos anteriores por questões de direitos autorais.

INAZUMA ELEVEN: Victory Road será lançado para Switch, PS4, PS5 e Mobile. Apesar disso, o beta test foi anunciado apenas para o console da Nintendo. A edição de teste incluirá tanto o primeiro capítulo do modo história como partidas singleplayer e online, mas os dados salvos não poderão ser transferidos para a versão final do jogo.

Confira os dois novos vídeos divulgados pela empresa:


é formado em Comunicação Social pela UFMG e costumava trabalhar numa equipe de desenvolvimento de jogos. Obcecado por jogos japoneses, é raro que ele não tenha em mãos um videogame portátil, sua principal paixão desde a infância.


Disqus
Facebook
Google