Pokémon Blast

Pokémon - O melhor monstrinho para usar na campanha de cada versão - Parte 1

Descubra qual é o Pokémon mais forte de sua versão e como sua presença domina os desafios de cada geração.

em 23/06/2024



Durante nossa jornada pelas regiões da franquia Pokémon, diversas equipes podem ser montadas e aqui no Nintendo Blast, você tem acesso a todos os melhores times, um para cada versão e com seu inicial favorito.

Depois de um certo tempo revendo os artigos, seja para atualização ou para aplicá-los em uma campanha, percebi que em todos os times há certos monstrinhos que se destacam mais do que outros. Inclusive, alguns que hoje não estão na melhor equipe.

Pensando nisso, resolvemos pensar fora da caixa e analisar não a equipe, e sim o melhor Pokémon para se ter em uma jornada na sua versão. Como são muitos jogos, separamos a lista em duas partes.

Vale lembrar que neste artigo não estamos considerando os mesmos critérios do melhor time: todos os Pokémon presentes no jogo (com exceção de eventos) são elegíveis para ocupar o posto.

Ansioso para saber qual o melhor Pokémon para usar em cada versão? Boa leitura!

RBY - Gyarados

A serpente marinha de Kanto é, sem sombra de dúvidas, o mais forte da primeira geração para se ter no time. Obtido logo após o primeiro ginásio, Magikarp pode ser comprado no Centro Pokémon na entrada do Mt.Moon.

Sua combinação de tipos, WATER/FLYING, é excelente no ataque e na defesa. Nas primeiras versões, ainda não havia a divisão Special Attack e Special Defense; ou seja, era um único atributo, conhecido como Special.

Dessa forma, os míseros 60 pontos de base a partir da segunda geração, na verdade, são 100 pontos na primeira. Ainda, sua base de Attack é de 125 pontos; com isso, Gyarados é capaz de causar grandes quantidades de dano com qualquer técnica, seja STAB ou cobertura.


Alakazam e Nidoking também são muito fortes e certamente seriam grandes candidatos à posição. A questão é que Nidoking não se sai muito bem nos primeiros ginásios e seus atributos não são expressivos. Isso, no entanto, não desfaz o fato desse Pokémon atingir sua forma final logo após a primeira insígnia.

Já Alakazam é um monstrinho excepcional do lado Special e virtualmente não há resistências para o tipo PSYCHIC; entretanto, ele depende de troca para atingir seu potencial máximo, e hoje em dia é muito difícil encontrar alguém com os mesmos recursos e que esteja disponível para realizar o processo.

GSC - Alakazam

Fica difícil comparar o potencial de Alakazam em uma geração tão icônica como a segunda. Nas três versões com base em Johto, Abra está disponível na rota  logo abaixo da cidade de Goldenrod, palco do terceiro ginásio e relativamente cedo no jogo.

Nesta cidade, podemos adquirir três técnicas incríveis: Ice Punch, Thunder Punch e Fire Punch. A linha evolutiva de Abra pode aprender esses três movimentos, que, em conjunto com seu STAB PSYCHIC, causam dano dobrado em 10 dos 17 tipos presentes na época.

Nidoking mais uma vez aparece como opção por também ter acesso aos três punhos elementais. Diferentemente de Alakazam, o Rei Nido demora um pouco mais para ficar 'pronto' e não tem o tipo PSYCHIC, que, mesmo sendo enfraquecido com o surgimento dos tipos STEEL DARK, ainda é muito dominante.

Outro monstrinho que poderia ter aparecido é Ampharos. Com dois dos três punhos, a ovelha elétrica é um recurso muito importante e está em praticamente todas as equipes dessa geração. Todavia, ela não está disponível na versão Crystal; logo, nem todos os treinadores podem usufruir de seu potencial.

RSE - Swampert

Na geração da briga entre a terra e a água, nada melhor do que um Pokémon dos tipos WATER/GROUND para ocupar a posição. Swampert é a forma final do inicial da região de Hoenn, Mudkip, reconhecido pela comunidade como o melhor do trio de iniciais.

Sua dominância pode ser notada já nos primeiros passos de nossa jornada, já que o anfíbio de lama possui vantagem direta contra três dos quatro primeiros ginásios.


Seus movimentos de cobertura complementam com maestria a cobertura neutra e superefetiva, permitindo que Swampert seja capaz de vencer toda a região de Hoenn sozinho. Ao longo dessa lista, são poucos os que conseguem igualar esse feito.

Bem próximos desse potencial, estão Alakazam e Gardevoir. Ambos são do tipo PSYCHIC puro, e seu uso está diretamente ligado ao perfil do treinador: o primeiro é melhor do começo até o meio do jogo, enquanto que o segundo se sai melhor do meio para o final. Basta analisar a diferença de atributos entre Kirlia e Kadabra para entender essa comparação.

FRLG - Nidoking

Como o avanço das gerações foi bondoso com Nidoking. Isso porque ainda não chegamos em seu ápice nas versões Black/White. Na terceira geração, recebemos o primeiro remake da história da franquia em FireRed/LeafGreen, e com ele, podemos revisitar a região de Kanto, agora com as mecânicas da terceira geração.

Nidoking é disparado a melhor opção para compor um elenco capaz de vencer os desafios da primeira geração. Seu movepool foi atualizado, e golpes que antes não estavam disponíveis, como Dig, passaram a ser fundamentais. A combinação POISON/GROUND é muito útil em todos os estágios do jogo, mesmo com a dominância das criaturas psíquicas.


A cobertura neutra e superefetiva também cresceu exponencialmente com a chegada de movimentos como Brick Break, Megahorn e Rock Tomb, além das técnicas elementais clássicas: Ice Beam, Thunderbolt e Flamethrower.

Alakazam continua muito forte (sempre ele), pois temos apenas dois Pokémon do tipo STEEL em Kanto - Magnemite e Magneton, e ambos não são capazes de pará-lo. Ademais, não há nenhum Pokémon do tipo DARK na Pokédex de Kanto; logo, mais uma vez é possível clicar no golpe Psychic e assistir às barrinhas de vida dos inimigos diminuírem rapidamente.

DPPt - Garchomp

O primeiro pseudolendário da lista, Garchomp é sinônimo de força e dominância nas versões da quarta geração, localizadas na região de Sinnoh. A combinação de tipos DRAGON/GROUND possui cobertura neutra perfeita, e seu alcance com golpes de cobertura é magnífico.

Mesmo sendo obtido em momentos distintos nessas versões, Gible é uma grande adição para qualquer equipe, refletindo diretamente nos melhores times e nas equipes, digamos, padrão.


Gyarados e Infernape, ambos presentes na melhor equipe de Sinnoh, também foram considerados pelo seu potencial absurdo. Evidentemente, a serpente marinha leva vantagem por seu kit completo de habilidade, atributos e movimentos.

Infernape, por outro lado, está disponível desde o começo e é um dos melhores Pokémon da região de Sinnoh pela sua principal característica: a flexibilidade. Seu vasto movepool pode ser adequado para superar qualquer desafio da quarta geração.

HGSS - Feraligatr

Novamente um inicial do tipo WATER figurando entre os mais fortes. Assim como Swampert, Feraligatr é capaz de vencer sozinho todos os oito líderes de ginásio. A divisão de categoria foi determinante para que o crocodilo aquático dominasse sua geração de estreia.

Antigamente, o tipo WATER usava como base o Special Attack em todos os golpes, e, a partir da quarta geração, cada golpe tem uma categoria com base no tipo de dano: físico ou especial. Para Feraligatr, isso se traduz em um grande potencial em seu principal golpe: Waterfall.


Outros movimentos, como Crunch e Ice Fang, tiveram o mesmo tratamento de seu STAB e agora são físicos, além dos já conhecidos Earthquake e Slash.

Gyarados até poderia ocupar essa vaga. A diferença está no momento em que podemos obtê-lo. O Pokémon Atrocidade está disponível após vencermos o quarto ginásio, enquanto que o Pokémon Mandíbula Grande é nosso primeiro companheiro de jornada.

Ou seja, quando Gyarados começa a ficar bom, Feraligatr está conosco há mais tempo e é igualmente poderoso, sem falar no custo-benefício que o inicial traz ao longo da jornada.

BW - Krookodile

A disputa em Unova ficou entre Excadrill e Krookodile, com vitória do crocodilo. Ambos são potências do tipo GROUND, que recebeu certo destaque na quinta geração. A (nem tão grande) diferença entre eles é a utilidade de seus tipos secundários.

A toupeira é do tipo STEEL, que, embora seja muito bom defensivamente, não ajuda quando o Pokémon em questão é conhecido pela sua ofensividade e não por suas defesas. Ainda que seu HP seja alto, as fraquezas facilmente exploradas são prejudiciais ao seu desempenho.


Adicionalmente, Excadrill possui uma habilidade totalmente condicionada à condição climática de Sandstorm, e como montar uma equipe apenas dos tipos GROUND, ROCK e STEEL em Unova não é bom negócio, pouco podemos aproveitar.

Krookodile vai na direção oposta e entrega muito mais. Seu tipo secundário é DARK, muito forte em Unova. Sua habilidade é Intimidate, ajudando seus colegas e o próprio Krookodile. Aliás, sua segunda habilidade é o que realmente o distingue de Excadrill: Moxie.

Essa habilidade aumenta o Attack de Krookodile sempre que este Pokémon nocautear o adversário. Com base 117 de Attack e 92 de Speed, não há muitos adversários em condição de suportar todo esse potencial, ainda mais com o incremento a cada turno.

BW2 - Magnezone

Na geração em que os Pokémon do tipo DRAGON receberam destaque, um monstrinho do tipo STEEL surge como o melhor em sua versão. Integrante do time ideal para as versões Black/White 2, Magnezone é muito dominante na região de Unova.

Graças à expansão da Pokédex na continuação, monstrinhos de diversas gerações estão disponíveis para compor nosso elenco. Sua base de Special Attack, em conjunto com os tipos ELECTRIC/STEEL, culmina em uma total aniquilação dos NPCs.


Dos oito ginásios, seis deles sofrem de alguma maneira, seja na defesa ou no ataque. Quando chegamos à Elite Four, três membros causam dano reduzido. Em números, 75% dos líderes e da Elite possuem alguma dificuldade contra Magnezone.

Um segundo desafiante ao posto seria Lucario, obtido antes mesmo do primeiro ginásio no Floccesy Ranch. A diferença entre o chacal e o ímã é o tipo secundário. Enquanto o tipo ELECTRIC é muito bom na Unova de BW2, o tipo FIGHT não é mais tão forte como no primeiro jogo.

Dito isso, finalizamos a primeira parte. É impressionante como cada versão tem sua particularidade e, ainda assim, o mesmo Pokémon surge como opção repetidas vezes. Concorda com a lista até o momento? Acredita que outro Pokémon deveria ocupar a posição de melhor em sua versão?

Deixe seu comentário e vamos conversar sobre o tema!
Revisão: Davi Sousa

Fã de carteirinha da franquia Pokémon desde os oito anos de idade, teve seu primeiro contato com os monstrinhos de bolso no Game Boy Color e de lá para cá, são mais de 25 anos de alegria. Fanático por vídeo-games, gostaria de poder jogar mais tempo do que trabalha.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.