Hands-on

Super Mario Maker (Wii U) define conceitos e inspira criações

Título reúne gerações dos jogos para trazer fases construtivas e com total liberdade de edição em um mundo de diversão do Reino do Cogumelo.


Anunciado na E3 2014 e hypado ainda mais nas finais do Nintendo World Championships 2015, Super Mario Maker agrega uma mistura de diversos mundos da série do encanador da Nintendo, utilizando-se de diferentes modificações de cenário para criar as fases mais criativas já vistas. Os efeitos estão ainda mais fortes e o resultado final é um sonho, no qual realidades paralelas, construções mirabolantes e alguns dos conceitos mais antigos dos anos 1990 são evidenciados de maneira bem natural e inteligente.

Entre obstáculos e passagens secretas

Nesta demo apresentada na E3 2015, estão disponíveis diversos mundos criados pelos desenvolvedores, cada um com suas peculiaridades. Caminhos, construções, variedades e quantidade de inimigos podem ser experimentados de maneiras amplas. Algumas vezes, pegamo-nos vendo situações muito bem boladas, só pelo simples fato de mexer em partes específicas do cenário, ou então por reunir elementos em quantidades e características que mexem e combinam de forma cerebral com o game.




É interessante notar que os diferentes pulos e direções dos Marios das gerações passadas são peculiares por si só, e isso fica muito claro ao jogar em cada uma das versões aqui apresentadas. Cada jogo da série apresenta um clima tão peculiar, que acaba induzindo o jogador em suas escolhas durante o "desenvolvimento" delas. Cada jogo chega a ser tão nostálgico que acredito que até mesmo os mais novos sentirão aquela sensação dos anos antigos quando eles ainda não eram nascidos: a magia dos anos 1990.

Pular é legal, construir melhor ainda!

Fora as fases pré-existentes em Mario Maker, provindas dos desenvolvedores do jogo — algumas virão acompanhadas no game —, os meios de construção de imagens e adição de elementos para os cenários está muito bem servido, e é um quê a mais para que mais e mais fatores sejam incluídos sem a preocupação de isto ou aquilo não combinar. Aliás, será o que irá fazer toda a diferença.


As possibilidades são diversas: vão desde canos, piranhas, blocos de madeira, e muitas outras construções móveis, até alcançar o outro lado do cenário. Após realizar todas as etapas de construção, dá para testar o game e modificar pontos em cada um dos locais. A dificuldade fica por conta do construtor, e é aí que será definido o grau de insanidade e proposta de habilidade do game.

Agora vai?

Comemorando o seu 30º aniversário, Super Mario segue o caminho dos campeões, trazendo um jogo de qualidade, com muita experiência adquirida ao longo do tempo, e que tem tudo para agradar aos fãs e até somente àqueles que querem viver um pouco da experiência gamer e para os que não viveram ou não pegaram esta época. Tem como resistir? Super Mario Maker será lançado ainda este ano, no dia 11 de setembro, quando poderemos construir um prédio de bloquinhos e pontas, para chegar seguro até o outro lado da ponte e perceber que sua princesa está em outro castelo, mais uma vez.
Revisão: Alberto Canen
Jaime Ninice é mestre em Música pela UFRJ e aluno de Cravo (bacharelado) na mesma instituição. Além da música, possui especial admiração pelos games e pode ser encontrado escrevendo e revisando artigos no Nintendo Blast em momentos de descontração. Também está no Twitter e no MiiVerse.

Comentários

Fórum
Google+
Facebook


Últimas do Fórum

Ver mais

No Facebook

Ver mais