Perguntas dos Leitores

N-Blast Responde #312: Switch no Brasil; Crash Bandicoot; Diddy Kong Racing; Sylveon e mais!

Confiram toda a minha sabedoria com as melhores perguntas enviadas pelos leitores no meu site. Leia tudo ou... PEDRALITY! ¬¬'


Súditos pedrásticos que ainda estão se aventurando em Hyrule de Breath of the Wild, o N-Blast Responde dessa semana está na área! Na coluna de hoje, soluciono dúvidas sobre a situação do Switch sem suporte oficial no Brasil, a história de exclusividade de Crash Bandicoot com a Sony, se Diddy Kong Racing ficará eternamente no limbo e mais. Leiam tudo e depois voltem a testar diferentes mortes do Alfacinho. xD


Óh Grande e Onipotente Pedra, tenho uma dúvida de grande importância: se eu comprar Bayonetta 2 pra Wii U pela eShop eu ainda ganho desconto pra comprar o primeiro? Ou isso não existe mais e eu vou ter que gastar muitos dinheiros pra comprar os dois?
Anônimo "Descontinho" da Silva
Não, não há mais desconto para o primeiro jogo na compra do Bayonetta 2. Contudo, a boa notícia é que o preço dos jogos foi reduzido, cada um deles agora custando $29,99 na eShop americana.

Pedra, por que a evolução de fada do Eevee no Pokemon XY se chama Sylveon? E por quê Porygon não se transformou em tipo Steel?
Anônimo "Por Que" da Silva
Provavelmente o nome Sylveon é derivado da palavra sylph, um ser mitológico que nada mais é do que um tipo de fada.

Quanto ao Porygon não ser tipo metal, é simplesmente porque ele não é feito de metal. De acordo com a Pokédex, o Porygon é composto totalmente de código… agora, como um código consegue interagir fisicamente com as coisas ao seu redor, isso é outra questão. xD

Pedra, recentemente zerei The Legend of Zelda Oracle of Ages e comprei o Oracle of Seasons (ambos 3DS). Gostaria de saber qual será a diferença entre jogar Seasons normalmente e jogar Seasons com o código secreto revelado no final de Ages. Obrigado!
Anônimo "Entre Eras e Estações" da Silva
Começar o segundo jogo usando o código irá te permitir uma série de benefícios, como poder transferir os anéis mágicos do outro jogo, conseguir itens exclusivos, uma nova dungeon e, o mais importante, ver o verdadeiro final dos jogos.

Pedra hoje vi um jogo do Crash para Wii, mas o Crash não era exclusivo do PlayStation? Que história é essa?
Anônimo "Crash" da Silva
Acho que você está um pouco desatualizado, amigo. xD Sim, quando o Crash Bandicoot deu as caras pela primeira vez, ele era exclusivo ao PlayStation, chegando até a ser visto como um dos mascotes do console, um tipo de Mario da Sony. Contudo, a série nunca pertenceu à Sony e sim à Universal Interactive Studios, que na época tinha assinado um contrato de exclusividade com a Sony. O contrato, contudo, eventualmente expirou e, naturalmente, os desenvolvedores aproveitaram para expandir o alcance, levando o Crash ao maior número de consoles possíveis. O último jogo do Crash exclusivo ao PlayStation foi o Crash Bash, lançado em 2000.

Pedra, MAS COMO ASSIM? Você ser aquela pedra de comunicação no The Wind Waker eu até entendo, mas você ser a Sheikak Slate??????? COMO ASSIM?
Anna Paula Soares Mendes, a observadora
Ora, não é óbvio?? O meu olhão lá, aquela linda aparência esbeltamente pedrástica, os poderes incríveis, a tamanha importância nesse jogo… poderia ser qualquer outra coisa além de MIM?!? Ok, está certo que desta vez ninguém falou explicitamente que sou eu (ao contrário de em Wind Waker), mas isso é puro recalque desse povo invejoso porque finalmente lançaram o MEU jogo. ¬¬”
Fala sério, tamanha beleza assim só poderia vir de MIM mesmo!
Pode-se dizer que “Diddy Kong Racing” vai ficar em uma espécie de “limbo dos games” pra sempre? É um jogaço do N64, mas a Rare não pode relançá-lo no Xbox, e nem a Nintendo pode relançá-lo no Virtual Console? Ou se a Big N quiser, poderia relançá-lo? Sério Pedra, queria muito nas novas plataformas.
Anônimo "Corrida Parada" da Silva
Se se tratasse apenas das marcas registradas relacionadas à franquia Donkey Kong, isso não seria um problema para a Nintendo, já que esta é a detentora da série e teria todo o direito de relançar o jogo, mesmo tendo sido desenvolvido pela Rare, assim como aconteceu com outros jogos de Donkey Kong, que puderam ser relançados no Virtual Console. O grande problema, contudo, é que Diddy Kong Racing também incluía personagens que pertencem à Rare, sendo eles o Banjo e o Conker. Devido a esses personagens, a Nintendo não pode relançar essa versão do jogo do N64 sem a permissão da Rare, o que é agora um pouco improvável, já que ela pertence à Microsoft. Naturalmente a Rare/Microsoft também não podem fazer isso, já que a franquia Donkey Kong pertence à Nintendo.

Então, como você falou, o jogo fica em uma situação complicada… contudo, isso já foi contornado uma vez, para o relançamento do jogo no DS. E a solução foi fácil: a Nintendo simplesmente removeu os personagens da Rare (tendo sido substituídos por Tiny e Dixie Kong). Portanto, apesar da versão do N64 não poder ser relançada, a versão de DS poderia. Ou, melhor ainda, poderiam fazer uma outra nova versão – ou continuação – ainda mais melhorada e atualizada… basta eles deixarem de fora os personagens “vira-casaca”.

Pedra, eu quero muito comprar o Switch. O único problema é, digamos, suporte. Suporte no sentido de garantia. Importar o console não vem a ser o problema. Mas se vier com algum defeito de fabricação, etc, como faz? Senta e chora? Pode me dar algum conselho a respeito?
Anônimo "I want Switch" da Silva

De fato, esse é um grande problema em relação a um console que – por enquanto, pelo menos – não tem suporte oficial no país e ainda mais em um estágio tão inicial, quando defeitos e problemas técnicos são bem mais frequentes. E é realmente um risco. Já falei em outras ocasiões que passei por experiências tanto com o GameCube quanto o Wii de ter defeitos em consoles comprados logo no lançamento e de precisar trocar. E como aqui em Hyrule também não há suporte técnico oficial (pois é, acreditem!), o trabalho de ter que mandar para troca foi realmente muito grande. Então, se você prefere não passar por esse risco, o melhor é esperar um pouco para comprar. Ainda não dá para se ter muita esperança com relação a um suporte oficial do console no Brasil, mas pelo menos esperar por levas mais novas e revisadas do Switch, com menos propensão a defeitos.

Pedra estou jogando muito o BotW e estava querendo a Epona fui em alguns sites gringos e dizia que na primeira vez que usar o amiibo do Link do smash iria ganhar ela, eu tenho ele mas não ganhei ela de primeira e estou desde do lançamento tentando e não ganho.Será bug ou é aleatório o ganho dela?
Fabricio Buzato, esqueceu a Epona's Song
Primeira coisa: existem dois amiibo do Alfacinho da primeira leva do Super Smash Bros., o Alfacinho adulto e o Toon Alfacinho. O amiibo que faz aparecer a Epona em Breath of the Wild é apenas o do Alfacinho adulto.

Segunda coisa: se você tentar chamar a Epona em um lugar onde o jogo não permite montar cavalos, o uso do amiibo simplesmente fará com que um baú apareça.

Terceira coisa: se você chamar a Epona e não a registrar, ela vai acabar fugindo e você terá que esperar vários dias – dias de verdade, não do jogo – para poder chamá-la novamente. Então certifique-se de chamar ela em uma área onde você possa ir até um estábulo facilmente.

É isso aí, galera pedrástica, o N-Blast Responde por ora acabou. Você pode conferir outras respostas e mandar perguntas no site do N-Blast Responde para eu demonstrar toda a minha sabedoria. Elas serão respondidas, talvez até esclarecidas, e as melhores aparecerão aqui na semana que vem! Você também pode mandar seus desenhos. Os melhores aparecerão na Revista Nintendo Blast!

Pedra (Gossip Stone) pode ser encontrada em Hyrule, em Termina Field, no no site do N-Blast Responde e semanalmente na sua coluna de perguntas e respostas. Gosta de fofocar e de compartilhar (se gabar) de sua sabedoria. Odeia ser explodida, detesta o Link e sonha em estrelar um jogo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook