Mario Bits

Mario Bits: Matéria Fecal

Eu sei o que está pensando. "Eeeew!" Fala sério, os títulos te surpreendem a cada dia mais, né? Relaxa, paisano! Bem-vindo a mais ... (por Eduardo Jardim em 10/09/2009, via Nintendo Blast)

Eu sei o que está pensando. "Eeeew!" Fala sério, os títulos te surpreendem a cada dia mais, né? Relaxa, paisano! Bem-vindo a mais um Mario Bits, com um tema polêmico embutido na série Mario que você possivelmente ainda não sabia!

Cocô ou fezes é o excremento animal que apareceu pela primeira vez na série WarioWare. Na versão norte-americana nos jogos, entretanto, a maioria dos cocôs foram substituídos por outras coisas. Por exemplo, um mini-game em WarioWare Inc.: Mega Microgame$! mostra o Wario tentando pegar frutas e diamantes nos Estados Unidos; no Japão, os diamantes são na verdade cocô. Uma pequena excessão à remoção de cocô que a Nintendo faz nos jogos pode ser encontrada em WarioWare: Twisted!, onde Wario tinha que desviar de cocô de pássaro num mini-game presente em ambas as versões do jogo. Em WarioWare: Touched!, no estágio "Wario-Man", Wario vai entrar num nariz humano, navegar até o final, abrir um baú de tesouros e encontrar cocô. Cocô também foi um micro-game em WarioWare: Smooth Moves onde os jogadores tinham que se livrar dele, e novamente, o jogador tinha que assustar as pessoas com cocô num bastão. Também, quando você perde um Microgame na história de Penny, uma das coisas que ela pode dizer é "aw, poop" ("Ah, que cocô").

Em Wario: Master of Disguise, quando um dos desenhos do Wario Artista saem errado, o desenho vai se transformar num pedaço de cocô com olhos e pernas, e então fugir de Wario. Quando ele bate em alguma coisa, ele desaparece (embora destrua Warp Doors ou Blocos se bater neles). Também, se um cocô acertar um inimigo, ele vai destruí-lo imediatamente. Um mini-game, chamado "Trash It", também faz com que o jogador coloque vários objetos no lugar onde pertencem (por exemplo, uma bola de bêisebol com uma luba de bêisebol). Um dos objetos é um excremento, e o jogador, usando a caneta Stylus, deve guiá-lo até o toalete.

Mas que bosta!

Natural de São Paulo (SP), Eduardo "Pengor" Jardim é um criador de conteúdo, ilustrador e imaginauta. Criou o Reino do Cogumelo em 2007 e desde então administra e atualiza seu conteúdo, conquistando dois prêmios Top Blog e passagens pela saudosa Nintendo World.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


Disqus
Facebook
Google