Enquanto Isso: Depois da PSN, rede online da SEGA é atacada por hackers

Pelo jeito a onda de ataques de hackers contra empresas de videogame parece não ter fim. Depois de Sony e Nintendo sofrerem com ataques, ago... (por Gustavo Assumpção em 19/06/2011, via Nintendo Blast)

032009sega_logo_17978.nphdPelo jeito a onda de ataques de hackers contra empresas de videogame parece não ter fim. Depois de Sony e Nintendo sofrerem com ataques, agora foi a vez da SEGA ter sua rede online, a SEGA Pass, invadida, informou a agência Reuters. Segundo a própria SEGA, a invasão que aconteceu na sexta-feira e deixou expostos os dados de 1,3 milhão de usuário, preocupando a empresa.

Todas as atividades da rede estão temporariamente desabilitadas. "Sentimos muito por causar problemas aos nossos clientes. Queremos trabalhar para fortalecer a nossa segurança," disse Yoko Nagasawa, porta-voz da Sega, que ainda revelou que não sabe quando as coisas serão normalizadas.

Quem será a próxima vítima?

Via: Folha Online


Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook


  1. Se a Microsoft não for hackeada acho que temos uns caixistas envolvidos nisso. Malditos sejam os Hackers!!!!

    ResponderExcluir
  2. 1."eçes raquers..." aprende a falar portugues cara!
    2. Parece que é moda agora hackear empresas de video game.

    ResponderExcluir
  3. Jah hackearam até a CIA. Tá faltando a Apple, NASA e a Microsoft tbm. A LulzSec é foda!

    ResponderExcluir
  4. E6 rakeres tao animado eim...

    Aposto na... Konami?

    ResponderExcluir
  5. Eu aposto que vão hackear a rede do Zeebo! Alguém concorda?

    ResponderExcluir
  6. nem sabia q ainda existia rede da Sega, é rede de Dreamcast?

    ResponderExcluir
  7. É por isso que nintendo não deve ter uma rede online (:
    Até a SEGA foi, por que não a Nintendo? Eçes hackers, vou te falar, viu ¬¬

    ResponderExcluir
  8. Oxi, pega as mala e vamo simbora fugi muié, qui os raquiadô tão atacano tudu!

    ResponderExcluir