Blast from the Past

Blast from the Past: Earthworm Jim (SNES)

Os idos anos da década de 1990 nos presentearam com jogos inesquecíveis. Um desses jogos conta a curiosa e inusitada história de uma minhoc... (por Igor Chacon em 10/09/2011, via Nintendo Blast)

earthworm-jim-snes-cover-frontOs idos anos da década de 1990 nos presentearam com jogos inesquecíveis. Um desses jogos conta a curiosa e inusitada história de uma minhoca em um traje espacial. Essa minhoca heroína, que atende pelo nome de Jim, tem como objetivo salvar uma bela princesa intergaláctica das mãos de um império maligno e de sua imperadora malvada e asquerosa. Convidamos você a relembrar esse clássico do Super Nintendo que é jogado até hoje por muita gente.
No início de tudo, Jim era apenas uma minhoca comum (se quiser saber mais sobre o personagem, é só acessar o perfil do nosso anelídeo da classe das Oligoqueta preferido). Certo dia, a sorte faz com que um traje espacial ultra-high tech caia sobre Jim, dando a ele inteligência, mobilidade e polegares opositores, tudo o que uma minhoca precisa para sair pelo universo enfrentando monstros e impérios do mal.
ewj
No decorrer do jogo, nos deparamos com uma série de vilões de aparência inusitada e, quem diria, em situações mais inusitadas ainda. Dentre esses vilões estão Psy-Crow, um mercenário intergaláctico que temos que enfrentar em uma corrida de foguetes que se passa dentro de um “buraco de minhoca”; o Professor Monkey-for-a-Head, um cientista que tem um macaco na cabeça; e, Sua Magnificência Malevolência, a Imperatriz Intergaláctica Rainha Slug-for-a-Butt, um verme humanoide gigante que acabamos tendo que enfrentar por trás e pela frente…
ewj2
Ao todo são 8 cenários diferentes, sendo que a maioria deles tem mais de um caminho de ser desbravado e às vezes o mesmo cenário é aproveitado em mais de uma fase. Além disso, sempre que formos passar de um cenário para o outro, temos que enfrentar uma corrida contra Psy-Crow para podermos chegar ao novo planeta onde haverá o novo cenário. Se perdemos a corrida, temos que enfrentar Psy-Crow diretamente em uma nova fase para podermos avançar no jogo.
ewj3
Os gráficos do game são muito bem trabalhados e bonitos para a época e envelheceram muito bem. Todos os cenários tem fundos que vão se movimentando a medida que Jim vai avançando pela fase e todos são bem compostos com detalhes que mudam totalmente dependendo do planeta no qual estamos, essa variação vai dos pneus da primeira fase, até as paredes que jogam chamas do planeta distante e estranho onde um dos inimigos mais chatos do game, Evil the Cat, se esconde. Acompanhando os gráficos, as músicas de cada fase são bem trabalhadas e marcam bastante a experiência do jogador. Não era surpresa ir deitar depois de jogar Earthworm Jim por horas e não conseguir dormir porque a música de alguma fase ficava tocando em nossas cabeças.
Groovy
Com tudo isso, Earthworm Jim ainda ganhou nota máxima em revistas especializadas em games da época, linhas de bonecos, desenho animado e uma continuação. Earthworm Jim 2 chegou para os europeus em 1995 e para os americanos em 1996. Depois de longos anos sem aparecer no mundo dos games, em 2009 foi feito um remake (em HD) de Earthworm Jim que está disponível para compra no Nintendo eShop e WiiWare. A dificuldade do jogo foi levemente diminuída nessas versões e os gráficos receberam um tratamento digno de um grande game, além de usar aa câmera interna do 3DS de forma bastante divertida.
E você leitor? Jogou esse game à época do lançamento? Ou aproveitou algum dos remakes? Deixe seu comentário!
Groovy!

Igor Chacon nasceu na cidade do Natal em 17 de junho de 1989 é formado em psicologia, graduando em engenharia elétrica e em TI pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e estudante de engenharia elétrica, é cristão e se inspira em Lewis, Tolkien, King, Quintana, Carpinejar, Vinícius, Rossi, Vianco, Antunes, entre outros.


  1. \ri do 'Oligoqueta' xD
    Quando eu vi isso no e-shop, só lembrei de tu ahahahahah

    ResponderExcluir
  2. Eu passava horas jogando isso no Mega-Drive! Muito legal a matéria.

    ResponderExcluir
  3. EU AMO ESSE CARA foi um dos meus primeiros jogos... Como desejaria um novo jogo dele...
    Jim... Don't Die...

    Eu odiava perder a corrida para o Psy-Crow e ter de lutar contra ele...
    EU metia MILHARES de tiros no P**** e ele não morria... me dava muita raiva...
    eu até olhava o desenho...

    ResponderExcluir
  4. Eu zerei esse jogo no PC. Comprei na antiga revista CD Expert.

    ResponderExcluir

Disqus
Facebook
Google