Jogamos

Análise: Cooking Mama 4: Kitchen Magic (3DS)

em 03/01/2012

De 2006 para cá, a série Cooking Mama sempre foi sinônimo de games simples e acessíveis para todos os públicos. Depois de chegar ao DS e... (por Gustavo Assumpção em 03/01/2012, via Nintendo Blast)

cookingmama43ds

cooking-mama-4-584x332 De 2006 para cá, a série Cooking Mama sempre foi sinônimo de games simples e acessíveis para todos os públicos. Depois de chegar ao DS e no Wii – e alcançar números expressivos em vendas ao redor do globo – é a vez da franquia aparecer pela primeira vez no Nintendo 3DS. Mas, será que Cooking Mama 4: Kitchen Magic evolui a fórmula base da série ou apenas repete tudo aquilo que já experimentamos nos games anteriores? É isso que você vai descobrir agora na nossa análise:

  • "Don't worry! Mama will fix it!”

cooking-mama Basta ligar o 3DS para perceber que pouca coisa mudou desde o primeiro game da série. A apresentação fofa, com personagens infantis e vozinhas irritantes permanece intacta. O visual, aliás, pouco ganhou com o hardware poderoso do 3DS e o visual em 3D parece pobre e pouco lapidado. Há muito serrilhado e muitas imagens em baixa resolução, que ganham um aspecto embaçado quando são aproximadas. Faltou capricho e empenho da equipe de desenvolvimento, principalmente se compararmos o resultado final com games mais recentes do portátil.

O objetivo principal também permanece inalterado: é necessário preparar uma série de pratos seguindo de perto os ensinamentos de Mama, uma cozinheira das mais exigentes. No modo principal, chamado de Let’s Cook!, o jogador possui uma grande lista de receitas a disposição e deve executá-las passo a passo até o final, recebendo uma pontuação de acordo com o seu desempenho. Cada passo da receita consiste em um minigame simples, que deve ser realizado utilizando a tela de toque (e em algumas raras vezes o giroscópio e o microfone) da maneira com que é proposto. Assim, você deve cortar cebolas, fritar bifes, moer carne, quebrar ovos, tudo com pequenos toques ou desenhos na tela inferior do portátil, exatamente como já vimos nas três versões de Cooking Mama para o DS.

large (1) large large (2)

Assim que você obter sucesso, mais e mais receitas são destravadas, embora isso na prática não signifique muita coisa. De uma receita para outra, pouca coisa muda: são sempre os mesmos objetivos e meia dúzia de utilizações das capacidades do portátil. Depois de poucas horas, cozinhar vai se tornar repetitivo e enfadonho, graças a um sistema duro e fixo, que aumenta ainda mais a sensação de que você está fazendo a mesma coisa uma vez depois da outra. E assim infinitamente.

  • Even better than Mama… or not?

Cooking_Mama_by_mokopan Em Kitchen Magic, ainda é possível testar suas habilidades em dois novos modos. No primeiro, chamado de Let’s Combine!, o jogador pode, como o próprio nome diz, combinar duas receitas diferentes. Só que ao invés de seguir a proposta inicial, neste modo o título se transforma em uma série de minigames pouco inspirados e incrivelmente fáceis, que pouco acrescentam para o game em si.

Já o outro modo, chamado de Let’s Help!, também é composto por uma série de minigames, que são destravados conforme o seu progresso. A ideia principal é ajudar Mama a limpar e/ou organizar vários ambientes da casa, mas a vontade que realmente fica é de se perguntar por que a equipe de desenvolvimento foi tão previsível na escolha de cada um deles. Com dinâmicas simples, o modo acaba sendo, mais uma vez, completamente dispensável.

Para quem gosta de jogar com o auxílio de um amigo, ainda existe o modo Let’s Play Together!, que permite, via Download Play, que até dois jogadores cozinhem simultaneamente. Por fim, também existe a possibilidade de que você possa alterar roupas, acessórios, utensílios de cozinha, esquemas de cores e itens de decoração que você tenha desbloqueado ao longo da aventura. Para trocar seus itens, basta acessar a opção Mama’s Gallery.

large (4) large (5) large (6)

  • Kitchen is magic?

Na vida real você pode até gostar de cozinhar, mas Cooking Mama 4: Kitchen Magic faz essa atividade perder toda a graça, principalmente por culpa da rigidez da fórmula, que não permite ao jogador cozinhar suas receitas como quiser, transformando toda a atividade em uma sucessão de ações sem qualquer atrativo. Se essa é a primeira vez que você joga um game da série, existe uma grande possibilidade de que você consiga se divertir, caso contrário prepare-se para ter sua paciência colocada a prova, graças às mecânicas recicladas e a falta de elementos realmente inovadores. Num mundo onde os games precisam se reinventar a todo tempo para se manter no topo, a série Cooking Mama parece ter sido engolida pela incapacidade de seus criadores evoluíssem a ideia inicial. Quem sabe isso não acontece em um game futuro? Potencial existe, só precisam colocar mais tempero nessa receita.

Pontos positivos

  • Jogabilidade fácil e acessível para jogadores mais novatos
  • Personagens cativantes
  • Grande quantidade de conteúdo desbloqueável
  • O que se propõe a fazer, o game faz muito bem feito

Pontos negativos

  • O game se parece muito com seus antecessores
  • Faltam modos de jogo que permitam uma maior liberdade ao jogador
  • Algumas receitas são muito repetitivas, tornando a sua execução lenta e nada divertida
  • A trilha sonora é praticamente a mesma desde 2006
  • O visual é datado e parece vindo de um game do DS
  • O modo “Let’s Combine!”, que prometia novos ares, é um completo equívoco

Cooking Mama 4: Kitchen Magic – Nintendo 3DS – Nota final: 6.0

Gráficos: 5.0 Som: 5.5 Jogabilidade: 6.0 Diversão: 6.0

Este é o último texto que eu, Gustavo Assumpção, escrevo aqui para o Nintendo Blast. Desde 2008, foram mais de 1200 posts entre análises, notícias e matérias especiais. Agradeço o carinho e o aprendizado ao longo de todo esse tempo. Muito obrigado pessoal.


Iguana Mall
Cooking Mama 4: Kitchen Magic nos foi gentilmente cedido para análise pela Iguana Mall.

www.iguanamall.com.br


Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.
Este texto não representa a opinião do Nintendo Blast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.