Blast from the Past

Blast from the Past: Sword of Mana (GBA)

Um mundo mágico, reprimido por um lorde maligno e uma dupla de amigos que anseia por vingança. Este é o tema de Sword of Mana , RPG de ação ... (por Farley Santos em 13/02/2013, via Nintendo Blast)

Um mundo mágico, reprimido por um lorde maligno e uma dupla de amigos que anseia por vingança. Este é o tema de Sword of Mana, RPG de ação desenvolvido pela Brownie Brown e Square Enix para GBA. O game, que é um remake do primeiro título da série Mana, conta com jogabilidade variada, simples e divertida, sem esquecer de dar destaque a nuances do gênero como níveis e progressão de habilidades. Relembre um dos destaques do GBA a seguir.

Uma jornada por vingança

Um jovem rapaz sempre revive seu terrível passado através de pesadelos. Nestes terríveis sonhos, ele lembra com detalhes o momento do assassinato de seus pais. Dark Lord, o soberano do reino de Granz, é o culpado por destruir a infância do rapaz. Após presenciar a morte de seus pais, o garoto foi tomado prisioneiro e se torna escravo de Dark Lord. Em outra parte do mundo, uma garota tem sonhos parecidos: sua vida também foi destruída pela ganância do monarca de Granz. A menina era amiga do garoto, entretanto ela conseguiu fugir de Dark Lord.

A dupla de heróis
Muitos anos depois o destino acaba unindo a dupla de amigos. O rapaz consegue fugir de sua prisão e por acaso reencontra sua amiga. Ambos decidem juntar suas forças a fim de derrotar Dark Lord e seus aliados, em um puro ato de vingança. Os dois descobrem que para alcançar seus objetivos eles precisarão de uma arma mágica: a lendária Espada da Mana. Sendo assim, eles partem em uma jornada em busca do artefato. Pelo caminho eles vão descobrindo as reais intenções de Dark Lord, que pretende encontrar a Árvore da Mana, a fonte de magia do mundo, e usar seu poder para fins nefastos.


O renascer de um clássico

Sword of Mana é um remake melhorado de Final Fantasy Adventure (GB), primeiro jogo da série Mana. O game original de GameBoy tinha o nome Final Fantasy por questões de marketing, mas devido suas características únicas, a série foi renomeada nos títulos seguintes. Nesta aventura o jogador tem total controle sobre o personagem e o combate acontece em tempo real. Os inimigos são derrotados através de ataques com armas ou magia. Dois protagonistas, um garoto e uma garota, podem ser escolhidos no início do game. O fundo da trama é idêntico para ambos, mas conta com algumas cenas diferentes de acordo com o personagem selecionado.


A arma inicial depende do herói que for escolhido: espada para o garoto, cajado para a moça. Conforme avançam pela aventura, eles recebem novos equipamentos - como machados, lanças e luvas. Cada arma conta com atributos específicos, cabe ao jogador escolher com sabedoria o melhor armamento para explorar as fraquezas dos inimigos. A magia funciona de forma parecida, representando os elementos da natureza como fogo e água. Equipar armas e feitiços é uma ação feita com frequência em Sword of Mana. Felizmente o game conta com o menu em forma de anel, recurso tradicional da série Mana, o que torna fácil e rápida a troca de equipamentos.


Muitas novidades foram incluídas no remake, vindas de outros títulos da série Mana. De Seiken Densetsu 3 (SNES) veio o sistema de classes: ao subir de nível, o personagem escolhe uma classe, que provê bônus em certos atributos. Faça escolhas corretas e profissões mais avançadas estarão disponíveis. Já a possibilidade de forjar e melhorar equipamentos, assim como o plantio de itens, foi herdado de Legend of Mana (PS). Estes recursos oferecem mais variedade à jogabilidade, mesmo que implementados de maneira simplificada. Infelizmente o game não conta com o modo multiplayer presente em seus antecessores.


Adaptações e popularidade

Por ser baseado em Final Fantasy Adventure, Sword of Mana passou por algumas adaptações para melhor se adequar à serie. Um exemplo foi a substituição do meio de transporte à distância: saem os chocobos, entram os canhões. Algumas criaturas e referências também foram atualizadas, sendo um exemplo a inclusão de personagens recorrentes como o mercador Niccolo, o anão ferreiro Watts e o monstro-mascote Rabite. A trilha sonora continuou a cargo de Kenji Ito, compositor da música de Final Fantasy Adventure, e conta com os temas clássicos retrabalhados, além de apresentar também novas canções.


Aproveitando a popularidade da série no Japão, a Square Enix lançou uma versão especial do GBA SP, intitulada "Mana Blue". O pacote incluía o console, o game e uma bolsa exclusiva. A trama do título também chegou a ser adaptada para um mangá e dois pequenos romances.


Em busca da espada sagrada

Contando com belos gráficos, música acima da média e uma longa aventura, Sword of Mana é sempre lembrado quando o assunto se refere a quais são os melhores RPGs de GBA. Por ter sido baseado em um game simples como Final Fantasy Adventure, Sword of Mana conta com alguns pequenos problemas, como história simplória e jogabilidade repetitiva. Entretanto a Brownie Brown fez um ótimo trabalho na atualização do jogo ao incluir várias novidades. E vocês, tiveram a oportunidade de jogá-lo? Recomendam?

Revisão: Samuel Coelho


é brasiliense e gosta de explorar games indie e títulos obscuros. Fã de Yoko Shimomura, Yuzo Koshiro e Masashi Hamauzu, é apreciador de roguelikes, game music, fotografia e livros. Pode ser encontrado no seu blog pessoal e nas redes sociais por meio do nick FaruSantos.


  1. Jogaaaaaaaaaaaaaaço
    Um dos melhores RPGs de todos os tempos
    Recomendo muito

    ResponderExcluir
  2. Excelente jogo. O original é tão bom que o jogador nem lembra que está jogando num hardware mais limitado, com o Game Boy.
    Esse remake conseguiu trazer toda essa qualidade e ainda melhorar vários aspectos, trazendos ótimos gráficos e bela trilha sonora.
    A jogabilidade ficou ótima com a inclusão dos elementais, clássicos na série.
    Muito divertido.

    ResponderExcluir

Disqus
Facebook
Google