Stage Select

Entre no coração da montanha dos Gorons, mas cuidado para não se queimar em Dodongo's Cavern de Ocarina of Time

Depois de descobrir que cabe a ele, um simples garoto com um pequeno escudo e uma espada, impedir que o vilão Ganondorf encontre a Trifo... (por Unknown em 08/06/2013, via Nintendo Blast)


Depois de descobrir que cabe a ele, um simples garoto com um pequeno escudo e uma espada, impedir que o vilão Ganondorf encontre a Triforce, Link parte para a Death Mountain em busca da segunda pedra espiritual. Ele precisa juntar as três pedras sagradas se quiser adentrar no Sacred Realm e atingir seu objetivo. Mas ninguém disse que isso seria fácil e, em breve ele iria descobrir por que essa montanha tinha esse nome tão sugestivo. Felizmente, antes de enfrentar outro desafio, hora de aproveitar para visitar e conhecer a vila dos Gorons, esses seres tão fortes mas tão simpáticos ao mesmo tempo. Quem sabe eles não podem ajudar o valente garoto do gorro verde?

Essa caverna é fogo!

Andando pela cidade dos Gorons, Link consegue falar com o líder da tribo, o poderoso Darunia. O chefe lhe conta que desde que Ganon apareceu na montanha, um monstro colossal invadiu a caverna dos Gorons e cortou o suprimento de pedras da cidade. Sem seu alimento favorito, o vilarejo corre sérios perigos, mas ninguém tem coragem de adentrar na caverna e enfrentar o monstro. Darunia está triste e duvida das capacidades de um simples garoto contra uma ameaça tão grande, mas quando ouve a canção de Saria na Ocarina de Link, o chefe fica tão contente que presenteia nosso herói com um bracelete mágico! Com esse item, Link será capaz de carregar Bomb Flowers para jogar contra pedras e obstáculos para explodi-los. Assim, o jovem guerreiro promete ao chefe que irá destruir o monstro e, em troca Darunia garante sua eterna gratidão e a relíquia mais sagrada de seu povo: o Rubi Goron, ou melhor dizendo, a Spiritual Stone of Fire.

Abrindo um caminho na montanha

Link explode a pedra que bloqueia a entrada de Dondogo’s Cavern e entra em mais uma dungeon para enfrentar grandes desafios. E, falando em desafio, o maior problema dessa dungeon não é se perder pelo labirinto de corredores ou pelas infinitas portas, mas sim acabar se queimando. Além da lava e do fogo que cercam essa caverna escura e quente, nosso herói precisa tomar cuidado com inimigos bem esquentadinhos. Logo na entrada do local, temos os Beamos, estátuas vigilantes que disparam raios pelo único olho na direção do inimigo, fulminando-o com calor. Não existe maneira de destruí-los, mas basta Link manter distância de seu olhar e ele poderá seguir o seu caminho. Mesmo assim, nosso herói ainda precisará de muita perspicácia para atravessar essa dungeon.

Esses bebês lagartos não tem nada de fofinhos

Se a caverna parece confusa, tudo fica muito mais fácil depois de encontrar o dungeon map e a compass. Com esses dois itens, indispensáveis para qualquer bom explorador, Link pode orientar-se nos vários andares da dungeon e localizar salas ou baús escondidos. E é adentrando em novos locais desse labirinto quente que Link precisa cruzar corredores cheios de Dodongos e suas pequenas crias, os Baby Dodongos. Os bebês não causam muitos problemas, mas é preciso cuidar para não ficar perto deles ao acertá-los com um golpe de espada, pois eles explodem repentinamente. Já os papais Dodongos precisam ser lidados com muita cautela. Esses lagartos cospem uma chama contínua pela boca e não têm medo de usar a sua cauda como um chicote para nocautear um inimigo que está longe de seu campo de visão.

Esse lagartão não tá com nada!

Porém, nenhuma dessas ameaças abrasadoras é tão perigosa e ardilosa quanto os inimigos que Link encontra depois de resolver alguns enigmas com seu Slingshot e entrar em uma câmara com ilhas de pedra no meio de lava fervente. Os Lizalfos são lagartos gigantes e ágeis que atacam quando menos se espera. Contra eles, não adianta nosso herói ficar apenas na defensiva, pois quando os inimigos deixarem sua defesa aberta durante um ataque é hora de revidar com toda a força! Felizmente, exterminar esses répteis não é tão problemático quanto parece se Link contra-atacar na hora certa. Problema mesmo é se deparar com um puzzle que consiste em empurrar estátuas de pedra e, de repente, uma delas saltar na sua frente, atacando! Nunca duvide da força dos Armos, pois esses guardiões farão de tudo para atrapalhar nosso herói. Ainda bem que uma bomba posta no lugar certo pode mandar esses ferozes inimigos pelos ares!

Bombas, bombas e mais bombas

Olha a bomba!

Finalmente, depois de passar por tantos desafios e por um labirinto repleto de armadilhas giratórias de metal, as Blade Traps, Link encontra um baú gigante. Sem perder tempo, o herói abre a arca e obtém o item mais importante dessa parte de sua jornada: a Bomb Bag. Com essa bolsa, ele pode carregar 30 bombas que explodem bem mais rápido que as Bomb Flowers comuns e agora não precisa ficar se preocupando em procurar bombas pelo seu caminho quando mais precisar. Depois dessa nova aquisição, o herói chega ao último andar da dungeon e, lendo uma inscrição antiga talhada em uma pedra, ele compreende como conseguirá adentrar no covil do monstro da caverna. Largando duas bombas de maneira precisa sobre uma ponte suspensa acima de uma grande cabeça de Dodongo fossilizada, os itens explodem nos buracos dos olhos da criatura morta e ela subitamente abre sua grande boca. Agora, basta atravessar esse último trecho e confrontar o grande inimigo dos Gorons.

Reacendendo olhos fechados...

Em uma câmara ampla e com o centro cheio de lava, Link finalmente encontra seu nêmesis do fogo. Porém, apesar do tamanho colossal da criatura, o Infernal Dinossaur King Dodongo, é um chefão relativamente simples. Seu primeiro golpe consiste em sugar o ar a sua volta e concentrar energia para soltar uma imensa bola de fogo que circula por todo o trecho de pedra da câmara. Já a segunda investida ocorre quando o grande Dodongo se enfurece e sai rolando pela câmara, amassando tudo pelo seu caminho. Para que Link sobreviva a esses ataques, basta que nosso herói fique em uma parte muito próxima ao centro de lava. Nem muito perto dela, mas também não muito longe. Apenas no local certo para que os ataques do chefão passem bem longe do pequeno rapaz. Depois disso, basta aproveitar o momento em que o inimigo suga o ar, atirar uma bomba bem mirada e lhe causar uma horrível indigestão. Agora atordoado, simplesmente ataque ele com espada, repetindo o processo mais algumas vezes e o confronto terminará rapidamente.

Olha a bombinha gostosinha!

Após essa batalha ardente, é bom não se esquecer de pegar mais um Heart Container que o chefão deixou cair e aumentar sua vida em uma unidade para, enfim deixar a caverna escura e retornar para a entrada da dungeon. Logo em seu retorno, Link é parabenizado pelos seus feitos por Darunia, que está vibrando de felicidade. Sem receios, o chefe dos Gorons entrega a sua joia mais peciosa ao herói, a Spiritual Stone of Fire. Darunia mais uma vez agradece a Link, dizendo que os dois agora são irmãos e lhe oferecendo a hospitalidade dos Gorons com um grande abraço de seus companheiros. Triste que o garoto do gorro verde se assusta com o tamanho dos amigos do grande chefe e sai correndo montanha abaixo. Pois é, o fogo de um Dodongo é uma coisa, mas um abraço de um Goron é completamente diferente.

Hora do Abraço!...Só que não
Revisão: Luigi Santana
Capa: Stefano Genachi

Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original.


  1. Na primeira vez que joguei ocarina eu odiei essa parte, mas depois pegay o jeito e foi facin facin u.u

    ResponderExcluir
  2. impressionante como os graficos, a remasterização feita para o 3ds deixo severamente melhor que o original.

    ResponderExcluir

Disqus
Facebook
Google