Registros de 1994 mostram a Nintendo destruindo 10 mil jogos piratas

A Big N passou o rolo compressor em cima dos jogos falsificados de Game Boy na Holanda.


A pirataria sempre foi um recurso constante na indústria dos games. Desde o NES, quando implantou um chip nos jogos licenciados para impedir que títulos falsificados rodassem no console, a Nintendo tenta combater essa prática, mas é uma guerra difícil de ser vencida.



As provas de que a gigante japonesa luta contra a pirataria em suas plataformas foram encontradas pelo usuário Gamegeschiedenis. Tratam-se de imagens de reportagens que mostram a Nintendo da Holanda destruindo jogos falsificados de Game Boy com um rolo compressor. Até mesmo Mario participa da destruição!

Segundo a reportagem, aproximadamente dez mil jogos falsificados vieram de Hong Kong e foram confiscados de uma empresa importadora holandesa. Como a Nintendo tinha iniciado uma campanha mundial direcionada e estruturada para combater as falsificações de seus videogames, os jogos foram destruídos por um rolo compressor no aeroporto de Lelystad, na Holanda, em 15 de setembro de 1994.

Confira mais imagens de reportagens da época:






Fã da Nintendo, aprendeu a jogar com Yoshi's Island e Donkey Kong Country 2, mas descobriu o amor por The Legend of Zelda com Ocarina of Time. Gosta de escrever notícias, análises e bobagens aqui enquanto não está jogando games de puzzle, plataforma e de survival horror.

Comentários

Google
Disqus
Facebook