Perfil

Alena, a princesinha boa de briga de Dragon Quest

Conheça a carreira da princesa de Zamoksva, do NES ao Switch


Com seu chapéu pontiagudo e capa de cor azul, Alena poderia ser facilmente confundida com uma maga. Porém, longe de lançar magias contra seus adversários, a ruivinha gosta mesmo é de socos e chutes, e viaja pelo mundo para testar suas habilidades nas artes marciais.



Sua primeira aparição foi em Dragon Quest IV, de 1990, para o NES, no qual protagoniza o segundo capítulo do game. No enredo, Alena é uma princesa (tsarevna, nas traduções mais recentes) que, ao ver seus sonhos de viajar pelo mundo negados pelo seu pai, rei (tsar) Stepan, foge do castelo com a companhia de Kiryl, um clérigo que tem uma quedinha por ela, e Borya, um feiticeiro que recebeu a missão da falecida rainha de protegê-la.

Após ajudar alguns povoados com sua força, Alena descobre que seu pai está mudo e decide ajudá-lo. Por intermédio de um poeta, o trio descobre sobre um item élfico chamado birdsong nectar,que pode fazer com que a voz de uma pessoa que a perdeu volte ainda mais bela.

Buscando informações e lutando com muitos monstros, o grupo encontra o item na Birdsong Tower e o leva até o rei, que de gratidão, deixa Alena viver seus sonhos de viajar pelo mundo.
Alena tem seu momento de brilhar em um campeonato de artes marciais
Assim, parte para novas aventuras, participando de um campeonato de artes marciais para libertar uma princesa de um casamento forçado, e mais a frente, se unindo aos protagonistas dos demais capítulos para derrotar o temível Psaro_ mestre dos monstros, que deseja vingança pela morte de sua amada, pelas mãos de humanos.

Sotaque russo

Em spin-offs e traduções mais recentes do game, Alena não recebe o título de “princesa”, mas sim de “tsarevna”, indicando que seu reino, Zamoksva, é inspirado na Rússia. O título denomina as filhas dos monarcas do império russo, os tsars. 

Na versão americana do game, para o NES, na época adaptado como Dragon Warrior IV, os tradutores optaram por darem o título de “princesa” a personagem, o que foi alterado no remake para Nintendo DS e nas versões para Android e IOS. A mudança garante que a personagem seja devidamente caracterizada, assim como seu reino. 

Nas versões americanas de Dragon Quest Heroes I e II, houve um certo capricho em relação a caracterização. Alena ganha voz pela atriz irlandesa Denise Gough e, assim como seus amigos Kiryl e Boria, possui um sotaque russo bastante carregado. 

Manga

A história de Alena no game original rendeu um mangá no Japão, intitulado Dragon Quest: Princess Alena. O título é de autoria de Mamiko Yasaka e possui cinco volumes. 

Aparições

Alena se prepara para a briga em Dragon Quest Heroes
Dragon Quest / Dragon Warrior IV (NES, 1990)
Dragon Quest IV: Chapters of the Chosen (NDS, 2007)
Fortune Street (Wii, 2011)
Dragon Quest Heroes: The World Tree’s Woe and the Blight Bellow (PS4, 2015/ Switch, 2017)
Dragon Quest Heroes II: The Twin Kings and the Prophecy of the End (PS4/ Switch, 2017)

Revisão: Vinícius Veloso
Bruno Bonatto escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook