Perfil

Cia: antagonismo e personalidade em Hyrule Warriors (3DS/Wii U/Switch)

Conheça um pouco mais dessa personagem criada exclusivamente para o game Hyrule Warriors.



Cia é a principal antagonista de Hyrule Warriors (3DS/Wii U/Switch), afinal o enredo é construído a partir de conflitos envolvendo a personagem. Ela também é utilizada para justificar a união das diversas Eras, explicando portanto, a junção de personagens que aparentemente não deveriam estar dividindo a mesma cena.


A Guardiã do Tempo

“Deep in the forests, far from mortal eyes, a great sorceress watched over the balance of triforce”

Cia é apresentada como a Guardiã do Tempo, isto é, ela é a responsável por manter o equilíbrio da Triforce. Entretanto, ao se nutrir sentimentos pelo herói Link, Cia transforma essas afeições em ciúmes, devido ao relacionamento de proximidade entre o herói e a princesa Zelda. Com isso, Cia torna-se vulnerável e uma entidade poderosa e até então desconhecida começa a manipular Cia. A feiticeira quer ter controle sobre o mundo e, para isso, faz uso de forças malignas, invocadas a partir da abertura do Gate of Souls.



Para abrir o portão e trazer todas as Eras para a realidade em que ela vive, Cia precisa tomar posse da Triforce completa. Somente após adquiri-la é que a feiticeira é capaz de dar continuidade a seu plano e atender ao chamado da entidade que a utilizava para reviver.

Personalidade forte e bem expressa

“That is, until a unique soul caught her attention…
The soul of the Hero of Legend, eternally reborn when hyrule’s need is greatest”

Cia era originalmente uma boa feiticeira mas sua paixão por Link a tornou presa fácil tanto para o demônio que se escondia quanto para seus próprios desejos. A transformação de Cia é acertadamente explicitada em sua aparência, muito mais extravagante, sem moralismo e pudor. Cia, em sua versão corrompida, é provocativa, sedutora e não hesita em falar abertamente de seus maiores desejos, dentre eles, claro, Link.



Há quem diga que Cia foi inspirada na personagem Veran, de The Legend of Zelda: Oracle of Ages (GB), pois ambas carregam a imagem de poderosas vilãs com enorme poder de sedução, além de serem também vítimas de manipulação de outras criaturas. Por outro lado, as personagens possuem diferenças significativas, principalmente porque Cia não parece ser tão passiva assim quanto à manipulação da entidade.

Jogando com Cia

Hyrule Warriors é um jogo de combates eletrizantes e em grande escala, isto é, os confrontos envolvem exércitos ou mesmo chefes gigantes e poderosos. Embora Cia não seja jogável no modo história, ela se torna disponível nos demais modos de jogo e é uma das mais interessantes personagens de se jogar graças às suas poderosas habilidades mágicas e também seu carisma e ar vilanesco.



Como falamos acima, Cia é uma feiticeira e sua principal característica são os ataque a longa distância e ataques poderosos em área, como o seu combo inicial. Outra habilidade bem útil de Cia é a capacidade de invocar clones malignos de Link que podem auxiliar em vários de seus combos.

Sem dúvida, Cia é uma excelente opção em combates, mostrando que ela não foi escolhida à toa como a grande antagonista de Hyrule Warriors.

Inédita e surpreendente

A personagem foi criada exclusivamente para o jogo e seu antagonismo é dividido com outra figura já conhecida da série. Entretanto, o que poderia fazer com que  Cia se tornasse uma coadjuvante diante de outro inimigo com um histórico maior na franquia, faz com que ela, com identidade própria, roube a cena.

Este “roubar a cena” em diversos momentos da história do jogo demonstra o acerto da equipe de produção de Hyrule Warriors na criação da personagem. Arrisco a dizer que, em certo momento da história quando Cia sai de cena, parece que o game perde um pouco o ritmo. Talvez fosse interessante encerrá-lo junto do fim da participação de Cia.

Revisão: Marília Carvalho
Rafael C. Oliveira é goiano e já foi astro do rock (no Guitar Hero), líder de uma grande civilização (no Age of Empires) e bem casado (no The Sims). Ele diz que está escrevendo um livro de ficção científica numa tentativa de fazer novos amigos assim. Você pode tentar convencê-lo de desistir dessa ideia absurda no Twitter ou Facebook dele.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook