Setor mobile da Nintendo tem resultados abaixo do esperado

Fire Emblem Heroes é o título mais rentável, porém Animal Crossing: Pocket Camp teve lucro muito abaixo do esperado.



Apesar de ter tido excelentes resultados financeiros, divulgados na reunião com acionistas, um dos setores da Nintendo não teve os resultados esperados, o setor mobile.

O mercado mobile é considerado de excelente rentabilidade, jogos de baixo custo que muitas vezes geram rendimentos maiores do que a franquia principal. Por exemplo Fire Emblem Heroes é de longe o jogo mais lucrativo da série, tendo menor custo de produção do que um dos jogos feitos para consoles e portáteis.

Por falar em Fire Emblem Heroes, este se provou como o jogo mobile da Big N de maior sucesso, gerando 300 milhões de dólares até Janeiro, mantendo ritmo de monetização e com a player base crescendo até abril. Pouco atrás vem Super Mario Run, que tem 20 milhões de usuários ativos ao mês, embora ainda não tenha conseguido gerar o mesmo capital de FEH.

A grande decepção fica por conta de Animal Crossing, que foi lançado sem gerar grandes impactos na comunidade mobile e acabou tendo diversas mudanças no seu modelo financeiro, chegando a recorrer para lootbox a fim de buscar lucratividade. Em comparativo, o jogo gerou 20 milhões de dólares em 2 meses, enquanto Fire Emblem Heroes gerou 85 milhões no mesmo período. Vale lembrar que Animal Crossing New Leaf vendeu aproximadamente 5 vezes mais do que Fire Emblem Awakening, ambos lançados para 3DS na mesma época; tornando ainda mais interessante a diferença de performance destes na versão mobile.

Ainda não se sabe como essas mudanças afetarão Mario Kart Tour, próximo jogo da Nintendo a chegar para smartphones e tablets, mas de acordo com o, agora, ex-presidente da empresa Tatsumi Kimishima a companhia está atenta para melhor atender a demanda do público.

E então galera vocês estão jogando algum dos jogos da Nintendo nos seus smartphones? Ou preferem ficar restritos aos consoles e portáteis da empresa?
 
Fonte: Nintendo Life
Francisco Maciel escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook