Jogamos

Análise: FOX n FORESTS (Switch) traz mudanças de estações ao estilo 16-bit

Com inspiração nos clássicos da década de 1990, o título indie mescla elementos de ação e plataforma.


Imagine a mistura de Star Fox Adventures (GC) e The Legend of Zelda: Oracle of Seasons (GBC). Agora pense nisso como se fosse um título lançado para o Super Nintendo. É assim que podemos resumir FOX n FORESTS, jogo desenvolvido pelo estúdio Bonus Level Entertainment e disponível na eShop do Nintendo Switch.

Uma força maligna está interferindo nas estações do ano, criando exércitos de criaturas e plantas mutantes. Temendo pelo pior, a árvore guardiã implora pela ajuda de Rick, uma raposa gananciosa, para salvar a floresta. O protagonista interesseiro só aceita se unir à luta em troca de tesouros, mas também recebe uma besta mágica para lidar com os inimigos e recuperar os quatro cascos mágicos para equilibrar as estações.

We need your help, Fox!

Jogar FOX n FORESTS é como relembrar os clássicos títulos do Super Nintendo. O visual carrega uma grande influência da era 16-bit, mesclando cores vibrantes e pixel art, e a trilha sonora chiptune mantém a pegada retrô. O jogo oferece um mapa do mundo para acessar os estágios, semelhante aos jogos de plataforma da década de 1990.


O jogador explora a floresta disparando flechas nos inimigos que encontra pela frente e pode, inicialmente, realizar um pulo duplo e um ataque aéreo. Entretanto, a principal habilidade do protagonista é a possibilidade de alternar entre as estações do ano, criando novos caminhos para avançar pelo estágio. Por exemplo, uma árvore seca no outono ganha galhos na primavera, que servem como plataformas. Ao encontrar um rio ou uma cachoeira no verão, basta congelá-los no inverno para conseguir atravessar tranquilamente.

A mecânica de troca de estações é a principal característica de FOX n FORESTS e muito bem implementada. Cada fase explora a transição de maneira criativa, como chamas em matas que podem ser apagadas ao alternar para uma tempestade, névoa noturna que é substituída por uma noite de céu limpo ou até mecanismos e esteiras que podem ser congelados no inverno. A variedade surpreende e sempre incentiva o jogador a explorar as possibilidades. Cada estágio possui a limitação de apenas duas estações para alternar, mantendo o progresso fluído. Por outro lado, essa habilidade consome a barra de mana e é preciso ficar atento ao gerenciá-la. Por sorte, ela é preenchida gradualmente quando não utilizada.


As fases de FOX n FORESTS são extensas e repletas de segredos, como baús, passagens secretas e colecionáveis. Para quem gosta de explorar cada canto e descobrir tudo, o game é um prato cheio. Elas possuem vários checkpoints e fica a cargo do jogador optar por utilizá-los, já que é preciso pagar para ativá-los. Além disso, a variedade de inimigos não deixa a desejar, com cada estágio introduzindo novas criaturas e desafiando o jogador a descobrir como eliminá-los.

Você rapidamente percebe que não consegue completar as fases na primeira visita, pois há trechos que exigem habilidades específicas desbloqueadas posteriormente. Alguns estágios possuem uma espécie de alvo verde, que revelam plataformas, e flechas comuns não funcionam. Rick tem acesso a flechas verdes especiais apenas após completar o primeiro mundo, ou seja, você precisará voltar naquele estágio para descobrir o novo caminho. Na prática, o replay é obrigatório porque é preciso coletar determinado número de sementes para acessar outras áreas do mapa, portanto o jogador deve voltar e usar as novas habilidades e itens nas fases já superadas. Felizmente só é necessário coletar o que falta.

Estações curtas

Rick tem à disposição lojas para comprar itens e melhorias utilizando moedas e colecionáveis recolhidos. É possível adquirir poções com diferentes efeitos (fogo, água, gelo e outros), aumentar a barra de mana e o número de corações, e até mesmo desbloquear novos movimentos, como um ataque no pulo duplo e um golpe para baixo. A única ausência sentida foi um ataque de combate próximo para o raposão, já que utilizar a besta com vários inimigos a curta distância torna-o bastante vulnerável.

Se por um lado as fases são bem elaboradas e extensas, exigindo o replay, por outro esconde a verdadeira razão para isso: elas são escassas. FOX n FORESTS possui apenas quatro mundos com três fases cada, sendo a última o confronto com um chefão. É verdade que cada mundo possui uma fase bônus, mas elas são desbloqueáveis após coletar todas as sementes e trazem apenas moedas para coletar. Se descontarmos os estágios em que o jogo se transforma em um shooter side-scrolling, temos apenas seis níveis plenamente exploráveis. É possível finalizá-lo em poucas horas de jogatina.

As batalhas contra os chefes também aproveitam a mecânica de troca de estações, mas são bem simples. Praticamente não há desafio, eles são previsíveis e fáceis de derrotar, pois mantém o mesmo padrão de movimentação durante todo o confronto. Destaco a utilização do HD Rumble nas batalhas contra os chefes, principalmente quando Spiteful Spider, uma espécie de aranha gigante com serras, se aproxima de Rick e as vibrações ficam mais intensas. Porém, diferentemente das fases comuns, não é possível enfrentá-los novamente.


FOX n FORESTS é um jogo competente, acessível e bastante divertido. Mesmo a curta duração desperdiçando o potencial do título, é indicado para quem curte exploração e os saudosos jogos da era 16-bit. É um jogo que pode ser aproveitado em qualquer estação do ano.

Prós

  • Visual e trilha sonora remetem à era 16-bit;
  • Mecânica de troca de estações bem implementada;
  • Estágios longos e repletos de segredos favorecem a exploração e o replay.

Contras

  • Curta duração;
  • Ausência de um ataque de combate próximo;
  • Chefes não possuem carisma e nem oferecem desafio.
FOX n FORESTS — Switch/PS4/XBO/PC — Nota: 7.5
Plataforma utilizada para análise: Switch
Revisão: Ana Krishna Peixoto
Análise produzida com cópia digital cedida pela Bonus Level Entertainment

Alex Sandro de Mattos é formado em Gestão de TI. Entre se aventurar por Hyrule e se perder em Silent Hill, gosta de publicar fatos interessantes e bobagens no Nintendo Blast. Pode ser encontrado jogando games 2D e também no Facebook.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook