Bloodstained: Ritual of the Night (Switch) tem lançamento adiado para 2019

Anteriormente previsto para o 1ª semestre de 2018, título sofre seu segundo adiamento.


O produtor Koji Igarashi oficializou, via video no YouTube, aquilo que os apoiadores e entusiastas do projeto Bloodstained já suspeitavam: Bloodstained: Ritual of the Night (Multi) teve sua data de lançamento adiada, e deve chegar apenas em 2019. Fruto de uma bem-sucedida campanha no Kickstarter, o título é o projeto pessoal do lendário IGA, que o idealizou como sucessor espiritual da era de ouro de Castlevania.

Segundo o produtor, o motivo para o atraso é a necessidade de mais tempo de produção para adereçar mudanças e melhoramentos apontados a partir do feedback obtido a partir da versão beta do jogo.


Com a campanha tendo sido realizada em 2015, não é a primeira vez que o projeto enfrenta um adiamento: sua previsão inicial de lançamento era março de 2017. Também não é a primeira vez que um projeto do tipo — centralizado em um grande nome da indústria e bancado via financiamento coletivo — sofre com um período de produção alongado, o que reflete nos humores dos apoiadores e nas expectativas em relação ao título em geral.

Ao menos neste caso específico os apoiadores podem contar com Bloodstained: Curse of The Moon (Switch/3DS) para ir aplacando as ansiedades. O título, fruto das metas estendidas de Ritual of the Night, homenageia as versões 8-bits de Castlevania e serve de introdução ao mundo que, com sorte, veremos finalmente realizado no próximo ano.

Confira o vídeo de IGA, que trata também do cancelamento da versão para o PS Vita:

Fonte: Gematsu
Giba Hoffmann é gamer pra todo jogo, mas tem predileção por títulos retrô e um bom e velho JRPG. Sonic, Donkey Kong Country, Ratchet & Clank, Final Fantasy e Disgaea são algumas das séries que formaram a paixão pelos games, desde que ganhou seu Mega Drive, muitos (nem tantos!) anos atrás. Além de escrever para o Nintendo Blast, pode ser encontrado tagarelando no Plano Crítico e no Aventurine Brasil.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook