Random Blast

Ao que tudo indica, o gênero de Birdo ainda não foi decidido pela Nintendo

As descrições de Super Mario Party (Switch) demonstram uma variedade pronominal em cada região.


Birdo sempre foi uma personagem complexo para a série Mario. No Japão, seu nome, 'キ ャ サ リ ン', se traduz livremente como 'Catherine' em inglês e foi referido no manual de instruções de Yume Kōjō: Doki Doki Panic (NES) com pronomes masculinos. Da mesma maneira, na mudança para o Ocidente e sob a marca revisada do game Super Mario Bros. 2 (NES), Birdo foi descrito no manual com a frase "Ele acha que é uma menina".


Este foi subsequentemente retocado fora do Japão e, nos anos seguintes, Birdo foi referido como pronomes femininos. Nesse viés, com o lançamento de Super Mario Party (Switch) no começo deste mês, entretanto, o gênero de Birdo tornou-se mais ambíguo e as coisas só ficam mais complicadas quando você considera qual região do globo você está jogando.

Se você navegar para a seção 'Advice' do Party Pad, você pode encontrar alguns conselhos sobre os Stickers do jogo que você pode desbloquear, e menciona como Birdo pode ajudá-lo a pegar mais, se desejar. Nos Estados Unidos e no Canadá, nada mudou e Birdo ainda é referido com pronomes femininos. Contudo, no Reino Unido e na Holanda, há diferenciações pronominais e Birdo é descrito com pronomes masculinos. Confira:

Versão inglesa (UK)

Versão americana (US)
Além disso, na versão japonesa, assim como na espanhola, há uma abordagem totalmente diferente, já que não usa quaisquer pronomes de gênero, mantendo assim qualquer referência ao gênero de Birdo intencionalmente incerta. Com isso, a definição de gênero tornou-se ainda mais confusa para Birdo e não há indícios de uma resposta da própria Nintendo sobre esse assunto.
Paulo Vinícius é estudante e apaixonado por games desde seu primeiro contato com Duck Hunt e Ice Climbers do nintendinho em 2002. Fanático por Pokémon e admirador de diversas franquias, reúne seu tempo livre para escrever e tentar colocar suas séries em dia. Está no Facebook e Instagram.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook