Axiom Verge ganhará versão física para Wii U dois anos depois de anúncio original

Jogo, que chegará ao console ainda em março, teve uma série de dificuldades legais que impediram o lançamento.


Por meio de sua conta no Twitter, a distribuidora Limted Run Games anunciou, nesta sexta-feira (15), que lançará a versão física do aclamado jogo indie Axiom Verge para Wii U. Sim, você leu certo: para Wii U. Originalmente previsto para ser lançado em 2017, o game chegará ao console no dia 29 de março e será vendido no site da empresa por US$ 39,99. A versão disponibilizada será a Multiverse Edition, que contém o jogo, uma caixa de colecionador, um CD com a trilha sonora, um blu-ray com um documentário do making of do título e um pôster/mapa.


No anúncio, a Limited Run Games destaca que o jogo será lançado fisicamente depois de anos de disputas legais e de dinheiro perdido. Em reportagem publicada pelo site Gamesindustry.biz, a empresa afirma que teve complicações com a BadLand Games, que era a detentora dos direitos de publicação de Axiom Verge à época do anúncio original do lançamento físico do game.

Segundo Josh Fairhurst, CEO da Limited Run, a companhia firmou parceria com a BadLand Games para distribuir o jogo e pagou US$ 78 mil à empresa para a produção de cópias do game que nunca foram entregues. Após comunicados sem resposta e promessas não cumpridas, entraram com uma ação legal, que continua até hoje, para receber o dinheiro de volta.

O CEO da BadLand Games, Luis Quintans, disse que o sumiço foi devido ao encerramento das operações da empresa que, de acordo com ele, foi impedida equivocadamente de receber linhas de crédito em bancos. Hoje, a firma foi reformulada e chama-se BadLand Publishing.

Além disso, o produtor de Axiom Verge, Dan Adelman, também publicou em seu Twitter que ele e o criador do jogo, Thomas Happ, estão processando a BadLand Games em US$ 200 mil. Os desenvolvedores a acusam de não pagar suas porcentagens das vendas do título na Europa, especialmente depois de a empresa ter prometido um fundo financeiro para garantir o tratamento médico do filho de Happ, que sofre de uma condição chamada kernicterus.

Para garantir o lançamento físico nas Américas, a Limited Run contatou Happ e Adelman para dar continuidade ao projeto, porém teve que gastar mais dinheiro para a fabricação de CDs de Wii U, totalizando em US$ 120 mil gastos somente nesse jogo. "Vamos ter sorte se terminarmos recuperando mais do que um terço do que investimos", disse Fairhurst sobre a expectativa de vendas dessa versão do título à Gamesindustry.biz.


é jornalista, analista de mídias e entusiasta dos games desde que conheceu Pokémon Azul no Game Boy Color quando criança. De lá para cá, dedicou-se a plataformas Nintendo, apesar de se aventurar no Xbox e no PC ocasionalmente. É capaz de demorar anos para zerar um jogo e tem mais games do que consegue jogar. Você pode encontrá-lo no Facebook e, futuramente, em outras redes sociais, quando ele tiver coragem para alimentá-las.

Comentários

Google
Disqus
Facebook