Empresas de localização indicam que Professor Layton and the Curious Village chegará ao Switch

Companhias europeias G4F Localisation e Native Prime possuem versão do jogo da Level-5 para o console híbrido em seus catálogos online.


Lançado em 2007 para Nintendo DS, Professor Layton and the Curious Village marcou o início da série de jogos de quebra-cabeças criada pela desenvolvedora Level-5. Após doze anos, a primeira aventura do arqueólogo Hershel Layton e de seu assistente Luke pode estar a caminho do Nintendo Switch. Pelo menos, é o que indicam as empresas especializadas em localizações G4F Localisation e Native Prime.


Nos sites das duas companhias europeias, é possível encontrar listagens de localização de uma versão do jogo para o console da Big N. A página da G4F Localisation diz que a empresa prestou serviço de tradução adicional em francês, enquanto a Native Prime ficou encarregada das traduções em italiano, espanhol e alemão. O endereço online da Native Prime confirma essa informação e menciona um port HD do game junto à logomarca do console.

É interessante reparar que as duas empresas também possuem localizações de Layton's Mystery Journey: Katrielle and the Millionaires' Conspiracy em seu catálogo. O jogo de Nintendo 3DS e mobile ganhou um lançamento para Switch no Japão no ano passado. Os sites das empresas listam o Switch como uma das plataformas com as quais trabalharam nessas localizações, sinalizando para um eventual lançamento do game no Ocidente.

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que a estreia de Professor Layton ganha uma remasterização. Em 2018, o título chegou a dispositivos Android e iOS com novas cutscenes. Resta saber se essa será a base da versão de Switch, caso o jogo realmente chegue ao console híbrido.


é jornalista, analista de mídias e entusiasta dos games desde que conheceu Pokémon Azul no Game Boy Color quando criança. De lá para cá, dedicou-se a plataformas Nintendo, apesar de se aventurar no Xbox e no PC ocasionalmente. É capaz de demorar anos para zerar um jogo e tem mais games do que consegue jogar. Você pode encontrá-lo no Facebook e, futuramente, em outras redes sociais, quando ele tiver coragem para alimentá-las.

Comentários

Google
Disqus
Facebook