Pokémon Blast

Confira os cinco melhores tipos de Poké Bola

Neste top 05 vamos conhecer os modelos mais eficientes para captura de monstrinhos


A Poké Bola é um item muito interessante e que mexe com o imaginário do público. Baseada nas famosas cápsulas de Gashapon (também conhecidas como “máquinas de chiclete”), a ferramenta permite ao treinador Pokémon carregar os seus monstrinhos com si para onde quer que vá.



Essa funcionalidade traça um paralelo divertido com a portabilidade do Game Boy, onde a franquia estreou. No começo apenas quatro tipos existiam: Pokéball, Great Ball, Ultra Ball e Master Ball. A única diferença entre elas era a taxa de captura, indo do valor básico aos 100%.

Na segunda geração diversos modelos novos surgiram pelas mãos do personagem Kurt, que produzia Poké Bolas artesanais utilizando um fruto chamado Apricorn. A terceira e a quarta geração trouxeram novos tipos bem interessantes, a quinta geração adicionou apenas um modelo promocional, a sexta ficou sem novidades e na sétima tivemos as Beast Balls.
Kurt em HeartGold / SoulSilver
Dentre todas elas vamos analisar agora os cinco melhores modelos de Poké Bola. E como regra de balanceamento, vamos excluir a Master Ball da lista, pois sua taxa de captura sem falhas a torna praticamente um Tier 0, ou Uber, entre as Poké Bolas.

05 - Repeat Ball

A Poké Bola mais fraquinha da nossa lista. Ela é interessante para quem está procurando uma Nature ou Ability específica, pois sua taxa de captura triplica ao ser utilizada em Pokémon que o jogador já tenha capturado anteriormente.



Na sétima geração ela recebeu um pequeno boost de três para três e meio no seu multiplicador. Um truque é trocar com um amigo algum Pokémon especial só pra registrar na Dex e garantir o bônus da Repeat Ball na hora de pegar o monstrinho no seu jogo.

04 - Timer Ball

Devagar e sempre. Se você se identifica com esse ditado, então a Timer Ball é perfeita para o seu estilo. Sua taxa de captura vai aumentando a cada turno que passa, podendo atingir um máximo de quatro vezes o potencial de uma Poké Bola comum.



É uma excelente aliada naquelas longas capturas de lendários que insistem em não se render mesmo com 1 de HP e status adormecido. A Timer Ball pode ser sua opção para evitar que ele chegue ao struggle e nocauteie a si mesmo.

03 - Level Ball

Uma excelente opção para o late game. Quanto mais forte o seu Pokémon em relação ao monstrinho selvagem, melhor é a performance dela. É excelente para quem gosta de completar a Pokédex após a liga. Facilita demais o trabalho de capturar aqueles Pokémon fraquinhos que ficaram para trás.



Esqueça usar um Pokémon de nível menor, igual ou menor que o dobro do nível do monstrinho selvagem, pois ela vai ter uma performance fraca. Os bônus interessantes mesmo são ativos quando o seu monstrinho tem o dobro ou quádruplo do nível do oponente, resultando em multiplicadores de quatro e oito vezes respectivamente.

02 - Quick Ball

Particularmente a minha favorita, nunca ando sem pelo menos trinta dela na mochila. Se a Quick Ball for a sua primeira ação durante uma batalha, você tem um multiplicador de quatro vezes (quarta geração) ou cinco vezes (da quinta geração em diante).



Essa Poké Bola já me garantiu diversas capturas sem esforço nenhum, incluindo até mesmo alguns lendários. É a minha primeira escolha ao encontrar um shiny, caso a Master Ball já tenha sido utilizada. Todas as demais Poké Bolas aqui citadas só são úteis se a Quick falhar.

01 - Dusk Ball

Em primeirissimo lugar, a Dusk Ball. Essa Poké Bola não possui modificadores tão impressionantes, possuindo uma eficácia de três e meio da quarta à sexta geração e ainda caiu para apenas três na sétima. Porém, ela se destaca pela sua versatilidade.



Enquanto as demais bolas citadas aqui precisam que você tenha atenção com os níveis e outros detalhes, a Dusk Ball apenas exige que a batalha seja em uma caverna ou à noite. Condições extremamente fáceis de se cumprir, o que a torna a Poké Bola especial mais consistente de todas.

Uma quantidade significativa de lendários aparecem dentro de cavernas, garantindo o bônus simplesmente pelo local do combate. Além disso, jogar de noite não é nenhum grande desafio, principalmente na sétima geração onde o próprio jogo tornou possível trocar do dia pra noite e vice-versa. Talvez por isso ela tenha sofrido uma redução no multiplicador.
Capturar Lugia, por exemplo, é menos trabalhoso com a Dusk Ball
Infelizmente, desde a quarta geração nós não temos uma grande variedade de novas Poké Bolas. O que é uma pena, pois há diversos efeitos interessantes que poderiam ser adicionados para tornar as capturas mais divertidas. Quem sabe o Kurt não reaparece em algum jogo trazendo novos modelos artesanais?

E você leitor, qual sua Poké Bola favorita? Faltou alguma na lista? Gostaria de sugerir mais um top nesse estilo? Participe nos comentários!

Mestre Pokémon de longa data, salvador de Hyrule em todas as encarnações do herói e ocasionalmente um encanador de bigode grosso.

Comentários

Google
Disqus
Facebook