Dicas e Truques

Dragon’s Dogma: Dark Arisen (Switch) Detonado — Parte 3: Decisões e consequências

Na terceira, e última, parte de nosso detonado de Dragon’s Dogma, trazemos o passo a passo para chegar na batalha decisiva contra o dragão.


Após trabalhar bastante para Aldous, conquistar a confiança do duque e salvar Gran Soren do Cockatrice, está chegando o momento de enfrentar o dragão. Acompanhe nessa terceira, e última, parte do detonado de Dragon's Dogma: Dark Arisen como fazer os quatro possíveis finais para o jogo. Lembrando que esse guia foca apenas nas missões primárias, deixando de lado as tarefas secundárias.
Confira os demais capítulos do detonado:

Parte 1: O coração do dragão
Parte 2: Conquistando a confiança do duque

Recompensando o herói

Depois de encerrar a missão do Cockatrice, converse novamente com o assistente do duque e inicie uma nova tarefa. Ele te contará que o próprio Edmun Dragonsbane quer vê-lo e vai te levar para os aposentos reais. Siga Aldous pelas escadarias e corredores do castelo para chegar ao local onde o governante lhe aguarda. Fale com o líder de Gran Soren e ele dirá que gostaria de lhe presentear como recompensa por seu grupo ter salvado a cidade.

Acompanhe Dragonsbane até as masmorras. Quando chegarem à sala do tesouro, abra o baú e colete todo o ouro e demais itens espalhados pelo ambiente. Depois de rechear sua carteira e inventário, tente sair do recinto e uma cutscene começará. Um soldado entra correndo para avisar o duque que os cultistas conquistaram a fortaleza Greatwall. Bom, acho que você já sabe o que precisará fazer na sequência.

Antes de partir para o norte e lutar pela construção atacada, saiba que está chegando o momento de ficar frente a frente com o dragão. Por isso, se equipe extremamente bem em Gran Soren, compre os itens de cura e tenha certeza de que seus Pawns estão no nível mais alto possível. Também passe a noite no Inn para recuperar as energias da equipe. Com tudo pronto, vá para Greatwall — ponto marcado em vermelho no mapa. É possível cortar metade do caminho usando uma Ferrystone para fazer a fast travel para a Windbluff Tower.

Ao chegar em Greatwall, há algumas tendas do lado de fora. É possível conversar com os soldados para dormir um pouco e recuperar a energia gasta na viagem. Com o HP restaurado, entre no forte para encontrar o comitê de boas-vindas. Um grupo de harpias e dois Ciclopes te esperam. Nessa luta, foque primeiramente nas harpias que são mais fáceis de abater. Depois, se concentre nos gigantes — usando a velha estratégia de escalar as costas dos monstros e golpeá-los na região da nuca.
Os dois Ciclopes são apenas o começo das dificuldades em Greatwall

Após se livrar dessa primeira leva de inimigos, entre no forte e vá seguindo pelo único caminho possível. Durante o trajeto você encontrará alguns mortos-vivos, é interessante acabar com eles para coletar experiência. Continue prosseguindo até atingir o telhado de Greatwall, onde Elysios e dois de seus seguidores te aguardam. O líder do culto irá convocar duas criaturas sobrenaturais para te enfrentar, em uma luta que não chega a ser tão complicada.

Foque nos zumbis que os monstros convocam e quando todos forem eliminados, eles param de flutuar e se aproximam do chão. É o momento ideal para golpeá-los e tirar o máximo possível da vida deles. Repita o procedimento até eliminar os dois e dar início a uma nova cutscene. O líder do culto aparece fazendo um novo discurso para, logo na sequência, finalmente ser morto pelo dragão.
Acertando as contas com Elysios

Doce vingança

Com a cena concluída, uma nova missão começa automaticamente dizendo que você precisa ir procurar o Dragonforged para entender as palavras que lhe foram ditas pelo dragão. Saia de Greatwall, mas, antes de partir em busca do estranho ser, deixe uma Portcrystal na entrada da fortaleza. Feito assim, siga na direção do ponto vermelho no mapa para encontrar o assustador homem. Depois da conversa, você ficará sabendo que a criatura está justamente em Greatwall. Seria uma longa viagem de volta, se não fosse pela Portcrystal. Use a Ferrystone para fazer a fast travel de volta ao local de onde seu grupo acabou de sair.

Siga o ponto marcado no mapa para descer para as masmorras da construção e se prepare para fazer um caminho bem tortuoso. Você pode optar por enfrentar os monstros pelo trajeto e coletar experiência ou simplesmente tentar sair correndo. Em determinado momento, seu grupo encontrará um soldado que trancou o portão com medo da Quimera. É preciso derrotar o monstro para liberar a passagem.

Mais para frente, outra Quimera estará em seu caminho. Porém, nesse segundo encontro, é preciso atrai-la para os quatro cantos da sala e fazer com que ela ative os botões que estão no chão. Depois de pisar em todos, o portão se abre. Ignore o monstrengo e siga em frente para se reencontrar com o dragão. Após mais uma cutscene, será necessário fazer uma escolha: sacrificar Ser Mercedes ou confrontar a criatura alada. Caso opte pela primeira, o game acaba com o final ruim. No entanto, se decidir encarar o dragão, corra na direção dele e prepare-se para a batalha final.
Faça a Quimera pressionar esses botões


No começo do confronto, apenas corra na mesma direção de seus Pawns, rumo ao ponto vermelho marcado no mapa. De repente, o ângulo da câmera muda e te mostra de frente com o monstro ao fundo. Siga pelo corredor o mais rápido possível, tomando cuidado para desviar dos obstáculos. Em determinado momento, a criatura ficará com a cabeça presa entre duas pilastras e essa será a deixa para ataca-la.

Golpeie o dragão o máximo possível e caso ele comece a ficar com a boca cheia de fogo, fuja e se posicione atrás de alguma pilha de escombros para se proteger das chamas da criatura. Repita o procedimento até que o monstro se liberte e fique livre no salão, nessa etapa, o acerte sempre que possível — ainda tomando cuidado para se esconder sempre que ele se preparar para cuspir fogo. Depois de reduzir cerca de metade da primeira barra de vida do dragão, ele irá fugir.

Corra na direção dele e suba as escadas até as muralhas. Prossiga pelo trajeto único com cuidado, desviando das chamas da besta alada e com atenção aos pequenos tremores que mudam a disposição do caminho. Em determinado momento, o dragão vai pousar no meio da muralha, apenas o ignore e passe por debaixo dele para continuar em frente.

Após algum tempo, você chegará numa torre com algumas balistas, assuma o controle da arma e acerte o dragão em cheio quando ele se aproximar. Uma nova cutscene começa e quando ela terminar você estará nas costas do monstro. Vá subindo por sua espinha até conseguir golpear o ponto brilhante nas costas do monstro.
Use a balista para acertar o dragão


Passada mais uma cutscene, é a hora da batalha final. O dragão tem diversos ataques extremamente poderosos, por isso, procure sempre deixar sua vida com mais de 1 mil HP. Vasculhe a arena caso fique sem itens de cura, pois existem alguns deles escondidos em diversos pontos do mapa. O monstro tem muita vida e o confronto deve demorar alguns bons minutos. O ponto fraco é o coração e a melhor maneira de acerta-lo é ir escalando o bicho até seu peito e golpear a região brilhante.

Quando o dragão voar e pousar no topo da montanha, apenas tome cuidado com as bolas de fogo que ele atira na sua direção. Depois de algum tempo, ele resolve voltar para o solo e a luta continua. Se o monstro cair no chão, aproveite para tirar o máximo de sua vida acertando no coração. Vá repetindo o procedimento até acabar com todas as barras de HP da criatura e eliminá-la de vez.
O coração é o ponto fraco da criatura

Epílogo

Acabando com a ameaça do dragão, os créditos sobem na tela e o jogo acaba, ou será que não? Depois que a cutscene de encerramento terminar, você estará de volta à sua vila natal e terá que voltar para Gran Soren. Caso ainda tenha Ferrystones em seu bolso, use uma para ir imediatamente para a capital de Gransys, caso contrário, terá que fazer o caminho andando. Na metrópole, você logo será informado que o duque quer te ver.

Não vai demorar muito para que perceba que parte de Gran Soren não existe mais e você terá que fazer um caminho alternativo para chegar ao castelo. Vá até a casa onde fica a Riftstone, de costas para a porta, vire a direita e suba pelo caminho até o portão. Libere a passagem, suba as escadas para chegar na área nobre da capital. Entre no castelo e vá até os aposentos do duque para encontra-lo.

Você descobrirá que o governante perdeu todo o vigor físico e juventude. Isso porque no passado ele fez um acordo com o dragão. Edmun Dragonsban aceitou a barganha da criatura alada e sacrificou a vida de sua amada, Lenore, em troca de riqueza e poder. Ao matar a pessoa que amava, o duque também recebeu a juventude eterna. Porém, quando o novo Arisen realmente matou o dragão, tudo acabou se perdendo e Edmun envelhece em poucos minutos.
Agora você é um traidor em Gran Soren

Por você ter acabado com a vida dele, Dragonsban tentará te atacar. Mas, por ser um velhote, mal consegue levantar a espada. Acerte-o com alguns golpes para acabar com sua barra de vida e ele chamará reforços. Depois da cutscene, você será persona non grata em Gran Soren e os soldados estarão te perseguindo. Volte para onde seria a praça central — e agora virou um grande precipício — para assistir uma nova animação.

Quando assumir novamente o controle de seu personagem, você estará caindo em Everfall. Se aproxime da beirada para agarrar a parede e pisar em terra firme. Seu grupo será abordado por Quince, que te passará a próxima missão: coletar 20 Wakestones. Essas pedras podem ser encontradas nos diferentes andares de Everfall. Cada um dos níveis terá uma câmara com vários inimigos dentro, sendo que ao derrotá-los você pode receber algumas Wakestones ou fragmentos da pedra (sendo necessário coletar três para formar uma inteira).

Há mais de 20 Wakestones espalhadas por Everfall, portanto, se estiver com dificuldades em algum dos andares, passe para o próximo sem se preocupar. Ao morrer na busca, você terá a opção de ressuscitar usando uma das pedras. Se isso acontecer, opte por não voltar ao vida, caso contrário, será preciso procurar outra Wakestone para repor essa que foi gasta, Depois de ter a quantidade necessária, as entregue para Quince.

Juízo final

Ao entregar as 20 Wakestones para Quince, um portal se abrirá no fundo de  Everfall. Se jogue na direção dele para iniciar a última missão do game. Você e seu Pawn principal serão transportados para o reino do Seneschal, o guardião do mundo. Depois de algumas cenas, começará o confronto com ele. Apenas desvie de seus ataques e revide sempre que tiver chances. Após acabar com a barra de vida de chefe, outra cutscene começa.
O Seneschal


Existem três finais possíveis para o jogo, além do quarto que surge quando você mata Ser Mercedes ao encontrar o dragão. Depois de derrotar o Seneschal pela primeira vez, ele lhe dará a chance de continuar a luta ou voltar e ter uma vida simples. Se decidir virar as costas e seguir na direção oposta, seu personagem retorna para a vila natal — onde o game começa — e tem sua rotina de camponês retomada.

Se continuar, você encontrará alguns personagens do jogo pelo caminho. Desvie ou os mate enquanto anda na direção do guardião do mundo. Ao se aproximar, a segunda batalha começa. Se você for derrotado, o segundo final é ativado — com seu personagem transformado no próximo dragão que voltará a causar o caos em Gransys. Por fim, ao vencer o Seneschal você recebe a espada Godsbane e a usa para eliminá-lo de vez.
Luta pode acabar de três maneiras diferentes

Agora, você se tornou o Seneschal e está fadado a andar pelo mundo como fantasma ao sentar no trono. Porém, não poderá interagir com nenhum item e nem ninguém, além disso, poucas áreas estão disponíveis para serem exploradas na forma de poltergeist. Para finalizar de vez Dragon’s Dogma: Dark Arisen volte para o reino do Seneschal (basta sair da sua cidade ou de Gran Soren pelo portão principal). Quando estiver lá, acesse o inventário e use a Godsbane para se sacrificar e curtir o verdadeiro encerramento do game. Depois dos créditos, você poderá iniciar um novo jogo com o benefício de já ter guardado todos os itens que coletou nessa campanha.

É jornalista e obcecado por games (não necessariamente nessa ordem). Seu vício começou com uma primeira dose de Super Mario World e, desde então, não consegue mais ficar muito tempo sem se aventurar em um bom jogo. Diretor de Redação do Nintendo Blast.

Comentários

Google
Disqus
Facebook