FictionSphere tem versão para o Switch confirmada

Aventura visa recriar a vibe dos anos 1990 combinando elementos de alguns dos clássicos da era 16-bits


A poucos dias do fechamento de sua campanha de financiamento coletivo, a meta estendida que garante o lançamento de Fiction Sphere para o Nintendo Switch foi atingida. A produtora Team Einherjar já havia se manifestado a respeito do desejo de trazer a aventura retrô para o console híbrido, afirmando se tratar da versão mais aguardada pela própria equipe e, ao mesmo tempo, mais requisitada pelos apoiadores do projeto.


Um detalhe interessante é que se trata da segunda tentativa dos produtores de emplacar o projeto via financiamento coletivo. A primeira tentativa, realizada em 2017, obteve menos de um terço do valor necessário para a realização da produção. Retornando com uma equipe de desenvolvimento já mais experiente e com diversas mudanças e aperfeiçoamentos, o conceito finalmente parece estar pronto para sair do papel.

O game busca recriar a ambientação dos games dos anos 1990, misturando elementos de vários gêneros típicos da era 16-bits em um pacote de pixels que em muito evoca a melhor fase de um certo robozinho azul. Segundo a produtora:
FictionSphere é um jogo de plataforma técnica inspirado em jogos clássicos do início dos anos 90. Você encontrará mecânicas familiares de beat-em-ups, shooters estilo arcade e, mais notavelmente, de plataforma. Você vai assumir o controle do protagonista Ratio, um jovem de sangue quente com uma personalidade que esconde seu ressentimento do mundo. Empunhando um potencial infinito, aprenda novos talentos e detone completamente seus inimigos!
Confira também o vídeo de apresentação do conceito:



Mais informações estão disponíveis na página do projeto no Kickstarter.


é gamer pra todo jogo, mas tem predileção por títulos retrô e um bom e velho JRPG. Sonic, Donkey Kong Country, Ratchet & Clank, Final Fantasy e Disgaea são algumas das séries que formaram a paixão pelos games, desde que ganhou seu Mega Drive, muitos (nem tantos!) anos atrás. Além de escrever para o Nintendo Blast e Game Blast, pode ser encontrado tagarelando no Plano Crítico.

Comentários

Google
Disqus
Facebook