Pokémon Sword/Shield (Switch) tem diversos novos detalhes revelados pela Game Informer

Edição de novembro da revista contará com a participação dos lendários Zacian e Zamazenta.


A Game Informer visitou os estúdios da Game Freak, em Tóquio, para falar com os diretores de produção, arte e planejamento de Pokémon Sword/Shield. Entre os tópicos abordados com a equipe estão a decisão de basear a região de Galar em partes do Reino Unido, a falta de alguns Pokémon na Pokédex, a nova mecânica de Dynamax e a longa espera por um jogo principal da franquia em um console como o Switch. Confira os detalhes da matéria publicada pela revista:


A introdução da mecânica de autosave em um jogo de Pokémon: Agora, será possível ter seu progresso salvo por meio de checkpoints constantes para cada progresso mínimo feito na jornada Pokémon sem precisar se lembrar de acessar uma opção no menu. Essa implementação se mostra útil, especialmente para quem esquece de salvar o jogo após uma longa jogatina com progresso.

Pokémon Sword and Shield

O desafio que é batalhar em raids de Pokémon Dynamax: Inicialmente, as batalhas Dynamax receberiam um nome mais genérico, algo como "Cooperative Battles". A mudança foi motivada justamente pela implementação de sistema semelhante em Pokémon GO, segundo o diretor Shigeru Ohmori.

Apesar do fundamento desse modo ser reunir jogadores para jogar em grupo e se divertir, não é recomendado sair pulando em batalhas de ranking alto logo do começo, disse o diretor de planejamento Kazusawa Iwao. Esse sistema utiliza uma numeração de uma até cinco estrelas para determinar a dificuldade da luta. Quanto maior o número de estrelas, mais difícil será a batalha.

Pokémon Sword and Shield

A ausência de HMs no jogo: Desde o começo da franquia, os HM, conhecidos como Hidden Machines, eram golpes que seu Pokémon utilizava dentro e fora de batalhas, com a intenção de cumprir um papel que o treinador sozinho não conseguiria (voar, nadar, quebrar rochas maiores, entre outros). O diretor Kazusawa Isao disse que os HMs não combinavam com a premissa de explorar o vasto mapa de Galar com liberdade. Antigamente, os itens tinham uma relação chave-porta com determinadas partes dos jogos que precisavam ser abertas.

O novo Exp. Share: Segundo o diretor de planejamento, Shigeru Ohmori, as novas versões irão se despedir desse item. Ao questionarem Ohmori se isso seria um motivo para treinar cada monstrinho individualmente, ele respondeu que cada Pokémon passará a receber o mesmo número de pontos de experiência, tornado o processo mais fácil.

Mecânicas mais adequadas para o uso do seu Pokémon favorito competitivamente: Agora é possível fazer modificações nos Pokémon que você captura unicamente para a sua jornada, mas é forçado a não utilizar no competitivo graças aos IVs/EVs e a natureza do monstrinho.

Pokémon Sword and Shield

Pokémon Sword/Shield será lançado no dia 15 de novembro.

Fonte: Gematsu

Superfã de jogos eletrônicos, voraz comedor de carne, leitor de mangás e espectador de filmes de terror. Um salve aos fãs da Nintendo :)

Comentários

Google
Disqus
Facebook