Dicas e Truques

Dragon Quest XI S: Echoes of an Elusive Age – Definitive Edition (Switch): melhores builds para cada personagem

Com oito personagens bem variados, confira as nossas recomendações para se dar bem nesse excelente JRPG.


Mesmo que não sejam tão complexas, as skill trees de Dragon Quest XI S: Echoes of an Elusive Age – Definitive Edition são importantíssimas para a sua progressão ao longo do jogo. Atreladas totalmente aos níveis de cada personagem, a maioria oferece bônus ou habilidades pouco relevantes, porém, algumas delas são extremamente vitais.


Por mais que todos os personagens possam ter diferentes possibilidades de builds no early e mid game, normalmente há uma opção que é diretamente melhor do que a outra. Sabendo disso, trazemos sugestões para otimizar cada um dos seus personagens!
Aviso de spoilers: nesse texto menciono algumas habilidades, magias e o nome dos 7 primeiros personagens (incluindo o protagonista), e apenas omitirei o nome do oitavo, que entra na party bem depois.

Hero


Sendo o destemido Luminary, o protagonista tem acesso a uma skill tree única a esse título, porém… ela é bem fraquinha. A skill tree Luminary contém algumas utilidades e magias para focar o protagonista em um híbrido de mago, mas pela escassez de MP (e poucos atributos mágicos), recomendo que você foque inteiramente em espadas de uma mão (para usar um escudo junto) ou de duas mãos.

A diferença é realmente simples: se quiser mais defesa e propiciar turnos em que o seu herói poderá curar / reviver aliados com mais facilidade, use uma espada e um escudo; caso queira ter um pouco mais de potencial de ataque (a diferença não é tão gigante), use uma única espada de duas mãos. As duas skill trees são bem espelhadas e, no topo, o Hero ganhar acesso a umas habilidades de dano em área extremamente fortes, que devem ser a sua prioridade.

Quando as habilidades forem expandidas, una a parte debaixo da skill tree escolhida com a do Luminary, pois finalmente terão algumas coisas úteis ali, como ganhos passivos de atributos e curas melhores.

Erik


O clássico ladino é o primeiro companheiro do protagonista e imediatamente mostra o seu potencial para dano. Ele é totalmente ineficaz para dar dano em área e, no meio do jogo, quando você tiver quase todos os outros personagens, Erik pode ser uma das piores opções, e só voltará ao seu trono no finalzão.

Mesmo assim, esqueça a espada e foque totalmente nas adagas. No começo do jogo tanto o Cobra Strike quanto o Sleeper Hit podem ser eficazes, mas recomendo selecionar apenas um, junto da respectiva habilidade que dá mais dano nessa condição. Jogando com algumas Draconian Quests, o Sleeper Hit me salvou algumas vezes, mesmo que não tenha sido sempre eficaz. O Dual Wielding me pareceu que seria muito mais poderoso, mas acrescentou pouquíssimo ao dano geral do personagem.

Como eu comentei no texto com dicas para iniciantes, não compensa muito roubar com o Erik, mas, após gastar alguns pontos na skill tree das adagas, recomendo ir para essa outra, simplesmente pelos atributos passivos. O bumerangue é somente útil no começo do jogo para fazer dano em área sem consumir MP e, mesmo assim, é pouco útil.

Com o desbloqueio de novas skills, invista completamente em Guile para pegar Divide e Critical Claim para desbloquear o seu melhor combo: Divide + Oomphle (de outro personagem no Erik) + Critical Claim, para dar uma enorme quantidade de dano. Depois disso, termine a skill tree das adagas, inclusive pegando a skill secreta que faz fronteira com a do bumerangue.

Veronica


Logo quando chega, a maga é uma felicidade para o jogador pelo seu potencial de dano em área. Invista em equipamentos completamente focados em Magical Might e, obviamente, em Heavy Wands. O chicote é completamente inútil e, literalmente, masoquista.

Curiosamente, as suas principais magias são adquiridas ao passar de níveis, sem precisar adquirir eles nas skill trees. Dito isso, no começo algumas coisas de Vim são úteis, como as resistências a alguns elementos, porém, na medida do possível, sempre priorize aumentar os seus atributos passivos.

As únicas menções honrosas vão ao Kaboomle, que é a melhor magia de dano em área, e Enchanting Echo, que faz com que, ocasionalmente, as magias lançadas por Veronica sejam duplicadas. Porém, essas skills mais úteis somente são adquiridas no fim do jogo.

Serena


Não há nada mais típico em um RPG do que uma loira gentil, caridosa e que cura as pessoas. Bem, essa é Serena em 99% do tempo, porém, no comecinho do jogo ela pode (e deve) ser uma guerreira com lanças, pois assim pode dar uma quantidade relativamente boa de dano.

Mas, logo que receber outro(s) personagem(ns), ela deve voltar a usar Wands e escudos para exclusivamente curar e aplicar buffs e debuffs. Defensivamente ela é muito poderosa, com os seus Hymns elementais que protegem a sua party de cada elemento. Muitos chefões usam elementos específicos nos ataques, e ter o Hymn certo em mãos pode facilitar tudo.

Tirando isso, vá atrás de atributos passivos, pois as magias mais importantes também são recebidas com o passar dos níveis diretamente.

Sylvando


O encantável Sylvando é o personagem com mais possibilidades, podendo assumir o papel de atacante muito bem no começo do jogo, com chicotes, ou servindo de suporte logo de início, com uma espada e escudo. O chicote possibilita dano em área de uma forma muito interessante, inclusive podendo deixar inimigos em condições especiais úteis. Porém, algumas habilidades e magias realmente o direcionam para o papel de suporte, principalmente no mid e late game.

Quando ele entrou na party eu inclusive farmei alguns níveis pois “tive” que desbloquear a sua habilidade mais útil: Hustle Dance, que é a primeira cura em área. A maioria dos chefões dão dano em área nos seus personagens, então ter esse recurso foi mais que vital, principalmente com Draconian Quests.

Logo, já o coloquei logo de cara como um suporte muito útil. Diferente da Serena, porém, o atributo mais importante para ele é Charm e, com isso, ele pode aplicar ótimos debuffs em inimigos. Sabendo disso, recomendo que foque totalmente em AAAAAAAAAAAA e AAAAAAAAAA.

Rab


O Rab é um dos personagens mais estranhos e difíceis de serem utilizados. De imediato duas funções aparecem: usar garras para dano, ou ser um híbrido red mage. Tentei muito fazer ele funcionar com as garras, mas mesmo assim ele ficou para trás de outros personagens focados em dano.

Portanto, red mage é o caminho a se seguir, principalmente com a skill tree Enlightmement, principalmente pelos atributos passivos. O mesmo vale, depois, para Heavy Wands, ainda mais com as skills bloqueadas nas fronteiras entre as duas, o que é desbloqueado no começo do segundo ato.

Jade


Além de ser oficialmente a melhor waifu de DQXI, a Jade foi a melhor atacante de toda a minha party. Para consolidar isso, simplesmente invista na skill tree das lanças até desbloquear Multithrust e pronto: basta pegar atributos passivos, buffar ela com Oomphle e o potencial de dano dela chega em níveis absurdos.

Há outras coisas úteis que ela pode fazer, como o Re-Vamp, que é um ótimo auto-buff, ou outras habilidades como Thunder Thrust para matar Slimes metálicos, mas, em geral, todo turno com ela deve ser focado em dar muito dano aos inimigos.

Oitavo


Por motivos de spoilers, esse personagem será chamado de Oitavo. Ele tem várias peculiaridades, como o uso de machados e melhores opções defensivas. Logo, mesmo que ele possa usar espadas normais ou de duas mãos, ele realmente brilha com um machado e um escudo.

Isso porque, com o machado, ele pode diminuir a defesa ou paralisar inimigos com uma chance de sucesso extremamente alta e, durante o set-up de buffs e debuffs (que são vitais em lutas contra chefões), ele tem acesso imediato a Kabuff e Magic Barrier que aumentam em um nível, respectivamente, a defesa física e mágica de todos os membros ativos da party. Depois, basta um aumento de ataque e você pode spammar Parallax para dar muito, muito dano.

Como você terá um nível bem alto ao ganhar esse personagem, você pode pegar as habilidades mais vitais para o machado e depois focar no escudo e, somente depois, em Heroism.

Escreve para o Nintendo Blast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google
Disqus
Facebook