Dicas e Truques

Luigi’s Mansion 3 (Switch): dicas de ação e exploração dos ambientes

Seja no singleplayer ou multiplayer, confira alguns truques para capturar os fantasmas e explorar os ambientes.


Luigi’s Mansion 3 é um jogo com proposta simples, mas que exige habilidade e paciência. Tanto para os jogadores que vieram dos games anteriores quanto para os novatos, é importante ter em mente algumas mecânicas e práticas que ajudam no desenrolar da aventura e das partidas multiplayer. Confira aqui algumas dicas para capturar os fantasmas em grande estilo.

Domine os controles

Uma das reclamações mais constantes dos jogadores, os controles de Luigi’s Mansion 3 realmente são um desafio à parte. Se você jogou Luigi’s Mansion: Dark Moon, talvez não sinta tanto esse estranhamento, mas os novatos podem achar as mecânicas um pouco travadas. O que ajuda muito, nesse caso, é analisar as opções de configuração dos controles e alterar alguns parâmetros. Para mim, por exemplo, é fundamental deixar marcada a opção de se mover mais facilmente enquanto usa a Poltergust. Outra boa dica é utilizar os gatilhos para executar determinadas ações e assim deixar a mão direita livre para o analógico.


Não tenha pressa

Sim, a sua missão é capturar fantasmas e libertar seus amigos, mas nada impede que você explore o ambiente atrás de itens secretos e, principalmente, dinheiro. É bem verdade que essa exploração é muito repetitiva em muitos momentos, mas o cuidado com os detalhes pelo ambiente e a possibilidade de completar todos os colecionáveis do jogo compensam. Além disso, ainda que no começo não pareça haver motivo para coletar tanto dinheiro assim, a sua conta bancária acaba sendo muito útil depois que o professor E. Gadd lhe oferece alguns itens para adquirir.

Diferentes fantasmas, diferentes estratégias

Assim como nos outros jogos da série, Luigi enfrenta aqui fantasmas com habilidades distintas. Por isso, em que pese o fato de que quase tudo pode ser resolvido na força bruta, entender a movimentação desses espectros ajuda muito na hora de capturá-los. Existem alguns que só podem ser sugados pelo rabo, enquanto outros utilizam escudos ou algum item para protegê-los. Sempre que os fantasmas possuem alguma barreira desse tipo, é necessário desarmá-los com o desentupidor de pia, e só então utilizar o flash e começar a sugar. Os boos, por outro lado, precisam ser revelados com a ajuda da Dark Light. Enfim, dominar essas mecânicas é realmente importante para capturar o maior número possível de inimigos.


Abuse do Slam

Um recurso interessante do Luigi, em relação aos outros jogos da série, é a habilidade do Slam. Com esse movimento você pode golpear os fantasmas no chão de um lado para outro, diminuindo a energia deles, e inclusive acertando outros que estão por perto. Isso é muito útil para capturá-los — o que acontece automaticamente sempre que a energia das criaturas chega a zero — e também para ajudar o jogador a sair de situações difíceis, em que se vê cercado por muitos inimigos.

Deixe o multiplayer para depois

Em Luigi’s Mansion 3 é possível acessar o multiplayer depois de apenas alguns poucos minutos de jogo. Acho importante dar essa opção ao jogador, mas não considero a decisão de encarar esse modo logo início muito recomendável. Em primeiro lugar, o único modo multiplayer que fica disponível desde o começo é o ScareScraper (para até quatro jogadores). Como o Gooigi não está disponível nas primeiras etapas da aventura os outros modos de multiplayer só são liberados depois de sua aparição. Ainda assim, no ScareScraper é possível utilizar o Gooigi e outras mecânicas que você vai aprender no decorrer do game.


Explicando um pouco esse modo, ele funciona da seguinte forma: são quatro jogadores (todos com Luigi, em cores diferentes) que precisam capturar todos os fantasmas de um determinado andar e assim subir para o próximo e depois para o próximo, até o final do desafio. Em cada andar, além dos inimigos, existe também o desafio do tempo. Por isso, é importantíssimo conhecer a estrutura dos mapas e dominar as técnicas utilizadas para capturar os fantasmas. Eu tentei jogar o multiplayer logo cedo, e confesso que mais atrapalhei do que ajudei a equipe, justamente por não saber como lidar com o ambiente e com as mecânicas do jogo (que são apresentadas de maneira adequada no singleplayer). Mas se você quiser se arriscar assim mesmo, aqui vão algumas dicas mais específicas:
  • Acompanhe sempre algum outro jogador. Dois jogadores capturam os fantasmas mais rapidamente e ainda podem salvar uns aos outros;
  • Preste atenção ao mapa e se direcione para os ambientes ainda não explorados. É bem provável que ainda existam fantasmas por lá;
  • Sugue tudo pelo caminho, pois o jogo entrega muitas corações para recuperação de vida;
  • Se estiver se sentindo perdido, acompanhe os outros jogadores pelo mapa e atue como médico, recuperando a vida deles em caso de algum dano mais grave.
Mesmo com essas dicas, vale o que já disse antes. Depois de avançar um pouco mais na história você vai se sentir mais confiante para o multiplayer, e sua contribuição será muito mais positiva.

Não esqueça de falar com E. Gadd

Em alguns momentos do jogo, você certamente vai se sentir preso, sem saber o que fazer. Nessas horas, vale muito a pena entrar na tela de pause e falar com E. Gadd. Como ele o acompanha do laboratório por toda a aventura, ele pode te dar dicas sobre o que fazer ou sobre como o ambiente e fantasmas se comportam. Não é o mesmo que entregar a solução dos puzzles. Portanto, não se preocupe: ainda vai ser necessário bater a cabeça para encontrar a resolução dos enigmas.

Valorize o Burst e o Suction Shot

O Burst é um movimento novo, que permite ao Luigi dar um pequeno salto afastando as coisas que estão por perto. É útil para afastar inimigos em situações complicadas, mas ainda mais necessário nos chefes, quando é preciso dominar o tempo de ataque para fugir de golpes específicos saltando (e nesse jogo a única forma de fazer isso é com o Burst).

O Suction Shot, por outro lado, possui a vantagem de uma mira automática. Então, o mais importante não é tanto saber atirar, mas sim identificar o que pode ser atingido. Nos mapas existem muitas barreiras aparentemente intransponíveis, e o Suction Shot ajuda o jogador a tirar objetos do caminho. Para objetos mais pesados, como um sofá, por exemplo, você precisa de dois desentupidores ao mesmo tempo, com Luigi e Gooigi atuando juntos. E falando nisso…


Aprenda a pensar em dupla

Mesmo jogando sozinho, em muitos momentos será necessário realizar ações conjuntas. Luigi’s Mansion 3 tem uma boa solução para isso. Quando acionamos o Gooigi, Luigi fica meio catatônico, mas ainda pode executar determinadas funções de maneira automática, como usar a Poltergust. Assim, às vezes você perceberá que é necessário poder dobrado para realizar determinadas ações. Por isso, lembre sempre de considerar a possibilidade de usar essa forcinha extra.

E, então, gostou de dicas? Espero que ajude. Se você conhece mais alguma que não está aqui, não deixe de mencionar nos comentários.

Pesquisador nas áreas de estética e cibercultura com Mestrado em Cultura e Sociedade (UFMA) e Doutorado em Comunicação (UnB). Além de escrever sobre jogos, produz o Podcast Ficções e tem um blog sobre literatura, filosofia e cotidiano.

Comentários

Google
Disqus
Facebook