Super Smash Bros. Ultimate (Switch): Sakurai explica a presença de tantos lutadores de Fire Emblem

Diretor da série de luta comenta o motivo para ter tantos espadachins de Fire Emblem no jogo.

Recentemente o último personagem por DLC da primeira leva do Fighters Pass de Super Smash Bros. Ultimate (Switch) foi anunciado. O personagem da vez será Byleth, protagonista do recente Fire Emblem: Three Houses (Switch).


Depois do anúncio, alguns jogadores perceberam que Smash anda com muitos lutadores de FE em seu painel e Sakurai veio em sua coluna quinzenal na revista Famitsu comentar sobre isso:
Em 16 de janeiro anunciei Byleth, o novo lutador de Smash Ultimate. [Ele é] O protagonista de Fire Emblem: Three Heroes. Desta vez, vou escrever sobre o histórico da produção. Para as características do lutador, há uma programação sobre a qual expliquei em detalhes, então fique de olho!!

Os novos lutadores não são decididos pelo meu gosto pessoal. É a Nintendo que realiza as negociações. Enfim, o tema desta vez é um alto grau de frescor. De qualquer forma, personagens de títulos com histórico próprio tendem a ser escolhidos como lutadores do Smash. O Hero de DQ [DragonQuest], Banjo & Kazooie e Terry do Fatal Fury tinham cerca de 20 a 30 anos até as suas estreias [em Smash]. É nesse ponto que eu quero o máximo de variedade.

Desta vez, era importante oferecer uma experiência de jogar com um protagonista de um título recente, que está disponível para jogar agora. Então, eu estava tentando trabalhar em um jogador cujo jogo de origem ainda estivesse em desenvolvimento quando comecei a trabalhar na produção [desse personagem]. Não sei o que a Nintendo planeja vender no futuro, então acompanho as decisões. E o que surgiu naquele momento oportuno foi Three Houses.

Eu entendo. Primeiro de tudo, há muitos personagens de FE. E também há muitos espadachins. No entanto, foi decidido assim [pela Nintendo], então eu sigo como está. Há mais outras coisas em que devo me preocupar.

Pedi à equipe do jogo uma explicação sobre o [o que se trata] Three Houses, e depois peguei uma cópia de desenvolvimento emprestada e a joguei a portas fechadas. Se a proposta do projeto não fosse feita mais rapidamente por alguém da equipe [à Nintendo], as negociações não teriam começado. Por exemplo, se o som não tivesse movimento, se o movimento não tivesse um personagem modelado, se o modelo não tivesse um design, não poderíamos produzir [o lutador].

Tais coisas alcançam muitas divergências que incluem estágios, balanceamento, debbuging, publicidade e muito mais. Embora as coisas no fluxo superior tendam a progredir mais rapidamente, estou construindo o [lutador do] começo. E por isso, preciso conhecer os detalhes do jogo original.

Normalmente, [como] eu joguei e conheço uma quantidade considerável de jogos, se é algo que joguei no passado, as conversas e os trabalhos serão rápidos. Mas não posso evitar [que as divergências ocorram] quando se trata de títulos que ainda não foram lançados! Por isso, continuei com o jogo original em paralelo com outros trabalhos de desenvolvimento. Embora também exista a possibilidade em que eu pudesse [somente] assistir às animações, [porém eu] não conheceria o jogo por completo, nem os gestos do personagem com exatidão dessa forma. No final, eu tive que acompanhar a história desde o início, mas ela tem uma estrutura complexa que se parte em três partes desde o início, por isso tive dificuldade em entendê-la.
No entanto, se eu não conhecesse o jogo original com propriedade, não conseguiria encontrar uma boa maneira de sintetizá-lo [em Smash. Eu decido sobre as especificações dos lutadores e muito mais, entendendo tudo [sobre eles].

Há um problema em que há muitos espadachins em Smash. Por isso, considerei trazer táticas exclusivas para esse lutador e, a partir da intenção trazida pelo tema do jogo original, pensei em adotar as 3 Relíquias de Herói pertencentes aos 3 líderes das casas para os ataques direcionais. Também estou planejando para que - por exemplo - mesmo com o mesmo arco e flecha, eles tenham uma maneira muito diferente de usá-lo se comparados com Link ou Pit.

E o resultado final é Byleth. Espero que você os verifique para ver como eles são diferentes dos outros lutadores.

De acordo com as avaliações atuais, Three Houses está sendo amplamente aceito também no exterior [fora do Japão]. Suas vendas ultrapassaram 2,2 milhões de cópias e também recebeu vários prêmios, incluindo os escolhidos pelos jogadores. É uma coisa boa. Não há dúvida de que é um bom jogo, por isso seria bom se a [quantidade de] lutadores [de Fire Emblem] subisse.

E, ao mesmo tempo, anunciei que estamos criando do 6º ao 11º lutadores de DLC. [Escreverei] sobre isso na próxima coluna. Vejo você novamente nas próximas duas semanas !!¹
E aí, gostaram de saber mais sobre os bastidores do Byleth e da explicação de termos tantos personagens de Fire Emblem no Smash Ultimate? Comentem aqui embaixo as suas opiniões.

¹Tradução realizada através da versão para o inglês feita pelo usuário do Twitter 黒凧 BlackKite.

Fonte: @bk2128 (via GameXplain)

Estudande de Letras que gostaria de aprender todas as línguas existentes, mal sabendo lidar com as duas que já fala. Descobriu seu amor pela Nintendo ao conhecer Super Mario 64 e desde então nunca mais largou os cogumelos, karts e rúpias que encontrou em seu caminho.

Comentários

Google
Disqus
Facebook